Com juros baixos Florida atrai investimentos de brasileiros em imóveis

Estabilidade da taxa básica nos EUA e Brasil estimulam brasileiros a investir em imóveis de aluguel para turistas

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

Taxas de juros estáveis nos EUA e no Brasil incentivam investidores brasileiros a comprar residências para aluguel de curto prazo ou por temporada na Florida, visitada por mais de 1,1 milhão de brasileiros em 2018, número 8% do que no ano anterior.

Segundo dados da Orlando Regional Realtors Association (ORRA, Associação das Imobiliárias da Região de Orlando), a perspectiva de o Federal Reserve Board (Fed – o banco central norte-americano) manter a taxa básica de juros estável estimulou as vendas de todos os tipos de residências, que saltaram 30% em março, em comparação a fevereiro.

Já as vendas de casas em condomínios dispararam 42% na mesma base de comparação. De acordo com uma pesquisa divulgada pela revista Forbes, os preços das residências da cidade subiram 9% apenas em 2017, com um potencial de alta de 35% até 2021.

A perspectiva quanto à taxa básica de juros no Brasil – a Selic acompanhada pelo Banco Central – é igualmente de estabilidade, devendo fechar este ano em 6,50%, segundo a pesquisa mensal Focus, do BC.

Além da taxa de juros relativamente baixa e estável no Brasil, a proteção cambial e a rentabilidade proporcionadas pelos imóveis no exterior são atrativos poderosos para investimentos naquele mercado.

Segundo Ricardo Molina, autor do livro Como Ganhar Dinheiro com Vacations Homes, o rendimento proporcionado pelo aluguel decasas nos Estados Unidos varia entre 4% e 6% ao ano, o que permite o pagamento de mais de cinco prestações anuais.

Porém, com o uso de portais especializados em Vacation Homes, o proprietário pode ter uma postura ativa que lhe proporcione um retorno de até 12% ao ano, com o que é possível quitar totalmente o imóvel e obter renda extra.

Flórida: dois modelos de residências

Molina explica que existem dois modelos de residências que podem ser considerados no momento de se decidir pela compra: single homes e vacation homes. “Enquanto as single homes são as casas tradicionais, com contrato de aluguel com prazo mais longo, as vacation homes são destinadas exclusivamente para o aluguel aos turistas, o que representa contratos mais curtos e maior rotatividade”.

Ele considera que a segurança da economia americana, mais estável e com uma moeda forte, é o que tem levado cada vez mais brasileiros a investir no segmento. “Com a crise brasileira, têm aumentado a procura por diversificação de risco e a compra de casas em Orlando cresce a cada mês”, observa.

Uma casa em Orlando de quatro dormitórios, por exemplo, a no máximo 10 minutos da Disney, é alugada, em média, 28 semanas por ano com diária média de US$ 124 (líquido ao proprietário), o que gera uma receita de cerca de US$ 24 mil ao ano, ou seja, cerca de US$ 2 mil por mês.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Vila Galé congratula-se com medidas econômicas aprovadas no Brasil

Em comunicado emitido na manhã desta terça-feira (7), o grupo português Vila Galé congratula-se com as primeiras medidas aprovadas pelo Governo Federal brasileiro de...

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte pode iniciar operação

Em meio a esse momento turbulento, em função da pandemia do coronavírus, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte tem uma boa notícia, sobretudo para...

China tem 1º dia sem mortes por coronavírus desde início de registros

Pela primeira vez desde o fim de janeiro, quando começou a divulgar balanços sobre vítimas do novo coronavírus (COVID-19), a China registra um dia...

OMS alerta sobre afrouxar medidas contra coronavírus cedo demais

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não tem uma recomendação geral para países e regiões afrouxarem medidas que visam a desacelerar a propagação do...

Que bicho é este? – Crônica de Jorge Salim*

Que bicho é este?Que transformou o mundo sem ser visto.Que bicho é este? Que mudou a sensação de semana com sete dias. Que igualou a segunda-feira aos outros dias. Segunda virou terça, quarta,...

Ação social: trade turístico de Porto de Galinhas doa 10 toneladas de alimentos

A crise causada pela proliferação do novo coronavírus fez com que todo comércio não essencial de Porto de Galinhas obedecesse as recomendações do Governo...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias