Vinícolas brasileiras já podem se inscrever na Prova Nacional de Vinhos – Safra 2020

Safra histórica aumenta expectativa quanto a qualidade dos vinhos brasileiros e lança novidades como a categoria de vinhos rosés, o grupo de tintos de corte e a possibilidade de pequenos produtores inscrever suas amostras

EDIÇÃO DO DIÁRIO

O mercado está ansioso para conhecer a representatividade da ‘Safra das Safras’, assim denominada pela Associação Brasileira de Enologia (ABE) diante da histórica qualidade registrada este ano. Enólogos de todo o Brasil se empenham para fazer o melhor vinho de suas vidas. A prova será compartilhada na Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2020, agendada para 7 de novembro, em Bento Gonçalves.

Reconhecida como a maior degustação de vinhos de uma safra do mundo e reverenciada por todo setor, a Avaliação abre inscrições para vinícolas de todo o país. O regulamento está disponível no link https://www.enologia.org.br/avaliacao-nacional-de-vinhos/.

 Categorias

Inspirada na Safra 2020 e sempre atenta as mudanças de mercado, a diretoria executiva traz duas novidades em relação as Categorias de Vinhos para a 28ª edição. A primeira delas é a criação de uma categoria específica para Vinhos Rosés Finos Secos. A segunda, é que a Categoria Vinhos Tintos Finos Secos passará a aceitar, além de 100% varietais, vinhos com corte de uvas tintas finas. As outras quatro categorias seguem iguais: Vinhos Base para Espumante, Vinhos Brancos Finos Secos Não Aromáticos, Vinhos Brancos Finos Secos Aromáticos e Vinhos Tintos Finos Secos Jovens. O presidente da ABE, enólogo Daniel Salvador, explica que a novidade se justifica pelo aumento da produção e consumo deste tipo de produto.

Outra mudança significativa no regulamento e que já vinha sendo discutida nos últimos anos é a participação de pequenos produtores com produção total de até 50.000 kg de uva. Agora, eles podem inscrever amostras com um lote de pelo menos 3.000 litros. Para os demais, o lote deve ter pelo menos 4.000 litros. Em todos os casos, somente serão aceitos vinhos de variedades vitis vinífera, secos.

Esta é a primeira vez que o evento acontece em novembro, transferido devido a pandemia. Salvador tem em suas mãos o grande desafio de realizar a edição da safra histórica brasileira num ano em que o mundo vive uma pandemia global. “Estamos acompanhando de perto o desenrolar da situação e temos mais de um plano para garantir que a Avaliação Nacional de Vinhos aconteça. Por enquanto, o que pedimos é que as vinícolas aproveitem a oportunidade que a natureza nos deu e inscreva suas amostras para mostrar ao mundo a evolução do vinho brasileiro”, destaca o presidente.

A 28ª edição do evento segue apresentando os 30% mais representativos da Safra 2020, com a degustação das 16 amostras selecionadas neste grupo.

Categorias dos Vinhos

Categoria I – Vinhos Base para Espumante

Categoria II – Vinhos Brancos Finos Secos Não Aromáticos

Categoria III – Vinhos Brancos Finos Secos Aromáticos

Categoria IV – Vinhos Rosés Finos Secos

Categoria V – Vinhos Tintos Finos Secos Jovens

Categoria VI – Vinhos Tintos Finos Secos (Tintos Varietais e Tintos de Corte)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    Vacine-se já contra o mito da superioridade – por Luiz Henrique Miranda*

    O Brasil, que possui reconhecida competência setorial no ambiente do agronegócio, busca com dificuldades prosperar no mercado global de viagens e turismo. Toda a...

    LATAM leva ventiladores pulmonares para combate da Covid-19 em Manaus (Veja Vídeo)

    A LATAM Cargo Brasil, por meio de seu programa Avião Solidário, e em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e o Governo...

    O Rio de Janeiro e os Eventos – por Bayard Do Coutto Boiteux*                      ...

    O momento atual é de muita prudência e sobretudo de trabalho em equipe. A pandemia nos mostra que a cadeia produtiva do turismo não...

    Decolar condenada a pagar à passageira R$ 8 mil por cancelamento de voo

    O advogado civil e colaborador do DIÁRIO,  David Damião Lopes, sócio do escritório Advogados Lopes acaba de nos enviar o resultado de uma condenação...

    Ministério do Turismo faz pesquisa com consumidores para avaliar retomada

    Uma pesquisa rápida, com seis questões de múltipla escolha e com o objetivo de analisar a opinião do público quanto à vontade de realizar...

    Secretário de Turismo do Rio convida guia de turismo para Coordenador de Operações

    Acaba de ser anunciado pela Secretaria Municipal de Turismo do Rio de Janeiro que Arnaldo Bichucher, fundador e atual presidente da LIGUIA - Liga...

    Relacionadas

    Open chat