Vinhos feitos com uvas diferentes podem ser considerados de qualidade?

As questões não param de chegar sobre esse mundo tão fascinante e misterioso do vinho. Marco Antonio, de Porto Alegre (RS) pergunta ao Werner: Vinhos feitos com uvas diferentes podem ser considerados de qualidade?

Werner Schumacher responde:

Para mim são os melhores vinhos! Em francês esses vinhos são chamados de ‘Assemblage’, que é uma arte e os vinhos da região francesa de Bordeaux são os maiores exemplos. Na Espanha é chamado de ‘Corte’, termo que adotamos no Brasil. Na Itália ‘taglio’ e em inglês ‘blending’, como o whisky.

Vou usar o exemplo de Bordeaux, o mais famoso. Normalmente usam 4 castas: Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Petit Verdot em proporções diferentes e também em relação à área que é produzido o vinho. O Pomerol, do famoso Petrus usa mais Merlot ou
só essa cepa.

O enólogo deve então pegar amostras desses vinhos, que são produzidos separadamente e faz diversas misturas entre eles, normalmente, predomina uma variedade e as outras entram em menor escala. Cada variedade aporta com uma característica.

Exemplo: 70% Cabernet Sauvignon, 15% Merlot, 10% Cabernet Franc e 5% de Petit Verdot e isso varia de ano a ano, conforme a qualidade da vindima.

Na Copa do Mundo de Futebol em 2014 aqui no Brasil, a vinícola Lidio Carraro criou um vinho com 11 cepas diferentes, cada uma representando uma posição dos jogadores. Foi o vinho oficial da Copa.

Châteauneuf-du-Pape, outro exemplo francês, nesse caso são 13 as variedades utilizadas para o corte e na Itália, o Chianti tinto aceita uma uva branca, hoje já não se usa tanto, mas está permitida em norma.

- Advertisement -

Voltando a Bordeaux, cabe ressaltar – por causa da mudança climática – estão testando outras variedades. A uva Malbec já foi muito utilizada por lá e agora está voltando com força. Daqui uns anos os vinhos de Bordeaux já não serão os mesmos de hoje. Aliás os
vinhos dessa região, por exigência do mercado, vem aumentando o seu teor alcoólico.

Apenas por curiosidade, pois é outro assunto, o vinho trazendo a variedade no rótulo foi uma invenção americana no início do século passado.

Ficou curioso? então prove um vinho de corte! Gostou? Ótimo, afinal, aprende-se sobre vinho provando!


Werner Schumacher, é o alemão brasileiro que na década de 80 e 90 do século passado trouxe os insumos da Europa para o início da vinicultura no Rio Grande do Sul, e portanto, no Brasil.

Sem meias palavras, Werner durante o último ano escreveu sobre inúmeros assuntos do universo do vinho. Defendeu a viticultura heroica de montanha, ficou do lado dos pequenos produtores de uva e vinho do Rio Grande do Sul, enalteceu a importância do enólogo em uma propriedade que produz vinho. Além de tudo isso, e com muita classe, critica os marqueteiros que tentam desmistificar o mundo do vinho com seus produtos padronizados e sem caráter.


As perguntas a WERNER SCHUMACHER podem ser enviadas para o Whatsapp do DT: (11) – 99361-4862 – ou no próprio Comentários do Leitor (logo abaixo)

 

Compartilhe com um amigo:

1 COMENTÁRIO

  1. Matéria interessantíssima. Sempre me questionei sobre isso e, na verdade, tinha até um certo pré-conceito quando ia beber um vinho de corte. Aliás, descobri com a matéria que pode ser chamado assim. Sem dúvidas, agora, provarei esse tipo de vinho com outros olhos! Adorei a matéria. Descobri o site recentemente e fico impressionada com a vasta variedade de assuntos que são abordados. Meus parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    “Guias de turismo em breve mostrarão sua força, o pior já passou”, diz presidente da Fenagtur

    Nesta segunda-feira (10), se comemora o dia do Guia de Turismo no Brasil. A data serve para ressaltar a vital importância deste profissional no...

    Sky Samuara Hotel diversifica o público e tem expectativas positivas para a retomada do turismo

    O Sky Samuara Hotel integra a diversificada rede de hotéis do grupo Sky, na Serra Gaúcha. O Samuara fica em Caxias do Sul (RS),...

    Bertioga realiza evento “Maio Náutico” nos próximos dias 21 e 22

    Gratuito, evento em Bertioga acontece nos dias 21 e 22 de maio, das 10h00 às 18h00 e das 14h00 às 18h00, respectivamente. A pandemia C-19,...

    No Dia do Guia de Turismo Liguia realiza evento online

    O Dia do Guia de Turismo é celebrado nesta segunda-feira (10) e, para prestigiar esses profissionais tão importantes para o setor do Turismo, a...

    Turistas latino-americanos vacinados na praia de Miami Beach, Flórida

    Um posto de vacinação temporária aplicou neste domingo em Miami Beach, Flórida, 175 vacinas da Johnson & Johnson, a marca preferida dos turistas por...

    Itália volta a receber turistas internacionais dia 15. Brasil está fora

    Após uma longa espera, a Itália vai reabrir suas portas para os turistas internacionais. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agência ANSA A partir do próximo sábado (15),...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing