Turismo norte-coreano: diminuição de turistas estrangeiros marca a edição da Maratona de Pyongyang

O veto dos EUA quanto à visita de norte-americanos no país asiático é um dos responsáveis por tal situação envolvendo a Maratona de Pyongyang

Agências Internacionais com DT –

Descrita como a “maior atração do ano” na Coreia do Norte, a Maratona de Pyongyang do mês que vem deve ter metade dos participantes estrangeiros em relação ao ano passado devido às tensões políticas e a uma proibição a visitantes norte-americanos.

O turismo internacional diminuiu na Coreia do Norte em 2017, quando as tensões se elevaram em reação ao desenvolvimento e aos testes de armas nucleares e de mísseis balísticos intercontinentais do país, que desafiou resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os Estados Unidos proibiram seus cidadãos de visitarem o país recluso em julho do ano passado, mês seguinte à morte do universitário norte-americano Otto Warmbier, pouco após ser solto depois de passar 17 meses detido na Coreia do Norte.

“O turismo chegou perto do colapso, havia muito menos turistas”, disse Simon Cockerell, gerente-geral da Koryo Tours, observando que o mercado é pequeno e muito suscetível a mudanças.

Turismo na Coreia do Norte

Os números do turismo melhoram lentamente por conta do apaziguamento visto nos últimos meses, causado pela retomada das conversas intercoreanas e a iniciativa de uma cúpula entre Pyongyang e Washington, mas isso não se traduziu em um grande comparecimento ao maior evento turístico do ano, disseram agências de viagem.

“Nossos números de turistas em grupos agendados para a Coreia do Norte vêm crescendo continuamente. Entretanto, a quantidade de participantes da Maratona de Pyongyang deste ano diminuiu consideravelmente”, disse Rowan Beard, gerente da Young Pioneer Tours, observando que uma das principais razões da redução é a ausência de norte-americanos.

“A maratona, o maior evento a atrair turistas no momento, está com menos da metade do tamanho que teve no ano passado”.

O veto dos EUA continua em vigor, exceção feita para algumas categorias de agentes humanitários e jornalistas.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

O dia em que entrevistei Charlie Daniels

Se Bob Dylan, Stevie Wonder e Neil Young me levaram ao encontro da gaita, Charlie Edward Daniels me levou ao estridente e impetuoso mundo...

Air France-KLM apresenta seu relatório de sustentabilidade de 2019

Depois de atingir suas metas para 2020 antes do previsto, em 2019 a Air France-KLM estabeleceu novas metas ambiciosas para reduzir sua pegada de...

A partir de quarta-feira (3), a Itália permitirá a liberdade de movimento em todo o país

ROMA (Reuters) - As mortes causadas pela epidemia de Covid-19 na Itália subiram em 55 nesta terça-feira, contra alta de 60 no dia anterior,...

Plataforma com ambiente de treinamento em hotéis é lançada

Ao vestir a camisa de quem está à frente da batalha de combate ao Covid-19 e em todo o processo de retomada das atividades...

Cancun recebe selo de segurança de viagem da WTTC

O objetivo é promover a reativação segura da atividade turística e recuperar a confiança dos viajantes, com medidas de higiene e saneamento.A OMT expressou...

Hotéis miram retomada e contratam empresas especializadas em biossegurança

Consultorias especializadas assessoram hotéis na elaboração e implementação de novos protocolos para preservar a segurança de colaboradores e clientes na retomada POR REDAÇÃO (Zaqueu Rodrigues...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias