Dicas e ideias para viajar com seu cachorro

Tudo que você precisa saber antes de se aventurar com seu o seu peludo por aí!

por Sharlene Irente*


Sair da rotina, pegar a estrada, conhecer novos costumes e novas paisagens e conectar com a natureza é uma delícia, e pode ficar ainda melhor ao lado dos nossos amigos de quatro patas.

Para muitas pessoas, assim como eu, os peludos fazem parte da família, então nada mais justo do que se divertirem e aproveitarem as viagens junto com a gente, certo?

Trouxe algumas dicas valiosas para te ajudar a planejar suas viagens com seu pet.

O ecoturismo é o estilo mais procurado por quem viaja com animais (Crédito: Sharlene Irente)

Roteiro Ideal

Viajar com animais de estimação requer ainda mais planejamento, precauções e cuidados especiais. É importante planejar o trajeto e o roteiro e avaliar se é adequado ao perfil do seu animal. 

O contato com a natureza é extremamente benéfico aos cães, e se aventurar com a gente é algo que eles amam, por isso o ecoturismo costuma ser o estilo preferido dos viajantes de quatro patas. Mas outros roteiros também são possíveis, desde que esteja alinhado ao perfil e condição física do animal.

A primeira coisa é definir o roteiro, para onde ir e quanto tempo vai durar. Nem todas as viagens são adequadas aos pets, avalie se o roteiro é adequado ao seu animal, se será seguro e confortável para ele. Afinal queremos que ele se divirta também.

Em viagens que incluam hospedagens, obviamente é necessário verificar com o hotel ou pousada se é pet friendly, ou seja, se aceita animais. Lembre-se sempre de informar a raça, porte e quantidade de animais, para confirmar que não existem restrições, pois alguns locais aceitam apenas cães de pequeno porte ou não aceitam vários cães por exemplo. Sempre confirme com o estabelecimento antes de ir.

Além de escolher a hospedagem pense em quais serão os passeios que você quer fazer e verifique antecipadamente se é possível ter a companhia do seu peludo. Planeje antecipadamente onde serão as refeições, as paradas na estrada e todos os lugares que pretende visitar.

A maioria das praias basileiras não permitem cães na areia (crédito arquivo pessoal)

Na Praia

No Brasil as praias (com algumas exceções como RJ e Natal-RN) não permitem cães, você pode até ir (eu mesma já fui com os meus algumas vezes) mas esteja ciente que poderá ser convidado a ser retirar e até mesmo receber uma multa. A maioria dos parques estaduais e nacionais também não permitem a entrada de cães, faça contato antes de sair de casa para verificar, ok?

Existem alguns hotéis e pousadas especializados em receber nossos peludos, onde os cães não são apenas aceitos, são o foco da diversão.

Se for fazer trilhas e caminhadas verifique sempre se a distância e o nível de dificuldade estão adequados a você e ao peludo. Cães sedentários ou que praticam pouca atividade física devem começar sempre com roteiros curtos e fáceis, comece com pequenas distancias e vá aumentando gradualmente as distâncias e intensidades.

Lembre-se que obstáculos fáceis para nós, como pontes de grades, caminhar sobre espaços estreitos ou cruzar um rio com água nos joelhos, podem ser muito difíceis e perigosos para alguns cães. Procure levá-lo apenas a locais que você já conhece ou que já seja adaptado para receber cães.

Mantenha os check-ups veterinários em dia e sempre certifique de que seu animal está bem de saúde antes de se aventurar. Carregue sempre a carteirinha de vacinação (que deve estar em dia, é claro), contato de veterinários na região onde estará viajando e o contato do seu veterinário de confiança.

Os animais são parte da família (crédito Cãomigo

Trajeto

Para viajar com os pets os trajetos possíveis de serem feitos de carro são os mais indicados, pois o carro costuma ser um local conhecido para o animal e onde ele se sente seguro e confortável. Caso não seja, importante fazer adaptação do animal ao carro, começando por pequenas distâncias, e ir aumentando a distância aos poucos, antes de pegar uma estrada mais longa.

Os animais não devem viajar soltos no veículo, existem diversas opções como caixas de transporte, cadeirinhas e cinto de segurança, avalie a melhor opção para o seu pet.

Importante planejar paradas no caminho, para esticar as pernas e as patinhas, ir ao banheiro e a graminha, e beber água. Essas paradas podem ser a cada duas ou três horas, ou até mais tempo, a depender do quanto seu peludo está acostumado com viagens. Não alimente o seu peludo pelo menos duas horas de pegar estrada, para evitar náuseas.

As viagens de avião também são possíveis, cada companhia aérea possui suas regras, mas de forma geral os cães de pequeno porte podem viajar junto com o tutor, acomodado em caixa de transporte, e os cães de médio a grande porte vão em compartimento de carga, também acomodados em caixas de transporte. As viagens internacionais também são possíveis, e neste caso cada país possui regras diferentes para receber o animal, em geral essas regras incluem vacinação, microchip e documentos expedidos por médico veterinário, mas muito importante verificar com o país de destino ao planejar a viagem. Existem empresas especializadas neste tipo de assessoria.

Ainda que as viagens de lazer com cães em aviões sejam possíveis, recomendo que seja feita apenas em casos de mudança de residência ou períodos muito longos, pois é algo estressante para o animal, e que não vale a pena por alguns dias de férias. Neste caso o melhor é deixá-lo aos cuidados de alguém de sua confiança.

Trilhas com cães nas montanhas em Monte Verde – MG (crédito arquivo pessoal)

Divirta-se

Tudo pronto, tudo preparado, agora é só curtir!!!Desligue da rotina, desconecte-se da internet, ouça a natureza, tire os sapatos, pise na terra, deite na grama, curta a natureza e o seu peludo. Sorria, relaxe, ame, viva!!!

Viagem em grupos ou passeios urbanos com seu pet, veja mais dicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sharlene Irente
Sharlene Irentehttps://www.caomigo.com.br/
Apaixonada por animais, por viagens e pela natureza, Sharlene é mãe dedicada de quatro vira-latas lindos e bagunceiros. É bacharel em Psicologia pela Universidade Braz Cubas, pós-graduada em Psicologia Organizacional pela Universidade Mogi das Cruzes e MBA em Gestão de Negócios pela ESAMC. Sharlene já traz em sua bagagem uma boa experiência. Montou há três anos a Cãomigo, empresa de eventos e viagens pet friendly

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    Roberto Silva, CEO da SanchatTour: “A Copa Airlines está salvando todo o Caribe”

    Roberto Silva tem praticado a resiliência. Seja na maneira que tem reorganizado sua operadora de turismo no centro de São Paulo, cortando gastos, investindo...

    Nasa libera primeiro vídeo de pouso em Marte (assista!)

    As viagens interplanetárias estão apenas começando!  A Nasa liberou, na noite da última segunda-feira (22), os primeiros registros em áudio feitos pelo rover Perseverance, que...

    GOL continua levando vacinas para o Norte, Nordeste e Centro-Oeste

    A GOL Linhas Aéreas realiza nesta quarta-feira (24) o transporte gratuito de mais lotes de vacinas contra a Covid-19. Atendendo a mais uma solicitação...

    Aviação e Turismo da UE exigem medidas coordenadas para salvar empregos

    Os setores de aviação e a indústria do turismo reclamam da falta de alinhamento nas medidas contra o coronavírus A atual colcha de retalhos de...

    Cuba é retratada pela lente de dois grandes cineastas em documentários na MUBI

    Dois documentários em cartaz na MUBI, plataforma de streaming de filmes com curadoria, trazem visões diferentes sobre Cuba e sua rica cultura, com um intervalo...

    GRU Airport opera abaixo da capacidade e registra 46% de queda em janeiro de 2021

    A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, informa aos leitores do DIÁRIO que registrou no primeiro mês...

    Relacionadas

    Open chat