- Publicidade -
Início Economia do turismo Internacional Presidente da UE: “turistas vacinados nos EUA podem visitar Europa no verão”

Presidente da UE: “turistas vacinados nos EUA podem visitar Europa no verão”

0
603
As companhias aéreas dos Estados Unidos e da Europa tradicionalmente contam com o lucrativo mercado transatlântico para voos de maior rendimento e maiores margens (Crédito: arquivo DT)
- Publicidade -

Uma grande notícia para as companhias aéreas, como afirmou a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen em uma entrevista New York Times: turistas americanos totalmente vacinados podem ser bem-vindos neste verão.

EDIÇÃO E TRADUÇÃO DO DIÁRIO com agências internacionais


Enquanto os detalhes ainda estão sendo acertados, Ursula oferece um alento de esperança para as companhias aéreas afetadas pela crise e na expectativa de ver alguma ação entre os dois continentes.

A UE pode receber turistas dos EUA neste verão

- Publicidade -

Em entrevista ao New York Times, Ursula von der Leyen afirmou que as negociações entre a União Europeia e os Estados Unidos estão em andamento sobre a reabertura para o turismo, e que ótimo desempenho da vacinação nos EUA é um bom presságio.

Ela declarou especificamente o seguinte na entrevista do Times:

“Os americanos, até onde posso observar, usam vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos. Isto irá permitir a livre circulação e viagens para o nosso continente”, afirmou.

Os EUA predominantemente estão administrando vacinas da Moderna, Pfizer / BioNTech e Johnson & Johnson, todas aprovadas para uso na Europa. O país também fez um excelente progresso na campanha de vacinação, e todos os adultos nos EUA agora são elegíveis para receber a vacina, se desejarem. Uma vacina para crianças menores de 16 anos não foi aprovada, mas os ensaios e a revisão regulatória estão em andamento.

Por mais de um ano, as viagens entre os EUA e a Europa foram reduzidas drasticamente. Duas ações governamentais recíprocas foram tomadas. De um lado o próprio ex-presidente Trump anunciando a proibição de entrada nos Estados Unidos para estrangeiros que estiveram na UE, Reino Unido e Irlanda e, posteriormente, a União Europeia limitando viagens não essenciais.

A declaração de Ursula von der Leyen –  uma funcionária de alto nível na Europa – indica um potencial de reabertura. Não há um prazo para a reabertura da Europa para turistas vacinados, mas parece claro que a Europa exigirá que todos os turistas tragam um certificado de vacinação.

Passaportes de saúde digitais podem ser uma grande parte da solução. No entanto, a UE e os EUA provavelmente irão pressionar para que os registros em papel sejam aceitos para os viajantes que se sentem desconfortáveis ​​em enviar um certificado de vacina para uma plataforma digital ou para aqueles que não têm acesso a essa tecnologia.

As companhias aéreas estão pressionando uma reabertura europeia

As companhias aéreas dos Estados Unidos e da Europa tradicionalmente contam com o lucrativo mercado transatlântico para voos de maior rendimento e maiores margens. Estimulados por uma combinação de viajantes a lazer e negócios, os EUA e a Europa continuam bem conectados, especialmente no verão. Como tal, várias companhias aéreas têm pressionado por uma reabertura europeia mais ampla para passageiros vacinados.

Antes desta declaração da Sra. Von der Leyen, a Grécia e a Islândia já haviam esboçado planos para aceitar turistas vacinados. É provável que outros países façam o mesmo nos próximos meses, especialmente se a UE der oficialmente sua bênção aos países para permitir viagens de lazer, presumindo que os passageiros possam provar sua condição de vacinados.

Compartilhe com um amigo:
- Publicidade -

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pautas e Marketing