LATAM Airlines suspende pagamento de dividendos a seus acionistas

A LATAM Airlines Group S.A. informou à Comissão do Mercado Financeiro (CMF) no Chile que, no âmbito do processo de reorganização voluntária iniciado nesta última terça-feira (27) sob o Capítulo 11 nos Estados Unidos, o Grupo não distribuirá dividendos a seus acionistas correspondentes ao exercício de 2019, que estavam previstos para pagamento em 28 de maio de 2020.

EDIÇÃO DO DIÁRIO

Isso é explicado pelo fato de que as regras que regem o Procedimento do Capítulo 11 impedem a companhia aérea de distribuir dividendos a seus acionistas enquanto se concentra na renegociação de seus passivos, que permite a continuidade de suas operações e viabilidade futura.

Como se sabe, a Latam Airlines informou oficialmente nessa terça-feira que ajuizou pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, incluindo a companhia e suas afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e Estados Unidos. As afiliadas da empresa na Argentina, Paraguai e Brasil não foram incluídas.

Segundo informado pela empresa, nada se altera para os clientes e parceiros, que terão seus voos, passagens, vouchers e/ou qualquer forma de crédito garantidos ao longo do processo, mantendo-se integralmente todos benefícios do programa de milhagem.

Guardadas algumas peculiaridades, o processo de recuperação judicial nos Estados Unidos se assemelha ao brasileiro e tem como objetivo maior, como o próprio nome já diz, recuperar a empresa com dificuldades econômico-financeiras mediante homologação judicial de um plano especial para pagamento de suas dívidas (via de regra, com desconto e parcelamento sobre o valor original).

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial