Pinhão na Austrália é noz! – por Werner Schumacher*

Basta estar vivo pra ver que pode ocorrer um fato novo. Era impensável crer que havia pinhão em outro pais latino-americano, principalmente, além do Brasil.


A Austrália tem, mas lá não é pinhão, é noz. Ignorada a décadas, a noz ou pinhão australiano volta com tudo, resgatando as tradições aborígenes, quando esses viajavam longas distâncias para celebrar a colheita.

Se a nominamos noz ou pinhão é mera questão de linguagem.

Mas há diferenças, como podem reparar o pinheiro australiano que o produz.

Lá as pinhas, como aqui chamamos, pesam 20, sim 20 kg e precisam de um cara forte como o barbudo da foto abaixo para carregá-las.

O aborígene Leeton Lee, depois de passar um tempo com um dos anciões de Cherbourg, uma comunidade de Queensland, é que teve a sua primeira noz bunya, como chamam por lá o pinhão. A colheita, outra diferença, se dava a cada três anos, se reuniam para a colheita as montanhas Bunya. Durante séculos, diferentes tribos viajavam, deixavam as diferenças para negociar, arranjar casamentos e festejar a bunya, que se deliciavam com ela crua, torrada, fervida e as vezes moída em farinha.

Lee posa com dois cones de bunya que são enormes CORTESIA DE LEETON LEE

O último festival da Bunya ocorreu em 1920!

Em 2018 Lee inicio um workshop gratuito de bunya, pra surpresa dele, 100% das pessoas que se registraram eram australianos e não aborígenes. Desde então em inúmeros restaurantes e nas casas a bunya ou pinhão está presente na culinária australiana.
Creio que caberia um intercâmbio cultural sobre a bunya/pinhão entre Brasil e Austrália.

Aqui no Brasil

Um ex-vizinho da Santa Lúcia do Vale dos Vinhedos, o Pedrinho, que infelizmente foi colher pinhão em outras bandas, subia pelo tronco vertical da araucária e derrubava todas as pinhas assim.

Na parte que me tocou da propriedade não tenho pinheiros, portanto, me resta comprar e plantar pinheiros, nessa idade, não os verei produzir frutos. Exceto se comprar mudas de um pinheiro ‘inventado’ pela grande Embrapa, alcança mais ou menos 3 metros de altura e
em 6 anos já produz frutos, trata-se de uma araucária anã.

Creio que caberia um intercâmbio cultural sobre a bunya/pinhão
entre Brasil e Austrália.(Arquivo DT)

Como podem ver, de anã não tem nada a nossa Embrapa que já publicou um livro de receitas com o uso da pinhão na nossa culinária.

Em Lages-SC se realiza a Festa do Pinhão, onde se prepara um prato a base de pinhão preparado em um disco de arado sobre brasas, com Frescal, uma carne secada ao sol, mas diferente da carne de sol nordestina e do charque gaúcho, junto a pimentão, cebola e tomate, fica uma loucura de bom.


Vale dos Vinhedos, Outono de 2021

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Werner Schumacher
Werner Schumacher
*Werner Schumacher estudou Economia na PUC/RS e é um dos responsáveis pela profissionalização da vitivinicultura no Brasil.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Projeto de Lei sobre alíquota do querosene de aviação é tema de audiência pública

    Foi realizada na manhã desta terça-feira (20) uma audiência pública da Comissão de Tributação, Controle da Arrecadação Estadual e de Fiscalização dos Tributos Estaduais...

    Nomadismo Digital e Trabalho Remoto: setor hoteleiro se prepara para o futuro

    Com as restrições internacionais em vigor por conta da pandemia, as tendências do turismo apontam para um aumento nas viagens locais ou regionais para destinos...

    CNC: volume de receitas do turismo brasileiro encolheu 36,6% em 2020

    Entretanto, segundo a CNC,, a expectativa da vacinação traz a projeção de um avanço de 18,8% Com as medidas restritivas impostas nos estados brasileiros, em...

    Porto de Galinhas lança campanha de incentivo para agentes de viagens

    Nesta quinta-feira (22), Porto de Galinhas lançará uma campanha de incentivo voltada para os agentes de viagens com intuito de ajudar os profissionais do...

    Viação Executiva é alternativa para viagens privadas

    Em momentos de pandemia, poder contar com aeronaves privadas é um privilégio, especialmente se essa possibilidade vem acompanhada de uma oferta de serviço que...

    Hotéis de Floripa personalizam roteiros com foco no turismo de natureza

    Com as mudanças de hábitos e comportamento dos turistas por causa da Covid 19, os destinos turísticos precisaram se adaptar às novas tendências e...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing
    Olá.
    Esse é um canal exclusivo para Pautas e Marketing.