Advogados brasileiros alertam sobre os riscos da atuação de escritórios de advocacia estrangeiros no Brasil

Profissionais estrangeiros não podem protocolar processos, mesmo relacionados a imigração

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


 

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) emitiu um comunicado que vai passar a fiscalizar com mais vigor a atuação de escritórios de advocacia estrangeiros no Brasil, por meio da Corregedoria Federal e com apoio da Coordenação Nacional de Fiscalização da Advocacia do respectivo Conselho Federal.
Para que esses profissionais possam atender seus clientes, é preciso antes solicitar uma autorização da OAB. “Mesmo assim, somente no que se refere a consultoria no direito estrangeiro correspondente ao país ou estado de origem do profissional, sendo vedado, inclusive, a atuação em concurso ou sociedade nacionais”, conforme explica o advogado especialista em direito internacional, Wallisson Cabral de Oliveira.
Esta atuação da OAB Federal é necessária, porque segundo as normas brasileiras a atuação de escritórios de advocacia estrangeiros no Brasil tem limites e depende de registro na Ordem.
Essa iniciativa visa combater a atuação ilegal destas empresas estrangeiras, que captam clientes dentro do território brasileiro, sem respeitar a legislação. “Ocorre um verdadeiro desrespeito. Além disso, trata-se de uma concorrência desleal”, afirma Wallisson.
O especialista em direito internacional reforça que a atuação de escritórios e advogados estrangeiros dentro do Brasil, mesmo quando permitido, somente poderá ocorrer na forma de consultoria em direito de seu país, nunca em matéria de lei do Brasil.
Advogados brasileiros alertam sobre os riscos da atuação de escritórios de advocacia estrangeiros no Brasil
O oposto também pode sofre penalizações, prejuízo e ainda ter a imagem do escritório comprometida.

Propaganda em redes sociais

Outro fato é em relação a propaganda destes escritórios em redes sociais. Dentro do território brasileiro ocorrem publicações claramente mercantis, com finalidade de captar clientes e vender serviços jurídicos, o que é proibido. Tais fatos, segundo o advogado, caracterizam uma concorrência desleal. “Faço votos que essa fiscalização seja feita com inteligência e persistência. A OAB é soberana no território brasileiro e assim deve agir”, finaliza.
Daniel Toledo, advogado da Toledo e Advogados Associados, especialista em direito internacional, consultor de negócios internacionais e palestrante reforça que a atuação da OAB se faz totalmente necessária. “Há anos luto por esta causa. Da mesma forma que existe a fiscalização dos brasileiros quando advogam no exterior”, aponta. Outro fato é em relação a propaganda destes escritórios em redes sociais. Dentro do território brasileiro ocorrem publicações claramente mercantis, com finalidade de captar clientes e vender serviços jurídicos, o que é proibido. Tais fatos, segundo o advogado, caracterizam uma concorrência desleal. “Faço votos que essa fiscalização seja feita com inteligência e persistência. A OAB é soberana no território brasileiro”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    FBHA e Caixa Econômica atenderão empresas do Rio de Janeiro com o Fungetur

    Empresas do Rio de Janeiro (RJ) que desejam ter acesso ao Fungetur têm agora a união de duas instituições: a Federação Brasileira de Hospedagem...

    Azul inicia a distribuição de vacinas contra Covid-19 a 13 capitais brasileiras

    As doses da vacina contra a covid-19 começaram a ser transportadas por aviões da companhia aérea Azul nesta segunda-feira (18). As primeiras cidades que...

    Emirates Group começa a vacinar funcionários contra a Covid-19

    A Emirates Group lançou nesta segunda-feira (18) um programa de vacinação contra a Covid-19 para os funcionários nos Emirados Árabes Unidos, com a coordenação...

    Prefeito de Camanducaia fecha Monte Verde e espanta turistas

    Na semana que antecede o feriado de aniversário da cidade de São Paulo, 25 de janeiro, e o da cidade de Santos, no próximo...

    Funcionários e hóspedes de Hotel em St Moritz colocados em quarentena

    ST MORITZ, Suíça (Reuters) - Funcionários do luxuoso resort nas montanhas suíças de St Moritz colocaram em quarentena funcionários e hóspedes de dois hotéis...

    OMT deve assumir um papel central na recuperação do turismo a nível global

    Será promovido um Fundo de Assistência Global para a reativação do setor: Mai Al Khalifa, Presidente da Autoridade para a Cultura e Antiguidades do...

    Relacionadas

    Open chat