Isenção de vistos tem início hoje

(Edição do DT com agências)

Começa a valer, nesta quarta-feira (01), a isenção de vistos para turistas americanos, japoneses, canadenses e australianos que desembarcarem no país até o dia 18 de setembro. A iniciativa faz parte da estratégia do Ministério do Turismo em incentivar a entrada de visitantes de países que, só em 2015, foram responsáveis pela emissão de 759.087 turistas segundo o Anuário Estatístico do Turismo.

A Embaixada dos Estados Unidos já disponibilizou um blog para informar cidadãos americanos interessados em visitar o Brasil durante esse período que o governo brasileiro facilitou a entrada no país. No ano passado, os EUA enviaram 575.796 turistas para o país, perdendo apenas para a Argentina, responsável por 2.079.823 visitantes, o equivalente a 33% do total de turistas.  A embaixada norte-americana também está produzindo um vídeo sobre a isenção de vistos que será divulgado nas redes sociais.

“A medida do Governo Federal de isenção de vistos para turistas de quatro países levou em consideração um conjunto de fatores como: países que mais gastam no Brasil, baixo risco migratório e forte tradição olímpica”, avaliou o ministro Henrique Eduardo Alves.

Setor comemora ação

A expectativa é de que a medida tenha reflexos tanto no aumento de visitantes quanto no incremento da economia. De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), a facilitação de viagens pode gerar um aumento de até 20% no fluxo entre os destinos. Isto representa um acréscimo aproximado de 75 mil turistas internacionais e uma injeção de US$ 80 milhões na economia brasileira.

O turista norte-americano é o que mais gasta no Brasil no segmento lazer. O gasto médio dia do visitante que vem para o Brasil dos EUA é de US$ 125,21, enquanto a média global é de US$ 87 de acordo com a Demanda Internacional do MTur. “A isenção de vistos é uma excelente ideia para estimular a vinda de turistas para a Olimpíada e, quem sabe, esses visitantes fiquem um pouco mais para conhecer outros lugares além das cidades sede”, comenta a presidente da Federação Nacional dos Guias de Turismo (Fenagtur), Irma Karla.

Para o presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens (ABAV), Edmar Bull, a medida é positiva. “Vamos defender que essa ação tenha continuidade. A gente quer um apoio de todos os políticos para isso continuar de forma a trazer mais turistas e mostrar cada vez mais o Brasil para o mercado internacional”, defendeu.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

O que os hoteleiros falam sobre as OTA’s que não querem negociar

Em um momento como esse que o país atravessa, um  número cada vez maior de pequenos e médios hotéis, pousadas e até grandes hotéis...

CNC projeta queda de 6,1% no PIB em 2020

Diante da incerteza em relação à superação da crise provocada pelo novo coronavírus e do grau de contaminação da economia, a Confederação Nacional do...

Empresas conseguem suspender pagamento de energia na primeira instância

Uma empresa que está em recuperação judicial conseguiu na Justiça o direito de pagar apenas a energia consumida. A empresa havia comprado energia no...

Universal Orlando Resort anuncia reabertura de alguns hotéis a partir do dia 2 de junho

A partir de 2 de junho de 2020, alguns hotéis do Universal Orlando Resort irão reabrir para os hóspedes. A reabertura desses hotéis será...

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias