Conheça as vantagens de um intercâmbio profissionalizante

Das agências com edição do DT

Buscar novos caminhos para continuar se capacitando dentro do mercado de trabalho é algo que todo profissional deve fazer para construir uma carreira de sucesso. Uma excelente opção para alcançar esse objetivo, e que inclui, além do up no currículo, o bônus de melhorar um segundo idioma, criar um network qualificado e ainda poder conhecer um novo país, são os cursos profissionalizantes no exterior.

Em um mundo cada vez mais globalizado, a experiência internacional tem se tornado um diferencial no momento de preencher uma vaga de trabalho, ainda mais com o crescimento do número de empresas se internacionalizando. Segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV), houve um aumento de 47% entre 2015 e 2018 de operações no exterior ligadas a companhias brasileiras.

Cursos profissionalizantes no exterior

Nos cursos profissionalizantes no exterior o estudante terá aulas voltadas para negócios dentro do seu campo de atuação. O intercambista aprimorará o inglês, além de vivenciar assuntos relacionados a áreas como Marketing, Gerenciamento de projetos, Gestão de Negócios, entre outros.

Um exemplo são os cursos para ganhar um Certificado Profissional da Stafford House. O programa promove conversas com profissionais de empresas do ramo, visitas técnicas, projetos em equipe e casos de negócios.

Conheça os benefícios do curso profissionalizante no exterior:

Desenvolver todo o lado profissional

O primeiro benefício do curso profissionalizante é o de prepará-lo para o mercado de trabalho na área de atuação do intercambista. O aluno terá a chance de aprender com professores experientes, líderes empresariais locais e novos empreendedores.

Criar um networking internacional qualificado

Criar um networking qualificado é uma ferramenta importante para o sucesso profissional. Segundo a EY, 41% dos profissionais gostariam de aumentar sua rede de contatos. Porém, acham que não tem tempo suficiente para fazer isso. O intercâmbio pode ser o momento ideal para fazer boas conexões.

Desenvolver “soft skills”

O intercâmbio não desenvolve apenas “hard skills”, como o idioma e questões técnicas, mas também as “soft skills”. A experiência de viver no exterior ensina a pessoa a ter:

  • resiliência
  • empatia
  • pensamento crítico
  • capacidade de resolver problemas, entre muitas outras habilidades esperadas pelas empresas hoje em dia

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Governo prorroga prazo para recolhimento de INSS, PIS e COFINS

Por Marcelo Vianna* O Ministério da Economia acaba de publicar a Portaria 139, de 03.04.2020, prorrogando o prazo de recolhimento dos seguintes tributos federais:INSS das competências de março...

CEO e Fundador do Grupo OYO renuncia a salário anual seguido por equipe de liderança

O COVID-19 impactou significativamente o setor de hospitalidade global, com as ocupações de diversas redes de hotéis sendo afetadas drasticamente. Nesse período difícil e...

Abav-SP e Aviesp realizam LIVE para esclarecer dúvidas dos agentes de viagens

A Abav-SP e Aviesp realizarão uma transmissão ao vivo pela página do Instagram (https://www.instagram.com/abavsp.aviesp/), no dia 7 de abril (terça-feira), às 14h30. A LIVE...

Máscaras caseiras podem ajudar a evitar transmissão da doença (ouça áudio)

Com a disseminação do coronavírus (Covid-19) por todos os estados do país e a falta de máscaras para reduzir a transmissão da doença, muitas...

Festival Coolritiba 2020 será reagendado por conta do COVID-19

A 4ª edição do festival mais cool do Brasil será reagendada! O Coolritiba 2020, previsto para acontecer em Maio, diante do avanço da COVID-19...

Curiosidade: quando surgiram os mapas?

Os mapas mais antigos que se têm registro hoje são os mapas babilônicos, confeccionados em argila por volta de 2.300 A.C. REDAÇÃO DO DTMuito...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias