França inicia flexibilização de quarentena a partir de segunda-feira (11)

A França começará a flexibilizar a chamada quarentena a partir da próxima segunda-feira, anunciou nesta quinta o premiê francês, Edouard Philippe. Segundo ele, haverá um processo “bastante gradual” para suspender “lentamente, mas com segurança”, as medidas de confinamento.

VALOR ECONÔMICO

Philippe alertou que a França foi “dividida em duas”, uma vez que os avanços e relação ao controle da pandemia de covid-19 em algumas partes foram mais lentos do que se esperava. Ele ressaltou que as restrições podem ser retomadas se as pessoas não respeitarem as regras de distanciamento social.

Em Paris, por exemplo, algumas restrições continuarão, uma vez que o novo coronavírus continua circulando na capital.

“A partir de segunda-feira vamos progressivamente desfazer o confinamento que começou em 17 de março… mas o país foi dividido em dois, com o vírus circulando mais rapidamente em algumas regiões, especialmente na região de Île-de-France [onde fica Paris], que é mais densamente povoada”, disse o premiê.

Em outras partes do país, escolas de ensino médio, cafés e restaurantes poderão abrir a partir de início de junho se a taxa de infecção permanecer baixa.

Com relação as fronteiras francesas, o ministro do Interior, Christophe Castaner, disse que o país permanecerá fechado até segunda ordem.

 

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial