Fundador da Amazon será um dos primeiros turistas espaciais

O bilionário Jeff Bezos, fundador da Amazon.com, está planejando uma viagem ao espaço, no mês que vem, como um dos primeiros passageiros transportados pela Blue Origin, empresa de viagens espaciais da gigante de tecnologia.

Dow Jones – Nova York


O executivo comentou nesta segunda-feira, em um post no Instagram, que será um dos viajantes inaugurais da espaçonave New Shepard. O lançamento, do oeste do Texas, nos Estados Unidos, está programado para 20 de julho.

“Quero embarcar neste voo porque é uma coisa que sempre quis fazer”, disse Bezos em um vídeo. “É uma aventura. É muito importante para mim.” Ele disse que seu irmão, Mark Bezos, também fará parte da tripulação.

Bezos investiu cerca de US$ 1 bilhão na Blue Origin ao longo dos últimos anos. O empresário deixará o cargo de CEO da Amazon em 5 de julho, após liderar a companhia por mais de duas décadas. Ele cederá o cargo a Andy Jassy e se tornará presidente executivo do conselho da Amazon.

A Blue Origin disse que visa apoiar a disseminação da atividade comercial no espaço no futuro. Além de seus esforços no turismo espacial, a empresa também está trabalhando em foguetes que poderiam lançar cargas úteis para a agência espacial americana, a Nasa.

A lista dos primeiros passageiros do voo da Blue Origin, em julho, inclui o vencedor de um leilão de caridade que será concluído neste mês. O leilão teve quase 6 mil participantes e o lance mais alto é de US$ 2,8 milhões, disse a Blue Origin nesta segunda-feira.

A cápsula New Shepard tem capacidade para seis pessoas e é totalmente autônoma. A nave foi projetada para se elevar brevemente acima da Linha Karman – linha imaginária a cem quilômetros do nível do mar que é considerado o início do espaço – antes de retornar ao solo sob um paraquedas, dez minutos após o lançamento.

Os esforços da Blue Origin para comercializar voos espaciais são paralelos aos da SpaceX, a empresa de voos espaciais liderada por Elon Musk, CEO da Tesla. No ano passado, a SpaceX se tornou a primeira empresa a lançar astronautas da Nasa no espaço.

Ambas as empresas competiram para projetar uma nova cápsula que pudesse pousar astronautas na Lua antes que a Nasa concedesse o contrato à SpaceX em abril. A Blue Origin entrou com uma petição contestando a concessão do contrato.

O bilionário Richard Branson também investiu em voos espaciais comerciais. A Virgin Galactic, empresa que ele fundou e que também planeja oferecer turismo espacial, abriu o capital em 2019 na bolsa americana.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial