Espiritualidade e Turismo no Século XXI

por Wanderley Mattos*


 

Quando o Paulo Atzingen me fez o convite para contribuir com o DIÁRIO falando sobre Espiritualidade e Turismo eu pensei: “Que fantástico! Que honra! Vai ser muito legal!”. Mas à medida que fui me dando conta do time de “feras” que escrevem para este jornal, engoli seco e pensei: “Que responsabilidade!”. Não sou jornalista, nem atuo profissionalmente na área do turismo. Minha formação inicial é em Comércio Exterior. A segunda, em Teologia.  E depois fiz o curso de Intérprete de Conferências, que me habilitou a exercer minha atual atividade profissional. O que, então, estou fazendo aqui?! Bem, creio que estou fazendo o mesmo que todos, colaboradores e leitores do DT: aprendendo e contribuindo! Afinal, podemos fazer isso o tempo todo: aprender uns com os outros e contribuir, repartindo o que aprendemos!

Já atuei como fotógrafo free-lance para o DT algumas vezes, unindo minha paixão pela fotografia com a paixão por viajar e descobrir o inusitado: sejam lugares, pessoas, sabores, sensações e experiências. Penso que o acúmulo disso tudo – das nossas experiências na vida – somado ao que somos e buscamos ser interiormente (bem como, exteriormente) – para além da nossa atividade profissional – é o que nos torna as pessoas que somos. Ao mesmo tempo, isso tudo aponta caminhos para que nos tornemos as pessoas que queremos e podemos ser.

Refletir sobre a nossa caminhada na vida, a nossa relação com nossa interioridade, a maneira como agimos e reagimos no mundo e diante das circunstâncias da vida e como nos aproximamos ou afastamos do que transcende a nossa própria existência, será o objeto de nossa reflexão aqui. Seja “turistando” por aí, seja refletindo sobre o mercado do turismo, ou mesmo lidando com todo estresse, desafios e incertezas da vida profissional e particular, somos, antes de qualquer outra coisa, pessoas. Pessoas cuja interioridade, muitas vezes escondida atrás do profissional audaz, anseia por algo que vá além da correria cotidiana. É essa dimensão que queremos explorar nesta coluna.

Espiritualidade no século XXI

Quem diria! No “novo” século, nem os carros voam, nem prescindimos da nossa dimensão espiritual – como se imaginava! Em nossas reflexões, iremos nos valer de um conceito amplo e aberto de espiritualidade. Pensaremos em espiritualidade como aquilo que transcende o que é tangível. Espiritualidade como a interioridade na qual nos conectamos com algo maior e que dá sentido e significado à vida para além de nós mesmos. Ou, como diz o nosso querido filósofo Mario Sérgio Cortella: “A espiritualidade é a recusa a que a vida se esgote na materialidade, numa existência que tem sentido em si mesma. Assim, a ideia de espiritualidade está conectada à ideia de transcendência. Portanto, a vida e seu sentido são construídos para além do imediato”.

É nessa dimensão que estará o nosso foco: no que vai além do aqui e do agora. Além do imediatismo. Além da circunstância que me tira o bom humor após uma negociação ruim. Além das oscilações do mercado. Queremos descobrir e colocar “o sentido” de seguir adiante no que transcende o aqui e o agora da materialidade, muitas vezes cruel, que a vida nos impõe. É essa dimensão da transcendência que poderá ser o oxigênio que nos permitirá respirar para seguir adiante, (re)descobrindo a beleza inusitada oculta no simples e desenvolvendo um olhar de admiração semelhante ao do turista boquiaberto diante do seu tão sonhado destino.

Vamos seguir juntos nessa jornada quinzenal.


WANDERLEY MATTOS JÚNIOR – ESPIRITUALIDADE E TURISMO
Wanderley é formado em Tradução Simultânea de Conferências pela PUC-SP, e também bacharel em Administração de Empresas/Comércio Exterior e Teologia, tendo já atuado  nas áreas de ensino e liderança, e eventualmente como fotógrafo free-lance para alguns projetos do DIÁRIO DO TURISMO. É tradutor e intérprete em diversas áreas do conhecimento.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Centro de Manutenção da LATAM produzirá máscaras reutilizáveis

O Centro de Manutenção da LATAM (MRO), localizado em São Carlos (SP), adaptou uma parte de sua operação para realizar a produção de máscaras...

Accor, Gol, Latam e Localiza reiteram a importância das TMC´s

“Pós Covid-19 Preparando-se para o Amanhã” foi o tema, que mobilizou a participação das agências TMC´s -- Travels Managers Companies associadas Abracorp e convidados....

IATA: cerca de 25 milhões de empregos correm o risco de desaparecer

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) divulgou uma nova análise, mostrando que cerca de 25 milhões de empregos...

Com a crise, aprendemos a ter respeito pelos lugares que visitamos

Respeitar a história de cada lugar, suas culturas e práticas, ajudam na sua preservação REDAÇÃO DO DTO cenário é inédito: peixes e golfinhos em Veneza,...

Estado de Nova York tem recorde diário de mortes em crise do coronavírus

O Estado norte-americano de Nova York bateu um recorde diário de mortes na pandemia do novo coronavírus, com 731 óbitos nas últimas 24 horas,...

Região metropolitana do RJ tem 91% dos casos de coronavírus do estado

Os casos confirmados no estado do Rio de Janeiro estão concentrados em região metropolitana, que registra 91,6% do total. Dos 1.688 casos divulgados pela...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias