Médico usa óleo da “Canabis Sativa” para combater estresse e “doenças modernas”

A ciência sempre impetuosa abre estradas cada vez mais largas e que vão cada vez mais longe. Ela oferece ao homem  respostas e soluções diante de um mundo cada vez mais complexo, misterioso e estressante 

Por Patricia de Campos

O médico-cirurgião Thiago Marra, há cerca de dois anos chegou a um quadro de exaustão profissional e pessoal, apresentando insônia e ansiedade. Procurou ajuda de um psiquiatra, e deu início ao tratamento médico com o uso do Óleo de Canabidiol, e hoje é um dos defensores do medicamento.

Segundo Thiago, ouvido pelo DIÁRIO, quem tem picos de stress, ansiedade e insônia, precisa entender melhor o que é o Canabidiol.

Segundo ele, o canabidiol (CBD) é uma das mais de 400 substâncias químicas canabinoides encontradas na planta “Cannabis Sativa”, planta essa que produz também outras substâncias, que são usadas como alucinógeno.

“Assim como o Ópio, que tem substâncias com princípios ativos diferentes, sendo base para muitos medicamentos utilizados no dia a dia como o Elixir Paregórico, um antiperistáltico para dores no estômago e outros á base de seu óleo, que tem como função minimizar dores”, adianta Thiago.

Descoberto em 1992 por um químico de Israel, o canabinoide THC tem sido um grande aliado para quem apresenta uma série de enfermidades, inclusive para as chamadas “doenças do mundo moderno”, como o stress.

Dr. Thiago Marra há cerca de dois anos chegou a um quadro de exaustão profissional e pessoal, apresentando insônia e ansiedade e fez uso do Canabidiol.

“Falo sempre isso, o Canabidiol é um medicamento que é a base de uma substância natural, como vários medicamentos que são vendidos em farmácia, O importante é saber que ele não tem efeito alucinógeno pela quantidade de THC, que é uma das substâncias da planta que produz alucinações”, explica Thiago Marra.

Termo Maconha Medicinal é equivocado

Segundo ele, o termo maconha medicinal é totalmente equivocado. “Tem-se a impressão que se vai fumar maconha para ter o efeito medicinal, e não é isso. O que se faz é uso é do óleo extraído da planta chamada “Canabis Sativa”, que pode inclusive ser ingerido junto com a alimentação, e que traz vários benefícios, como a melhoria da insônia, melhora a qualidade do sono e é inclusive como anti-inflamatório, melhoras de problemas intestinais, tratamento de dores, controle de apetites, redução de efeitos colaterais de quimioterapias e suplemento alimentar, além de estudos que relatam sua propriedade como neuro protetor”, enumera o especialista.

Embora possa ser prescrito por médicos e possa ser importado por qualquer paciente, o valor é proibitivo grande maioria das pessoas que poderiam se beneficiar com a medicação. Hoje a importação de um frasco, que em média é utilizado em dois meses, tem o valor em torno de R$ 1.700,00.

“A ANVISA deve inclusive liberar para os próximos anos a comercialização que deverá ser feita por laboratórios com a prerrogativa que façam mais trabalhos sobre os benefícios, o que vai trazer mais respaldo científico, para mostrar ainda mais a eficácia da substância e com isso se tornar mais popular, podendo, quem sabe no futuro, ser um medicamento utilizado inclusive pelo SUS”, acrescenta Thiago Marra.

O que é importante ficar claro: o Canabidiol e o tetra-hidrocanabinol são alguns dos derivados da maconha. O cultivo da planta em território brasileiro não é permitido. Os produtos já aprovados para uso medicinal à base de Cannabis no Brasil exigem receita médica de controle especial. O tipo de receita varia de acordo com a concentração solicitada pelo médico.


Dr. Thiago Marra é membro da ABRAMEPO (Associação Brasileira de Médicos Pós-graduados), titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Plástica, especialista em rinoplastia. É fundador da ABRAPROS, que visa combater a reserva de mercado e criar um projeto de lei para regulamentar a atuação de todos os profissionais de saúde que executam procedimentos estéticos. A ação pretende favorecer biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, dentistas e fisioterapeutas que atuam com procedimentos estéticos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT