Povo Rapa Nui vota em manter a Ilha de Páscoa fechada

Ilha de Páscoa permanecerá fechada aos turistas

Edição DIÁRIO com agências

Fechada para os  turistas desde 16 de março de 2020, quando o país estabeleceu o estado de emergência e adotou restrições sanitárias por conta do Covid-1, a Ilha de Páscoa permanece fechada.

No período, a ilha contabilizou apenas oito casos de covid-19 e não tem nenhum paciente desde setembro de 2020. Também não houve hospitalizações ou mortes durante a pandemia, de acordo com as autoridades locais.

Toda a comunidade  – 60% dos quase 4 mil habitantes do território insular do Chile foram convocados para decidir sobre o futuro turístico, e por consequência econômico, da ilha remota. Há décadas, os habitantes baseiam o desenvolvimento da ilha na atração de turistas de todo o mundo.

Apenas 972 pessoas exerceram a opção de voto – menos de 20% da população rapa nui com condições de comparecer às urnas – em uma consulta da comunidade Ma’u Henua, administradora do parque nacional Rapa Nui, que fez a pergunta “Você quer a abertura da ilha (ao turismo) em janeiro?”.

A opção “não” recebeu 649 votos e o “sim” 320, além de três votos nulos, anunciou a comunidade nas redes sociais. A autoridade local não se pronunciou sobre o resultado.

A decisão final, no entanto, será da autoridade de saúde regional de Valparaíso ou do ministério da Saúde, que não explicaram se pretendem levar o resultado da votação em consideração.

“A receita da ilha é sua indústria turística. É a fonte que movimenta a economia”, explicou à AFP Salvador Atan, vice-presidente da comunidade Ma’u Henua, administradora do Parque Nacional Rapa Nui. A comunidade está diante de um dilema, segundo Atan: a pequena capacidade do sistema de saúde para minimizar contágios com a chegada de turistas e a situação econômica de um território que depende exclusivamente desta receita para sua sobrevivência.

A Ilha de Páscoa tem 73,1% da população vacinada contra o coronavírus, mas o centro médico de Hanga Roa – capital da ilha – não possui UTI, mas sim respiradores. Além disso, apenas uma ambulância enviada há um mês do continente está equipada para tratar um paciente em risco de vida por covid-19.

PC

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial