Iata: tráfego internacional decola em abril de 2022 e mercado doméstico no Brasil bate recorde

Segundo o relatório Air Passenger Market Analysis divulgado pela IATA – International Air Transport Association (Associação Internacional de Transportes Aéreos), que representa a indústria aérea mundial, o mercado de transporte aéreo está em franca recuperação em praticamente todo o mundo. A única excessão é a China, onde as medo das de combate à pandemia de Covid continuam tendo forte impacto.

Da Redação


Com referência aos números registrados em Abril deste ano, o relatório da IATA traz quatro destaques:

• A receita internacional de passageiros pagantes por quilômetro voado (RPKs) impulsiona a recuperação da indústria global em abril de 2022. Várias rotas aéreas estão acima dos níveis pré-pandemia, e o mercado internacional global relata um crescimento de 331,9% ao ano.

• A adoção de novas condições de entrada flexíveis de de viajantes estrangeiros em diversos países asiáticos promoveu maiores taxas de crescimento na região. No entanto, a divergência no ritmo da recuperação entre a região Ásia-Pacífico e outros mercados persistem.

• O vírus Omicrom ainda impacta as viagens aéreas domésticas em geral. O declínio na China se aprofundou à medida que restrições estritas de viagem limitaram as viagens aéreas dentro, de e para o país. Os RPKs domésticos globais caíram 1,0% em abril na comparação de ano a ano.

• Inflação, preços elevados do querosene de aviação e baixa confiança do consumidor são pontos de preocupação para os próximos meses, mas as reservas internacionais, no entanto, mostram uma alta disposição para viajar para o exterior – uma tendência positiva que deve durar durante todo este verão.

 

Brasil é destaque

Um dos pontos que chamam atenção no relatório da IATA é o desempenho do mercado aéreo doméstico do Brasil em relação à receita de passageiros pagantes por quilômetro voado (RPK – Revenue Passenger Kilometer),

No Brasil, os volumes do RPK no mercado doméstico tiveram um crescimento anualizado de 133,3% em abril, o que é 34,2% superior ao mês anterior. De acordo com o relatório da IATA, foi o melhor resultado obtido em todos os mercados domésticos analisados.

Para ter acesso ao relatório Air Passenger Market Analysis da IATA referente ao mês de abril de 2022, clique neste link.

1 COMENTÁRIO

  1. É uma excelente notícia para todos nós! Falta agora, as Cias Aéreas acalmarem o ímpeto de faturar, fatura e faturar e começarem a readequar os preços das passagens à valores bem mais acessíveis!

    As compensações pelas perdas provocadas pela covid já devem começar a chegar ao seu final.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial