Aeroporto privado começa a ser construído em Aparecida de Goiânia (GO)

“A necessidade de conectividade num país continental, como o nosso, força os empreendedores a buscarem alternativas de locomoção e logística” afirma o diretor operacional do empreendimento

Edição DIÁRIO com agências

Dos 5.600 municípios brasileiros, apenas 100 são atendidos por voos regulares da aviação comercial convencional, deixando 5.500 fora dessa rota aérea.

O número é apenas uma amostra do quanto esse mercado ainda pode ser desbravado no Brasil pelo setor da aviação de negócios ou aviação executiva.

A análise é do empresário, piloto e consultor Francisco Lyra, que falou para empresários e autoridades políticas durante lançamento da pedra fundamental do Antares, polo aeronáutico que está sendo construído na cidade de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana de Goiânia, em Goiás.

- Advertisement -

Na ocasião, o nome de Francisco Lyra também foi oficializado como diretor operacional do futuro aeroporto executivo.

“A necessidade de conectividade num país continental, como o nosso, força os empreendedores a buscarem alternativas de locomoção e logística. A aviação de negócio consegue conectar cerca de três mil municípios brasileiros, bem mais do que os pouco mais de 100 municípios com voos regulares oferecidos pela aviação comercial”, diz Lyra.

O empreendimento

Quando estiver em operação, o Antares irá gerar mais de 2.200 empregos diretos, chegando ao número de mais de 3.000 postos levando em conta o período de construção.

As obras já foram iniciadas. Ao todo, a construção do empreendimento será dividida em cinco fases. A primeira está prevista para ser concluída em 2024, com 72 lotes entregues, pista de pouso funcionando, área de embarque e desembarque e  infraestrutura para hangares, como energia elétrica, sistema de abastecimento de água, pavimentação asfáltica e a área fechada com portaria monitorada.

A pista de pouso e toda a pavimentação do empreendimento será feita com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), que é o material mais utilizado hoje em dia em pistas de aeroportos pelo Brasil. Cerca de 4.500 toneladas serão usadas apenas para a construção da pista.

O Antares possui 2,096 milhões de m² de área total, dos quais 611 mil m² de área vendável, distribuídas em 455 hangares. Também contará com uma ampla estrutura de apoio como lojas, restaurantes e um hotel executivo, com uma pista que será capaz de receber todos os modelos de aviação geral e jatos executivos.

PC

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Patrícia de Campos
*Patricia é formada em Comunicação Social (Rádio e TV) pela FAAP, com pós graduação em Marketing pela ESPM. Neta do imortal escritor parnasiano Humberto de Campos, Patrícia é diretora da Gentileza R.P., empresa de representação de hotéis e destinos diferenciados do Brasil.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Flávia Alessandra e Otaviano Costa vão representar Hotéis Hard Rock no Brasil

    A rede de hotéis Hard Rock, desenvolvida no Brasil pela incorporadora VCI SA, terá Flávia Alessandra e Otaviano Costa como embaixadores e membros consultivos...

    Petrópolis (RJ) realiza 21º Festival Petrópolis Gourmet

    Em formato presencial, de 3 a 19 de dezembro acontecerá a 21ª edição do festival gastronômico Petrópolis Gourmet Edição DIÁRIO com agências A previsão é a...

    Turismo da Cidade do Cabo despenca com a nova variante do coronavírus Omicron

    CIDADE DO CABO, 30 DE NOVEMBRO (Reuters) - A chegada do transatlântico Europa na Cidade do Cabo nesta terça-feira (30) deveria ser uma celebração...

    Governo paulista cria Distrito Turístico Serra Azul para ser a ‘Orlando brasileira’

    "O distrito turístico tem uma capacidade impulsionadora para investimentos privados, empregos e oportunidades em toda a região”, afirmou Doria Edição DIÁRIO com agências O Governador de...

    “O setor não suporta mais a recessão que vem enfrentando”, afirma Manoel Linhares

    Em artigo, presidente da ABIH Nacional fala sobre novas restrições e diz que dificultar as viagens internacionais parece não ser a solução Por Manoel Linhares O...

    Siderley Santos, CEO do grupo Arbaitman: “Nunca vendemos tanto o destino Brasil”

    A chegada do fim do ano combinada com os avanços da vacinação e a abertura das fronteiras de destinos internacionais têm dado novo ânimo...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing