Marco Badia, fundador da Amplo Comunicação: ‘o consumidor quer imagem, quer comer com olhos’

Linguagem, layout, midias digitais, web, conceito, marca, emoção. Todos esses termos, aparentemente antagônicos estão na ponta da lingua do jovem empreendedor Marco Badia, fundador da Amplo Comunicação. Formado em Direito e consultor daquelas empresas que buscam nas mídias sociais seu lugar ao sol, Badia fala nesta entrevista concedia ao DIÁRIO sobre o desaparecimento (ou enfraquecimento) do Facebook com a chegada do Instagran,  os valores intrínsecos de uma marca, formação de equipes internas para desenvolver campanhas, entre outras abordagens. Acompanhe: 

DIÁRIO – Quais são as principais ações que você desenvolve na sua empresa, considerando que hoje nós vivemos o boom das mídias digitais….

MARCO BADIA – Nós temos algumas frentes de trabalho com mídias sociais, como Facebook, Instagram e Linkedin, com campanhas nessas áreas e também com mídias digitais como sites, portais e tudo o que envolve esse universo digital, que pode ser utilizado como canal para uma campanha de empresas de qualquer porte. Atuamos também com consultoria e desenvolvimento de projetos digitais, que visa desenvolver equipes ou prestar uma consultoria mesmo sobre a otimização de campanhas de alguma marca ou produto. 

DIÁRIO – Quando você fala em mídias digitais, quer dizer administração da conta de um Facebook, por exemplo?

MARCO BADIA – Sim. Nessa ação nós vamos do começo ao fim, ela é head to tail. Então, desde o planejamento de como uma marca deve se comportar nas mídias sociais para obter sucesso, até a operacionalização dessa campanha, e termina com o relatório de retorno do investimento. É um círculo.  

DIÁRIO – O site da Amplo, e é um site inteiramente interativo. Ele acaba atendendo o cliente de uma forma efetiva…

MARCO BADIA –  Nós buscamos fornecer elementos dentro do site para que o próprio cliente possa refinar o seu pedido. Então, por exemplo, nós explicamos um pouco sobre como as cores influenciam no comportamento e na visão, nos valores que uma marca transmite. Ali fica mais fácil para o empresário saber quais são as cores que encaixam no negócio dele para o desenho e desenvolvimento de um logo, por exemplo.

  O Instagram tem ganhado força porque está mais ligado aos valores do que os consumidores querem

DIÁRIO – Como você vê o avanço das mídias sociais. O Instagram vem tomar o lugar do Facebook ou não é nada disso?

MARCO BADIA– São mídias diferentes, mas uma coisa que é muito importante de se pautar é que o Instagram tem, cada vez mais, ganhado força, porque é uma mídia social que está mais ligada aos valores do que as pessoas e os consumidores querem hoje. Eu falo de imagem, e a imagem passa uma mensagem rápida, eu não preciso de um texto, uma coisa que tem mais cara de Facebook ou do blog, que tem caído um pouco. É uma imagem, ela é bonita, ela transmite uma mensagem, ela é rápida, e isso atrai o consumidor para um restaurante, por exemplo. Ele precisa ter um Instagram forte, ele fala de comida, alimento, e a gente sabe, desde antes, que a gente come com os olhos, então é importante trabalhar a imagem quando você pensa numa campanha, numa marca nas mídias sociais. Eu acho que ele (o Instagran) tem bastante força e é uma imagem que veio para ficar e é muito difícil retroceder.

DIÁRIO –  Você oferece consultoria em desenvolvimento de projetos. Como são essas consultorias? Quais são essas empresas?

MARCO BADIA – Com a Amplo percebemos que nem sempre terceirizar um serviço de comunicação digital é efetivo para algumas marcas. Por exemplo: para alguns hotéis, restaurantes ou diversas empresas, no geral, que prestam serviços, a velocidade da informação é essencial para ser um diferencial competitivo numa campanha.

Para isso, nós percebemos que auxiliar as empresas a contratarem pessoas ou desenvolver seus funcionários e formar uma equipe com uma competência para lidar com as mídias sociais em casa, era mais eficiente. Então com alguns projetos, na verdade, muito por demandas dos nossos clientes, isso surgiu. Então nós acabamos desenvolvendo esse produto, esse serviço, que é ir à empresa, entender como isso já está sendo feito, se existe algo, ou começar algo do zero, entender os objetivos, e aí criar caminhos e diretrizes de como as pessoas daquela empresa podem atuar nas mídias digitais par obterem melhores resultados.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial