Governador de São Paulo, João Dória, diz que nova quarentena não será homogênea

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta segunda-feira, em entrevista à GloboNews, que a atual quarentena adotada em São Paulo para conter a disseminação do novo coronavírus, que vence no domingo, será prorrogada, mas que dessa vez as medidas restritivas serão heterogêneas e levarão em conta a situação em cada região do Estado.

Reuters

“Nós teremos uma nova quarentena. Não é imaginável que possamos não ter uma nova quarentena a partir de 1º de junho, mas será uma quarentena inteligente. Inteligente por quê? Porque vai levar em conta toda a regionalização do Estado de São Paulo no interior, na capital, na região metropolitana, no litoral de São Paulo. A decisão não será homogênea”, disse Doria na entrevista.

O governador afirmou que os detalhes da nova quarentena serão anunciados em entrevista coletiva na quarta-feira. Ele afirmou ainda que “neste exato momento” não há previsão da adoção do lockdown em nenhum município paulista, mas voltou a dizer que o protocolo para eventual uso desta medida está pronto e será usado se houver necessidade.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial