Organização Mundial de Enoturismo é criada com sede na Espanha

REDAÇÃO E TRADUÇÃO DO DIÁRIO com agências internacionais

Acaba de ser anunciada na Espanha a criação da Organização Mundial de Enoturismo (GWTO) que nasce junto à Academia de Enoturismo. O DIÁRIO teve acesso aos princípios gerais da organização e reproduz aqui uma síntese do documento:

O objetivo desta entidade é redefinir uma estratégia renovada e preparar as diretrizes para o novo enoturismo que está sendo e será vivido nesta Nova Era.

Nesse estágio particularmente difícil, e que inclui o futuro “próximo”, a cooperação público-privada será essencial não apenas entre países, mas também em áreas domésticas.

Governos, universidades e setor privado terão que trabalhar cooperativamente em todos os níveis, para redefinir o conteúdo em direção a uma estratégia renovada, dado o papel que o turismo deve desempenhar na ‘Nova Era’, dentro do contexto do desenvolvimento do turismo em geral. Assim, foi criada a Organização Mundial de Enoturismo, em inglês, a Organização Global de Enoturismo (GWTO) e sua Academia EnoTourism. A sede desta organização está estabelecida em Madri.

Organização Mundial Tecnovino de Enoturismo
A GWTO é uma rede de países e empresas com uma cultura do vinho e do turismo, criada para promover a colaboração entre as nações, por meio de seus governos e setores privados, em todos os níveis, dentro da estrutura dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ( ODS) da Agenda das Nações Unidas para 2030.

Seus principais objetivos são participar como interlocutor de referência nos processos de influência, negociação e decisão, com estados, organizações internacionais e entidades territoriais, mantendo uma visão abrangente para o desenvolvimento do ‘novo’ enoturismo, como prioridade política, em uma estrutura de governança inclusiva, gerando processos e serviços acessíveis, responsáveis ​​e responsivos que envolvam todos os cidadãos e, especialmente, residentes em destinos.

Os logos das entidades e José Antonio Vidal, fundador, presidente e CEO da Associação Espanhola de Enoturismo (AEE)

Sua organização executiva está estruturada em divisões regionais que trabalharão em estreita colaboração com órgãos públicos, o setor privado e com as divisões acadêmicas da Academia de Enoturismo da GWTO em suas respectivas áreas:

América do Norte: David Furer, comunicador e comerciante de bebidas para adultos
Latam: Pablo Singerman, professor de macroeconomia e economia política e co-diretor de MBA em turismo da Universidade de Buenos Aires
África: Marisha Nieuwoudt, Gerente de Turismo de Vinho da VinPro
Europa e Ásia Ocidental: Erik Wolf, Diretor Executivo Fundador, World Food Travel Association
Ásia Central e Pacífico: Margaret Chen, fundadora da Optimus Horizon
Na Espanha, José Antonio Vidal, fundador, presidente e CEO da Associação Espanhola de Enoturismo (AEE), é o fundador da Organização Mundial de Enoturismo (GWTO) e da Academia EnoTourism.

A Academia de Enoturismo
Seu Comitê Fundador é composto por 70 autoridades de 24 países do turismo do vinho: reitores, reitores, médicos e professores das mais importantes universidades e escolas de negócios, além de especialistas em consultoria de sucesso (incluindo o Master of Wine), especializados em Inteligência de Turismo, em Gerenciamento Enoturismo e Turismo Gastronômico e em outros campos relacionados.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial