Accor e Fairmont anunciam meta de atingir as emissões líquidas de carbono zero até 2050

A rede Fairmont Hotels & Resorts comemora seu 30º aniversário de sua premiada Fairmont Sustainability Partnership, parte do programa Planet21 da Accor.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


A bandeira Fairmont e a Accor anunciaram a meta de atingir as emissões líquidas de carbono zero até 2050. Também foi assumido o compromisso de eliminar todos os plásticos descartáveis ​​remanescentes nos quartos, áreas de reunião e restaurantes em todos os hotéis até o final de 2022.

Inaugurada em Copacabana em 2019, a primeira unidade da marca de luxo da Accor na América do Sul mantém o compromisso global da rede com a adoção de medidas redutoras dos impactos ambientais. As ações garantem ao Fairmont Rio de Janeiro Copacabana o ACQUA-HQE™, certificado internacional de construção sustentável, desenvolvido a partir da certificação francesa Démarche HQEtm (Haute Qualité Environnementale).

Entre as ações de conduta sustentável, destaque para a instalação de dispositivos nas torneiras, chuveiros e bacias sanitárias, por meio dos quais a unidade carioca prevê redução de cerca de 23% no consumo de água – em relação ao padrão estipulado pela HQE™. O uso de lâmpadas de LED também garante economia de 33% nos gastos com iluminação, enquanto o isolamento térmico de envoltória e os equipamentos de ar condicionado, com reaproveitamento de calor, possibilitam mais 34% de economia energética. Além disso, um sistema de automação permite que os consumos de água e energia sejam monitorados em tempo real.

“A sustentabilidade é um dos principais pilares que trabalhamos na Accor, e com essas medidas que implementamos em nosso hotel buscamos contribuir com a diminuição do impacto ambiental no planeta, além de incentivarmos um turismo cada vez mais responsável e sustentável”, afirma Netto Moreira, Diretor-geral do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana.

A maioria dos viajantes de luxo está cada vez mais preocupada com os impactos do turismo no planeta e com as maneiras pelas quais as empresas estão reduzindo proativamente sua pegada ambiental geral. Pesquisas dos estudos Fairmont e da Accor indicam que quatro em cada cinco viajantes veem as práticas ambientalmente sustentáveis ​​e os ingredientes da cozinha de origem local como importantes, enquanto 84% consideram importante que os hotéis recomendem experiências que não sejam prejudiciais para a comunidade local.

- Advertisement -

Seguindo essas tendências, o Fairmont Rio de Janeiro Copacabana firmou, em 2019, uma parceria com o apiário Amigos da Terra, uma empresa familiar localizada na região de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, para produzir artesanalmente uma linha exclusiva de mel para o hotel. Resultante de florações silvestres, de laranjeiras, assapeixes e eucaliptos visitadas pelas abelhas, o mel é utilizado nos três pontos de alimentação do hotel abertos ao público em geral: o restaurante Marine, o Spirit Copa Bar e o Coa&Co Café. Com essa parceria, a unidade valoriza os pequenos produtores locais.

Chef do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana, Jérôme Dardillac, visitando o apiário Amigos da Terra (Crédito: divulgação)

E, como ação mais recente, o hotel acaba de fechar uma parceria com o programa Porsche Destination Charging, da icônica marca de automóveis esportivos. Com isso, o Fairmont Rio de Janeiro Copacabana ganha duas estações de carregamento com o padrão europeu Tipo 2 (potência 11kW), que permitem o carregamento de todos os modelos de carros elétricos e híbridos compatíveis com o padrão Tipo 2, com recarga gratuita para hóspedes. A iniciativa, que busca opções sustentáveis e ecológicas para o automobilismo, reflete as diretrizes propostas pelo certificado ACQUA-HQE™. Com esta nova parceria, a Porsche conta agora com 98 carregadores instalados em parceiros ao redor do Brasil, distribuídos em 11 estados.

Linha do tempo da Sustentabilidade
  • 1991 – Fairmont Hotels & Resorts (então Canadian Pacific Hotels) é a primeira empresa hoteleira do mundo a lançar um mandato ambiental abrangente. O programa pioneiro, denominado Green Partnership Program, é emulado por outras marcas de hotéis nas décadas seguintes.
  • Década de 1990 – Fairmont desenvolve seu primeiro Guia de Parceria Verde, um manual prático para ajudar seus hotéis e outras empresas a tornarem suas operações mais ecológicas.
  • Década de 1990 – Fairmont lança o Eco-Meet, um programa de conferência ecologicamente correto que visa minimizar o impacto no meio ambiente durante reuniões, conferências e eventos semelhantes; o primeiro hotel a oferecer o Eco-Meet foi o Fairmont Chateau Lake Louise.
  • 2001 – Fairmont lança a segunda edição de seu livro de procedimentos ambientais, o Green Partnership Guide, para permitir que outras empresas de viagens lucrem com as iniciativas de redução de custos que Fairmont desenvolveu na última década.
  • 2005 – Fairmont continua a demonstrar preocupação genuína com o planeta, lançando Eco-Innovations, uma coleção de projetos focados localmente que encorajam o aprendizado entre colegas e a interação com os hóspedes; cada projeto de assinatura atende às necessidades do ecossistema local.
  • 2006 – Fairmont recebe o Global Tourism Business Award, do World Travel & Tourism Council (WTTC), e é reconhecido como o melhor exemplo mundial de turismo responsável e operações sustentáveis ​​na indústria hoteleira.
  • 2006 – Fairmont anuncia uma parceria com a World Heritage Alliance, uma iniciativa conjunta da Fundação das Nações Unidas e Expedia, Inc., para promover a conservação, o turismo sustentável e o desenvolvimento econômico para as comunidades localizadas dentro e ao redor dos sítios do Patrimônio Mundial.
  • 2006 – Fairmont faz uma parceria com o Instituto Pembina para reduzir suas emissões de gases de efeito estufa por meio da compra de compensações de energia eólica.
  • 2007 – Encaminhado pelo ambientalista renomado mundialmente, Dr. David Suzuki, Fairmont lança a terceira edição de seu aclamado Guia de Parceria Verde, um texto abrangente de instruções para empresas que buscam “ecologizar” suas operações. A marca se firma ainda mais como embaixadora ambiental e pioneira da indústria em práticas de turismo responsável e gestão hoteleira sustentável.
  • 2009 – Fairmont se junta ao Programa de Proteção do Clima do World Wildlife Fund (WWF) e se compromete a reduzir suas emissões operacionais de CO2 em 20 % abaixo dos níveis de 2006.
  • 2009 – Fairmont anuncia a remoção mundial de espécies ameaçadas de peixes, como o robalo chileno e o atum rabilho, dos cardápios dos restaurantes; a marca também se alinha com organizações respeitáveis ​​de observação de frutos do mar, a nível local, para garantir que os hóspedes continuem a receber uma seleção abrangente de opções sustentáveis ​​de frutos do mar.
  • 2010 – Fairmont assume o compromisso global de tornar seus hotéis membros do Green Key Eco-Rating Program (Green Key).
  • 2013 – Fairmont, mais uma vez, eleva as expectativas na área de sustentabilidade com uma atualização global de sua Fairmont Sustainability Partnership. Expandindo seu escopo e tendo uma abordagem mais holística da responsabilidade operacional, o programa expandido oferece maior equilíbrio em torno das prioridades econômicas, ambientais e sociais da empresa.
  • 2015 – Fairmont anuncia que atingiu sua meta de reduzir as emissões operacionais de CO² em 20% abaixo dos níveis de 2006. A promessa foi feita em 2009, como parte do Programa WWF Climate Savers. Fairmont se torna a primeira empresa do setor de hospitalidade a atender a essa ambiciosa meta ambiental.
  • 2015 – Fairmont amplia sua programação apícola com a introdução formal de seu programa Bee Sustainable; além de nutrir os habitats das abelhas, o programa se expande para incluir o cuidado das abelhas silvestres com a introdução de novos hotéis para abelhas polinizadoras em locais de Fairmont em todo o mundo.
  • 2018 – Várias propriedades Fairmont em todo o mundo instalam sistemas de filtragem de água nos quartos de hóspedes para eliminar o uso de garrafas plásticas descartáveis ​​e minimizar o desperdício e os riscos à vida marinha.
  • 2019 – Fairmont Maldives Sirru Fen Fushi revela uma série de novas esculturas dentro do Coralarium do resort – o primeiro e único projeto de regeneração de corais das Maldivas na forma de uma instalação de arte subaquática. A estrutura do Coralarium e as esculturas internas atuam como um recife artificial, incentivando a vida marinha local a torná-lo um lar.
  • 2019 – O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana firmou uma parceria com o apiário Amigos da Terra, uma empresa familiar localizada na região de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, para produzir artesanalmente uma linha exclusiva de mel para o hotel.
  • 2019 – O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana garantiu o SELO ACQUA-HQETM, certificação internacional de construção sustentável, desenvolvido a partir da certificação francesa Démarche HQEtm (Haute Qualité Environnementale). Desde seu lançamento no Brasil, em 2008, o processo AQUA-HQEtM propõe um novo olhar para sustentabilidade nas construções brasileiras. No hotel em Copacabana, diversas ações foram tomadas em prol da sustentabilidade, como a instalação de dispositivos economizadores nas torneiras, chuveiros e bacias sanitárias; o uso de lâmpadas de LED, que garantem a redução de 33% nos gastos com iluminação; projeto paisagístico visando a redução do consumo de água, com a escolha de vegetação com baixa necessidade de rega, entre outras.
  • 2021 – Parceria do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana com o programa Porsche Destination Charging, da icônica marca de automóveis esportivos O hotel ganha duas estações de carregamento com o padrão europeu Tipo 2 (potência 11kW), que permitem o carregamento de todos os modelos de carros elétricos e híbridos compatíveis com o padrão Tipo 2, com recarga gratuita para hóspedes.
Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    O surgimento do novo turista: o viajante consciente

    O impacto da pandemia e do trabalho remoto deve transformar o turismo. Mais calmos e conscientes, conheça o novo perfil dos viajantes. Por Cláudio Leon...

    Brasil é o 3º país que mais usa redes sociais no mundo (veja os infográficos!)

    O Brasil é o 3º país que mais usa redes sociais no mundo, com uma média de 3 horas e 42 minutos por dia....

    Roberto Bertino, CEO do grupo Nobile: “A hotelaria vive uma mutação”

    Fundador e presidente do grupo Nobile Hotels & Resorts, Roberto Bertino fala ao DIÁRIO sobre o início da sua jornada na hotelaria, aponta os...

    Embora remota, erupção de vulcão nas Ilhas Canárias, pode causar tsunami no Brasil

    O vulcão Cumbre Vieja, em La Palma - ilha que compõe o conjunto das Ilhas Canárias espanholas entrou em erupção na tarde deste domingo...

    Feira EBS 2021 confirma edição presencial e abre credenciamento

    Evento abre o calendário oficial do mercado de eventos corporativos com exposição, rodadas de negócio e congresso, nos dias 27 e 28 de outubro,...

    Quer ir para a Irlanda? Escola oferece bolsas de estudo para celebrar a reabertura

    SEDA College está oferecendo descontos de 20% para brasileiros que querem estudar em Dublin, capital da Irlanda EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Os maus ventos parecem...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing