Mudas da Nordesta fecham ciclo do plano ambiental da Accor Hotels (RETRO 2017)

A Nordesta tem influenciado as comunidades locais, no pensamento dos pequenos produtores e na paisagem das nascentes. A parceria da Nordesta com a Accor Hotels começou em 2009.

por Gláucia Machado (repórter da equipe Family do DT – (RETROSPECTIVA 2017 – Publicado dia 20 de janeiro)

Claiton Majela, engenheiro agrônomo da Nordesta – empresa de reflorestamento -, buscou-nos no hotel bem cedinho para uma manhã produtiva e envolvente na região da Serra da Canastra, em Minas Gerais. Tranquilo, comunicativo e com plena consciência ambiental não apenas pela profissão, mas por ter nascido por aqui, nos trouxe informações valiosas a respeito da preservação do meio ambiente. Desde o manejo da semente, a importância da preservação do ecossistema em torno das nascentes, o trabalho das abelhas na polinização e até sobre produção do queijo da Canastra.

As mudas plantadas saem do viveiro da Nordesta, empresa responsável pelo plantio de mudas nativas da região da Serra da Canastra.  O viveiro produz atualmente cerca de 500 mil mudas nativas em sistema de tubetes, no lugar dos tradicionais saquinhos plásticos”, afirma o engenheiro. “Temos uma parceria com a Rede hoteleira Accor desde 2009”, adianta.

O viveiro da Nordesta fica na cidade de Arcos, ao pé do grandioso Parque Nacional Serra da Canastra.

O engenheiro Claiton, da Nordesta, nos conta sobre as hortas verticais
O engenheiro Claiton, da Nordesta, nos conta sobre as hortas verticais

Berçário

Encontramos no viveiro uma equipe engajada, envolvida e orgulhosa de seu trabalho.

O berçário, ou banco de sementes, abriga cerca de 150 milhões de unidades de 130 espécies nativas oriundas do Cerrado, da Mata Atlântica e da Caatinga.

A partir de um trabalho intenso de pesquisas, erros e acertos no viveiro, conseguimos diminuir o período de dormência de muitas espécies, viabilizando assim o plantio em menos tempo”, explica o engenheiro agrônomo.

O trabalho obedece ciclos completos: criação de abelhas para o equilibrio biológico
O trabalho obedece ciclos completos: criação de abelhas para o equilibrio biológico

Abelhas e poesia

O cuidado e responsabilidade da Nordesta quanto ao meio ambiente levou o viveiro ao cultivo das abelhas nativas. Jataí, Mandaçaia, Uruçu e Marmelada são algumas das espécies que encontramos por lá. Cuidadosamente criadas para benefício da natureza, da região e consequentemente para o ser humano.

Outra preocupação está no uso do adubo”, afirma Zenaido Fonseca, engenheiro agrônomo da Emater-MG.. Segundo ele, adubo de qualidade ajuda a produzir mudas e árvores com qualidade.

Enquanto tomamos café e comemos pão de queijo, Zenaido, também poeta e compositor, nos conta o quanto a ação da Nordesta têm influenciado nas comunidades locais, no pensamento dos pequenos produtores e na paisagem das nascentes.

“Antigamente a Nordesta precisava pedir aos proprietários um pedaço de terra próximo à nascente das fazendas para realizarem o trabalho da recuperação da flora. Hoje, a iniciativa é deles”, acrescenta Zenaido.

“Antigamente a Nordesta precisava pedir aos proprietários um pedaço de terra próximo à nascente das fazendas para realizarem o trabalho da recuperação da flora. Hoje, a iniciativa é deles”, acrescenta Zenaido.

De fato, isso ocorre, pois o proprietário beneficiado com a recuperação da nascente, conta para os outros os proveitos e os lucros significativos que obteve.

O banco de sementes, abriga cerca de 150 milhões de unidades de 130 espécies nativas oriundas do Cerrado, da Mata Atlântica e da Caatinga
O banco de sementes, abriga cerca de 150 milhões de unidades de 130 espécies nativas oriundas do Cerrado, da Mata Atlântica e da Caatinga

Trabalho Feliz

O viveiro emprega funcionários que moram na região. É o caso da Dona Ivani. Empregada há cinco anos, nos conta que é feliz com o que faz porque o ambiente de trabalho é especial e, além de tudo, consegue ver rapidamente os resultados.

Visitamos uma nascente em recuperação. Encontramos uma pequena mata fechada e fria, com solo cheio de folhas úmidas sinalizando nova vida. E a nascente que aos poucos vai ressurgindo do chão. O lugar que antes haviam duas árvores, hoje abriga centenas de vegetação nativa.

Desfrutamos de momentos especiais na companhia do agrônomo Claiton, apaixonado pela profissão e pela terra. Atencioso e paciente nos contou um pouco do que faz e mostrou-nos curiosidades como a semente de Saboeiro (Sapindus Saponaria), que ao ser esfregada faz espuma como sabão.

A Nordesta e a rede Accor Hotels nos ensinaram que recuperar as nascentes é possível graças a muito trabalho, dedicação, pesquisas e responsabilidade.

Preservação das nascentes: desde 2009, já foram plantadas quase 500 mil mudas de mais de 100 espécies nativas da região
Visitamos uma nascente em recuperação. Encontramos uma mata fechada com o solo cheio de folhas indicando nova vida

_______________________

PARCERIA COM A REDE ACCOR Hotels

O dinheiro economizado com as lavagens é revertido para o reflorestamento, recuperação de áreas de nascentes e matas ciliares em 25 países (Foto: divulgação)
Quando o hóspede deixa de trocar a toalha de um dia para o outro ele inicia o processo. Essa economia é revertida no plantio de mudas  (Foto: divulgação)

A Nordesta é uma das parceiras estratégicas da Rede Accor Hotels em seu programa Plant for the Planet. Que funciona da seguinte forma: quando o hóspede de um de seus de hotéis deixa de trocar a toalha de um dia para o outro, ele automaticamente faz a rede economizar água, energia elétrica, sabão, logística e uma série de outros insumos. A camareira, a governanta e a equipe do hotel pontua diariamente essa economia e ao final de um período obtém-se uma grande economia. Segundo dados da rede hoteleira, 50% do valor arrecadado é investido no projeto de plantio de mudas, em Minas Gerais. Desde 2009, já foram plantadas quase 500 mil mudas de mais de 100 espécies nativas da região, reflorestando 278 hectares nas bacias dos rios São Francisco, Araguari e Rio Grande, região que corresponde a 390 campos de futebol.


Equipe_Family_1_16*A equipe Family do DIÁRIO viajou com seguro GTA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    FBHA e Caixa Econômica atenderão empresas do Rio de Janeiro com o Fungetur

    Empresas do Rio de Janeiro (RJ) que desejam ter acesso ao Fungetur têm agora a união de duas instituições: a Federação Brasileira de Hospedagem...

    Azul inicia a distribuição de vacinas contra Covid-19 a 13 capitais brasileiras

    As doses da vacina contra a covid-19 começaram a ser transportadas por aviões da companhia aérea Azul nesta segunda-feira (18). As primeiras cidades que...

    Emirates Group começa a vacinar funcionários contra a Covid-19

    A Emirates Group lançou nesta segunda-feira (18) um programa de vacinação contra a Covid-19 para os funcionários nos Emirados Árabes Unidos, com a coordenação...

    Prefeito de Camanducaia fecha Monte Verde e espanta turistas

    Na semana que antecede o feriado de aniversário da cidade de São Paulo, 25 de janeiro, e o da cidade de Santos, no próximo...

    Funcionários e hóspedes de Hotel em St Moritz colocados em quarentena

    ST MORITZ, Suíça (Reuters) - Funcionários do luxuoso resort nas montanhas suíças de St Moritz colocaram em quarentena funcionários e hóspedes de dois hotéis...

    OMT deve assumir um papel central na recuperação do turismo a nível global

    Será promovido um Fundo de Assistência Global para a reativação do setor: Mai Al Khalifa, Presidente da Autoridade para a Cultura e Antiguidades do...

    Relacionadas

    Open chat