Os perigos de uma selfie

EDIÇÃO DO DT (De agências internacionais)

 

Na sociedade dependente das redes sociais, muita gente quando viaja se sente impulsionada a tirar fotos para partilhar em suas redes, sejam elas o Instagram Facebook ou Twitter. E hoje em dia a forma mais comum de tirar essas fotos é a conhecida “selfie”.

Enquanto na maior parte dos casos, esta atividade não tem qualquer tipo de mal, em alguns casos, na busca de uma selfie especial e única, as pessoas colocam-se em situações de grave perigo para a sua integridade física e mesmo para a sua vida.

Não é, portanto, estranho que ao longo dos últimos anos, se tenham registado acidentes fatais por todo o mundo, em que pessoas na procura de uma selfie, foram longe demais, e pagaram o mais alto preço.

Listamos esses casos, não apenas por curiosidade, mas sim como uma forma de sensibilização para os perigos muitas vezes esquecidos ou olhados de lado, para que da próxima vez que for tirar uma selfie, não repita esses erros e possa voltar de novo para casa, sem problemas.

Casos

Começamos pela India, onde mais de metade das mortes por selfies ocorreram. Aqui, as mortes ocorreram de várias formas, desde a pose com animais selvagens, ou por afogamento após despencar de falésias, há casos também de quem tenha morrido ao tentar tirar fotografias com comboios em andamento.

Também nos Estados Unidos da América pessoas já perderam a vida enquanto pousavam para uma selfie num comboio, ou numa linha férrea. Alem disso, também já foi registado um caso de um jovem que subiu em uma árvore sobre um rio para uma melhor panorâmica. A árvore não aguentou o seu peso e ele caiu ao rio.

No Paquistão também se registaram vários casos de pessoas que se afogaram enquanto tentavam tirar as suas selfies, inclusive um caso de seis pessoas. Estar em um grupo não significa ter mais segurança!

Na Rússia também perto de uma dezena de pessoas perderam a vida enquanto tentaram tirar selfies em frente a comboios em movimento. Por mais valente que seja, por mais rápido que você pense que é, não tente fazer isso. Outra coisa que você também não consegue correr mais rápido, é de um avião a descolar. Que o digam os dois adolescentes que tentaram tirar uma selfie num aeroporto no México.

Os animais também são perigosos e imprevisíveis. Sejam selvagens ou “domésticos”. Na China, um homem perdeu a vida em 2016 num zoo quando caiu na área das morsas enquanto tentava tirar uma selfie. Pior, um dos tratadores, ao tentar salvar o turista, perdeu também a vida. No Nepal, o responsável pelo acidente, foi um elefante com o qual a vítima tentava tirar uma selfie.

Tirar selfies do topo de lugares altos também é um acontecimento comum. Mas lembre-se, que quanto maior a altura, maior a queda. Que o diga o turista eslovaco que caiu do alto de um rochedo na Croácia, ou o estudante que caiu de um prédio de 20 andares, nas Filipinas.

As selfies podem ser parte da experiência da viagem, mas tenha muita atenção às condições e aos riscos que tomam para tirá-las. Lembre-se que o mais importante é regressar e poder contar as experiências em primeira mão.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Fabricante Rolls-Royce descobre fissuras em lâminas do motor do A350

A Rolls-Royce procurou tranquilizar clientes e investidores nesta terça-feira depois de ter descoberto fissuras nas lâminas dos compressores usados em seu motor Trent XWB,...

Hotelaria em Salvador tem 6,2% de ocupação em julho

O desempenho da hotelaria em Salvador do mês de julho revela uma realidade ainda desanimadora. Considerando todos os hotéis, abertos e fechados, a taxa...

Contagem regressiva para o desaparecimento da Uva Tannat (Final)

A região de Saint Mont, no sudoeste da França, além de possuir os únicos vinhedos com videiras préfiloxera é oficialmente reconhecida na França como...

Facebook anuncia doação de R$ 14 milhões a pequenos empresários de SP e DF

O Facebook lançou um programa de subsídios que vai oferecer R$ 14 milhões para pequenos e médios empresários que estão enfrentando dificuldades por causa...

Desastre em Mariana: homologado acordo de R$ 1 bilhão para reparação de danos

A decisão da 12ª Vara Federal prevê a alocação dos recursos em ações de infraestrutura, turismo e lazer nas áreas atingidas EDIÇÃO DO DIÁRIO com...

Profissionais do turismo na Baixada Santista ganham selo de qualidade

A Associação dos Profissionais do Turismo da Baixada Santista (APT) lança a campanha #SouProfissionaldoTurismo, para valorizar e fortalecer o papel de quem trabalha com...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat