Donald Trump ameaça barrar voos de empresas aéreas chinesas

O governo Donald Trump ameaçou ontem impedir as companhias aéreas chinesas de voar de e para os EUA a partir do próximo dia 16, argumentando que Pequim ainda não aprovou a retomada do serviço pelas companhias americanas.

Agências Internacionais

A ameaça contra as empresas aéreas chinesas marca a mais recente deterioração na relação bilateral entre EUA e China, que encontra-se no seu ponto mais baixo e em mais de três décadas.

Algumas companhias aéreas americanas tentaram retomar as operações para a China neste mês, depois de suspenderem o serviço no início deste ano por causa da epidemia de covid-19.

O Departamento de Transportes dos EUA informou ontem que a Administração de Aviação Civil da China não havia aprovado os pedidos da United Airlines e da Delta Air Lines para retomar os voos para o país. Washington acusou Pequim de violar o acordo que rege as viagens aéreas entre os países.

O governo Trump disse que pode reconsiderar a ameaça se o órgão chinês ajustar sua política para permitir a retomada dos voos pelas companhias americanas.

“Nosso principal objetivo não é a perpetuação dessa situação, mas uma melhora no ambiente, no qual as companhias de ambas as partes poderão exercer plenamente seus direitos bilaterais”, disse o Departamento de Transportes dos EUA. “Se a agência chinesa ajustar sua política para trazer a necessária melhoria da situação para as empresas americanas, o Departamento estará totalmente preparado para revisar a ação que anunciou nesta ordem.”

Essa ordem afeta apenas as companhias aéreas chinesas do continente, e não as de Hong Kong. As empresas do continente mantiveram os voos entre os EUA e a China – mesmo depois que as americanas pararam de voar em fevereiro e março – embora em níveis reduzidos. Quatro companhias chinesas (Air China, China Southern Airlines, Xiamen Airlines e China Eastern Airlines) mantêm voos regulares entre os dois países, segundo o Departamento de Transportes dos EUA.

 

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Complexo de Visitantes da NASA retoma aos poucos suas atrações

NASA Kennedy Space Center Visitor Complex , em Orlando, na Flórida, começou sua expansão de atrações para os visitantes a partir da última segunda-feira...

Os 5 Ps do Marketing no processo de reposicionamento do negócio

*Por Lúcio Oliveira “Toda companhia quer uma, mas poucas a têm: uma estratégia convincente”. Parafraseando Chan Kim, um dos autores da obra “A estratégia do...

Ministério do Turismo abre credenciamento de novos bancos para o Fungetur

Edital pode ser consultado na página do Fundo. Atualmente, 17 instituições financeiras ofertam crédito para o setor turístico EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências A partir desta...

Empresária fala das habilidades necessárias para a pós pandemia

Da Redação - Que tudo está e será diferente após essa pandemia passar não restam mais dúvidas. Habilidade para se relacionar com o novo...

Bofete, um nome que se levanta no cenário do ecoturismo brasileiro

15 ANOS DIÁRIOS - Publicado em 23 de outubro de 2017 O Brasil não conhece o Brasil, diz a música. O brasileiro menos ainda Por...

7 dicas para se profissionalizar na comunicação virtual

De repente, veio a pandemia, a quarentena e, com elas, mudanças na rotina profissional e na forma de comunicação. Reuniões virtuais, lives, webinars e...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias