Viajar com pets no inverno – veja as dicas!

Em algumas regiões do país, como aqui em São Paulo, o frio veio com tudo este ano. Por mais que ficar no sofá embaixo dos cobertores seja tentador no inverno, para quem ama viajar não existe tempo ruim, não é mesmo? E em todas as estações do ano encontramos destinos perfeitos para botar os pés, e as patas, na estrada.

por Sharlene Irente*


Com os devidos cuidados, os pets são a companhia perfeita para viajar no inverno, afinal são fofinhos e quentinhos, e nada melhor do que abraçar uma fofura dessas para esquentar o corpo e o coração, não é mesmo?

Assim como nós, nossos pets também precisam de cuidados especiais para passar pelo inverno com conforto e segurança, por isso hoje vamos conversar sobre alguns cuidados que essa época fria exige.

Conheça bem o seu pet

É muito importante conhecer as características da raça, mas também de cada indivíduo. Algumas raças são mais resistentes ao frio, como as que têm origem em países que possuem temperaturas a baixo de zero, por exemplo o husk siberiano. Já os animais de pelo curto como pinscher e alguns daschund, sentem bastante frio. Os gatos são bastante sensíveis ao frio também, e em ambas as espécies, é necessário cuidado especial com filhotes e animais idosos.

Se seu pet gostar, vista-o com roupinhas quentinhas

Os pets também tremem de frio e têm até soluços, mas não deixe chegar a este ponto para protegê-lo. Se perceber as orelhas geladas ou ele encolhido, é hora de oferecer um cobertor ou roupinha, e mantê-lo em local abrigado.

Cuidado com o tempo seco

- Advertisement -

No inverno é comum sofrermos com a baixa umidade do ar em algumas regiões do país, como por exemplo no interior de SP. Como o ar mais seco sentimos alguns desconfortos, como a boca seca, garganta irritada e pele ressecada, e os animais também sofrem com isso.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os níveis ideais de umidade do ar são entre 50% e 70%. Quando este índice fica abaixo dos 30% é considerado preocupante. E isso vale também para nossos peludos.

Os pets também sentem frio

A baixa umidade do ar afeta nosso organismo e nos deixa mais vulneráveis infecções, vírus, problemas respiratórios e diversas doenças. Pessoas e pets mais sensíveis, ou que possuem doenças respiratórias, são afetados mais rapidamente.

Sabemos que beber água é importante, mas em períodos de tempo seco é essencial! Estimule seu pet a beber bastante água, ofereça sempre, troque a água do potinho várias vezes ao dia, mantendo-a sempre fresca, se possível utilize uma fonte, especialmente para os gatinhos. Durante os passeios leve ainda mais água do que está acostumado e ofereça várias vezes ao seu peludo.

Se o se na sua região a umidade do ar estiver baixa evite passeios e atividade física entre 10h e 16h, neste horário o ar tende a ser mais seco. Evite caminhadas longas e exercícios intensos, principalmente (mas não somente) se seu peludo tiver o focinho achatado.

Avalie a necessidade de roupinha para o pet

Como já falamos, nem todos os pets sentem frio da mesma forma, mas se o seu peludo é friorento pode ser uma boa ideia considerar uma roupinha bem quentinha.

Por aqui os quatro dogs usam roupinhas quando está muito frio, e ficam bem quentinhos e confortáveis. Mas nem todos os cães se acostumam ou gostam de usar roupas, e os gatos normalmente não aceitam de forma nenhuma (com raras exceções). Se o seu pet demonstrar desconforto e não quiser usar roupa, respeite. Jamais o obrigue. Deixe um cobertor bem quentinho em um local protegido do vento, e ele ficará confortável.

O inverno é perfeito para trilhas em montanhas

Cuidado com uso de roupinhas durante atividade física. Se for fazer uma caminha curta e leve pode manter a roupa, mas em casos de passeios como trilhas e outras atividades físicas intensas, é melhor dispensar as roupinhas. Uma vez que o pet estará em exercício e já esquentando o corpo, e a roupa pode atrapalhar a mobilidade do pet durante o percurso, e até mesmo causar excesso de calor. As raças braquicefálicas (aqueles pets que tem o focinho bem mais curto, como pugs e buldogues), têm muita dificuldade de troca de calor levando até a quadros de hipertermia. Para esses animais são indicados passeios nas horas mais frescas do dia, e sem roupas, mesmo no inverno.

Se sua viagem for para uma região de frio intenso, como a serra catarinense, e seu pet for muito sensível ao frio, avalie roupinhas adequadas, mantenha uma programação maioritariamente em ambientes fechados, onde não fique exposto ao vento, e até mesmo avalie se deve mesmo levar o seu pet.

Os pets também pegam gripes e resfriados

Assim como nós, os cães e gatos podem apresentar sintomas parecidos com o do resfriado nos humanos. Geralmente os sintomas de resfriados tendem a ser auto limitantes, mas também podem evoluir para alguma alteração respiratória mais grave, ou indicar uma doença viral como a gripe, que é transmitida de um animal para outro.

Mas atenção, a gripe nos animais não é o mesmo vírus que afeta nós humanos. A gripe felina e canina não é transmitida para as pessoas, um cachorro se contamina apenas com outro cachorro, e gatos apenas por outros gatos. Converse com seu veterinário sobre as vacinas recomendadas para o seu peludo.

Alguns cães se empolgam e se jogam na água, mesmo no inverno, como é comum com os goldens por exemplo. Não permita que se molhem se estiver muito frio, ou muito vento. Se estiver uma temperatura agradável, um dia de sol, procure secar bem os pelos após o mergulho, já que os pelos molhados aumentam a sensação de frio.

Cacau é bem sensível ao frio, adora cobertor

Banhos devem ser em água morna, ambiente com temperatura ambiente agradável e uma ótima secagem dos pelos. Avalie a real necessidade dos banhos, pets que estão em tratamento dermatológico com banhos devem continuar, mas caso o banho seja apenas estético, procure espaçar ou até mesmo dar uma pausa no inverno. Produtos para higiene a seco são ótimas opções para manter a higiene em dia, mantém eles limpinhos quando não é possível dar banho.

Aproveite o melhor de cada estação

Capriche na malinha do pet, com roupas, cama e cobertores bem quentinhos, procure o destino adequado ao seu perfil e do seu pet e aproveite o inverno ao lado do seu pet.

Famosos destinos de inverno, como Monte Verde-MG, Campos do Jordão-SP e Gramado-RS, possuem muitas opções pet friendly, para você não ter que ficar longe do seu melhor amigo.

Aconchego embaixo das cobertas

Aproveite os dias mais frios para caminhadas e trilhas secas, ou seja, sem rios e lagos, como por exemplos as trilhas em montanhas, que por serem pouco sombreadas não são recomendadas no calor.

A temporada de montanha está aí, já temos excelentes hotéis e restaurantes que são pet friendly, as temperaturas amenas favorecem caminhadas e exercícios, e muitas aventuras incríveis te esperam. Não deixe que a preguiça te mantenha no sofá, existe um mundo lindo lá fora, e seu pet é a melhor companhia para curtir tudo isso.


Sharlene Irente é apaixonada por animais, por viagens e pela natureza. Ela é mãe dedicada de quatro vira-latas lindos e bagunceiros. É bacharel em Psicologia pela Universidade Braz Cubas, pós-graduada em Psicologia Organizacional pela Universidade Mogi das Cruzes e MBA em Gestão de Negócios pela ESAMC.  Montou há quatro anos a Cãomigo, empresa de eventos e viagens pet friendly.

 

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sharlene Irentehttps://www.caomigo.com.br/
Apaixonada por animais, por viagens e pela natureza, Sharlene é mãe dedicada de quatro vira-latas lindos e bagunceiros. É bacharel em Psicologia pela Universidade Braz Cubas, pós-graduada em Psicologia Organizacional pela Universidade Mogi das Cruzes e MBA em Gestão de Negócios pela ESAMC. Sharlene já traz em sua bagagem uma boa experiência. Montou há três anos a Cãomigo, empresa de eventos e viagens pet friendly

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    16º Festival das Cataratas chega ao fim e celebra visitação

    “Foi uma edição especial para todos nós”, afirmou a diretora do Festival das Cataratas Mayara Angeli Edição DIÁRIO com agências O 16º Festival das Cataratas chegou...

    Taiwan será primeiro país do Leste Asiático a receber a World Pride

    O evento acontece a cada dois anos em uma cidade diferente e reúne, além da Parada do Orgulho LGBTQIA+, uma série de outros eventos...

    Conheça o destino brasileiro referência em turismo acessível

    A grande maioria das atividades de turismo aventura estão adaptadas para pessoas com qualquer tipo de deficiências Edição DIÁRIO com agências A cidade de Socorro (SP),...

    Brasil terá escritório regional da Organização Mundial do Turismo (OMT)

    Com a confirmação da sua construção, será a primeira representação da entidade nas Américas, fortalecendo o setor em todos os países do continente Edição DIÁRIO...

    Aviação defende adesão de países da América Latina ao Certificado Digital COVID da União Europeia

    O sistema de Certificado Digital COVID da UE compreende três tipos de certificados gratuitos relacionados à Covid-19: um certificado de vacinação, um certificado de...

    França atualiza regras para a entrada de turistas estrangeiros

    Novas medidas são apresentadas no momento em que as contaminações avançam na Europa e o aparecimento da nova variante ômicron causa temor global Por Redação A...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing