Volume de recuperações judiciais deve aumentar em 2021

E as empresas do turismo, hotelaria e transportes são as mais afetadas.

Por Marcelo Vianna*


Segundo primeiros resultados divulgados pela Serasa Experian, houve uma aceleração substancial dos pedidos de recuperação judicial em janeiro e fevereiro de 2021, em grande parte promovidos por micro e pequenas empresas, principalmente do setor do turismo, hotelaria e transportes.

Ao que tudo indica, houve um grande represamento de pedidos de recuperação judicial em 2020, fruto da renegociação amigável de dívidas cujos respectivos vencimentos coincidiram com o agravamento da crise da COVID-19 em 2021, sendo que, atualmente, os credores não têm a mesma disposição e fôlego para renegociar.

Segundo profissionais da área, o número de recuperações judiciais em 2021 deverá alcançar, ou mesmo superar, o patamar alcançado em 2016, período de grande crise econômica.

O cenário é sem dúvida preocupante. Apesar de o pedido de recuperação judicial (é sempre oportuno destacar) não significar falência da empresa, o fato é que sinaliza um problema econômico-financeiro grave que, se não solucionado, poderá acarretar sim a quebra da empresa (como ocorre muitas vezes).

Portanto, mais do que nunca, a situação exigirá do empresariado em geral ainda mais atenção às boas práticas empresariais, em especial no que se refere à gestão jurídico-financeira de sua operação na renegociação de suas dívidas.


* Marcelo Vianna é advogado empresarial, sócio do escritório Vianna, Burke e Oliveira Franco (www.veof.com.br). Para maiores informações a respeito do texto acima, está disponível pelo e-mail marcelo@veof.com.br

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Decantar ou não decantar, eis a questão!

    Depois de esvaziar o vinho no decantador da para beber na hora...? Ou ainda tem que mexer e deixar oxigenar..., se for isto, quanto...

    Projeto de Lei sobre alíquota do querosene de aviação é tema de audiência pública

    Foi realizada na manhã desta terça-feira (20) uma audiência pública da Comissão de Tributação, Controle da Arrecadação Estadual e de Fiscalização dos Tributos Estaduais...

    Nomadismo Digital e Trabalho Remoto: setor hoteleiro se prepara para o futuro

    Com as restrições internacionais em vigor por conta da pandemia, as tendências do turismo apontam para um aumento nas viagens locais ou regionais para destinos...

    CNC: volume de receitas do turismo brasileiro encolheu 36,6% em 2020

    Entretanto, segundo a CNC,, a expectativa da vacinação traz a projeção de um avanço de 18,8% Com as medidas restritivas impostas nos estados brasileiros, em...

    Porto de Galinhas lança campanha de incentivo para agentes de viagens

    Nesta quinta-feira (22), Porto de Galinhas lançará uma campanha de incentivo voltada para os agentes de viagens com intuito de ajudar os profissionais do...

    Viação Executiva é alternativa para viagens privadas

    Em momentos de pandemia, poder contar com aeronaves privadas é um privilégio, especialmente se essa possibilidade vem acompanhada de uma oferta de serviço que...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing
    Olá.
    Esse é um canal exclusivo para Pautas e Marketing.