Soterrada em 1600, “Pompeia” da América Latina é procurada no Peru

Cientistas peruanos e franceses procuram localizar 33 vilarejos na região de Moquegua (sul) enterrados em fevereiro 1600 pela erupção de um vulcão, a maior já ocorrida no continente e que tem sido chamada de “a Pompeia da América Latina”.

Nessa data, o vulcão Huaynaputina em Moquegua – a 1220 km ao sul de Lima – entrou em erupção com rajadas de mais de 30 km de altura e fluxos piroclásticos (mistura de gases vulcânicos, pedras quentes e ar preso) que avançaram cerca de 300 km por hora com temperaturas 400 a 1200 graus centígrados.

Tudo foi enterrado, segundo informou Luisa Macedo, engenheira do Observatório Vulcanológico do Instituto Geofísico Minerador Metalúrgico (Ingemmet) peruano, que lidera a investigação.

“As investigações indicam que, um ano após a erupção em Moquegua, a temperatura caiu em todo o mundo em 1,3 graus”, explicou.

Em três expedições (agosto, outubro e novembro) foram detectados, com o auxílio de modernos equipamentos, seis povoados enterrados entre três a quinze metros de profundidade, informou. A extensão da área enterrada ainda é desconhecida.

A área pode se tornar um sítio arqueológico semelhante ao dos restos de Pompeia, cidade da Roma antiga que foi soterrada pela violenta erupção do Vesúvio em 79 dC, perto da moderna cidade de Nápoles, um porta-voz do governo disse regional.

Cada expedição contou com 10 a 20 pesquisadores, liderados pela equipe do Observatório do Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD) da França e da Universidade de La Réunion, na França. Também participam especialistas de Bélgica, Bolívia, Chile e historiadores de Moquegua.

O projeto de investigação do Observatório Vulcanológico do Instituto Geofísico Minerador Metalúrgico está estimado em três anos.

“Esperamos encontrar detalhes da vida comum da época, que foi de transição entre os incas e o vice-reinado espanhol. Era o momento em que a colônia estava tentando reunir os casarios e congregá-los para fazer grandes cidades. Essa zona era altamente agrícola”, disse a pesquisadora.

A região de Moquegua e alguns municípios se comprometeram a apoiar economicamente o projeto do Observatório, para poder desenterrar os povoados uma vez que sejam encontrados. (AFP)

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Blue Tree Hotels entra na era room office e lança lança My Space

A rede Blue Tree Hotels anuncia nesta sexta-feira (10) o lançamento do serviço My Space. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Trata-se da ambientação dos apartamentos em...

Etnia Casa Hotel, de Trancoso (BA), reabre em 15 de julho com tecnologia em biossegurança

Tudo pronto para a reabertura. Após publicação de decreto de autorização, pela Prefeitura de Porto Seguro, a Etnia Casa Hotel retoma suas atividades em...

Conheça os  tipos de hóspedes do Intercontinental Cartagena de Índias. Um pode ser você!

Preservando as características internacionais da marca, o Intercontinental Cartagena de Índias – possui serviços e produtos que seduzem qualquer tipo de hóspede Por Paulo Atzingen...

Em live, Ministério do Turismo apresenta próximos passos do Programa Revive

Em uma live realizada nesta quinta-feira (09), o Ministério do Turismo, o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Secretaria Especial...

Jornal DIÁRIO DO TURISMO tem novo slogan e anuncia novos colaboradores

Novidade que reforça o protagonismo do leitor integra a nova etapa do projeto de renovação editorial, explica o diretor de redação Paulo Atzingen  POR ZAQUEU...

Uma viagem intergaláctica com o astrônomo Emerson Perez (Exclusivo!)

15 ANOS DIÁRIOS - publicado dia 17 de fevereiro DE 2018 Perez acredita que as viagens interplanetárias ganharão impulso nas mãos de empresas privadas REDAÇÃO DO...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias