Espanha diz que iniciará no sábado trâmites para intervir na Catalunha

(Reuters) –

O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, reunirá seu conselho de ministros em sessão extraordinária no sábado para iniciar os trâmites que levarão a uma intervenção prevista na Constituição espanhola sobre a autonomia da Catalunha, anunciou o governo espanhol nesta quinta-feira.

“O governo da Espanha continuará com os trâmites previstos no artigo 155 da Constituição para restaurar a legalidade no autogoverno da Catalunha”, disse o governo em comunicado.

 O anúncio foi feito minutos depois de o líder da Catalunha, Carles Puigdemont, ameaçar submeter uma declaração formal de independência ao Parlamento regional.

“Se o governo central persistir em impedir o diálogo e continuar com a repressão, o Parlamento da Catalunha poderá proceder, se o considerar oportuno, a votar a declaração formal de independência que não votou em 10 de outubro”, alertou Puigdemont.

Em uma carta enviada a Rajoy 10 minutos antes do final de um prazo para que esclarecesse se havia proclamado ou não a independência, de forma que se restaurasse “a ordem constitucional alterada”, Puigdemont admitiu implicitamente que a separação não foi declarada formalmente.

“O governo da Espanha constatou às 10h desta manhã… a negativa do líder do governo da Catalunha para atender o requerimento…”, informou o comunicado de Madri.

Por sua parte, Puigdemont acusou Rajoy em sua carta de se negar a dialogar e não reverter “a repressão”, criticando a detenção recente dos líderes de duas organizações sociais independentistas.

“Em minha carta de segunda-feira lhe propus realizar uma reunião que ainda não foi concedida… a repressão aumentou”, escreveu Puigdemont, recordando que “a decisão de aplicar o artigo 155 cabe ao governo central”.

“Apesar de todos estes esforços e nossa vontade de diálogo, que a única resposta seja a suspensão da autonomia indica que não se está consciente do problema e que não se quer conversar”, disse, adiantando-se à resposta do governo.

O governo central, por sua vez, garantiu que as medidas que aprovará no sábado e que deverão ser referendadas no Senado posteriormente serão negociadas com diversas formações políticas e que buscam “proteger o interesse geral dos espanhóis e restaurar a ordem constitucional”.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Hoteleiros paraibanos criam campanha “Paraíba Flexível & Segura”

Hoteleiros de João Pessoa, Campina Grande e Costa do Conde, em parceria com o setor de receptivo, inicia no dia 1º de agosto a...

Grand Palladium Imbassaí Spa & Resort retoma atividades dia 06 de agosto

O Palladium Hotel Group anuncia nova data de reabertura do Grand Palladium Imbassaí Spa & Resort. Inicialmente previsto para voltar a operar em 30 de...

LATAM já entregou 10 mil máscaras cirúrgicas para hospital em São Carlos

A LATAM Airlines Brasil realizou na última semana a entrega de 10 mil máscaras cirúrgicas ao Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos...

FBHA trabalha para incluir o setor do Turismo na MP 975

Na última segunda-feira (6), o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio, representou a entidade na reunião com os deputados...

Vinícola Aurora recebe certificação internacional por redução de CO2

Quase quatro mil árvores preservadas. Cerca de 61 toneladas de papel a menos enviadas para os aterros sanitários. A redução na emissão de 144,2...

KLM retoma voos diários entre São Paulo e Amsterdã

Quase quatro meses após ter reduzido a dois voos semanais entre o Brasil e a Holanda, a KLM volta aos níveis pré-crise do Covid-19 em...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias