Em Recife, 2º Fórum Anseditur de turismo reluz cooperatividade e identidades regionais

“Cada destino tem a sua potencialidade e, juntos, conseguimos trabalhar melhor as políticas públicas, trabalhar melhor os destinos a nível Brasil e o que a gente quer para o turismo enquanto país”, analisou a vice-presidente da Anseditur e secretária de Turismo e Lazer do Recife, Cacau de Paula

 

POR ZAQUEU RODRIGUES

“No turismo não há concorrência de identidades, cada destino tem a sua”. A frase do presidente da Anseditur Ângelo Sanches, expressada durante entrevista ao jornal Diário do Turismo, ajuda a explicar o que representou o 2º Fórum Anseditur (Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes do Turismo), realizado nos dias 20, 21 e 22 de setembro no Teatro do Parque, na cidade de Recife (PE).

Sob a condução da anfitriã Cacau de Paula, vice-presidente da Anseditur e secretária de Turismo e Lazer do Recife, o 2º Fórum reuniu 100 secretários e dirigentes de turismo de 19 estados brasileiros para debater as perspectivas do setor e evidenciar como o investimento em turismo criativo está redesenhando a indústria de viagem. O Tema desta edição, Turismo Criativo, espelhou a potência de uma Recife multicultural que conecta saberes e tradições.

Na abertura do Fórum, o Balé Cultural de Pernambuco evocou no palco do centenário Teatro do Parque, restaurado e recém-inaugurado ao público, as manifestações culturais de um destino esculpido por suas mitologias e expressões populares como o frevo, o maracatu, o manguebeat… Como Larissa Almeida ensinou em sua palestra, o turismo criativo tem o poder de preservar as tradições do destino e proporcionar um desenvolvimento sustentável.

- Advertisement -

Presidente da Anseditur e secretário de Turismo e Cultura de Canela (RS), Ângelo Sanches sublinhou a influência da Anseditur junto aos órgãos públicos e destacou a importância do trabalho cooperativo (Foto: Zaqueu Rodrigues)

A construção de um plano de turismo criativo inspirou, sob diferentes perspectivas, as falas dos diferentes participantes deste 2º Fórum Anseditur. O secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, chamou a atenção de todos para a magia que o turismo tem para diminuir as desigualdades sociais e econômica dos destinos. Para ele, toda expressão conserva uma singularidade que deve ser desenvolvida no campo do turismo pelo olhar social.

O Head de Viagens do grupo Águia Branca, Claiton Armelin, lembrou que o turismo é uma arte coletiva. “Como gestor de turismo, o nosso papel é identificar os potenciais dos destinos. Descubra as potencialidades da sua cidade, como um contador de histórias, um artista local, e deem as mãos aos municípios vizinhos. Precisamos andar de mãos dadas com as lideranças comunitárias, pois é muito importante a comunidade estar engajada na formação do destino. Se já existem atrações na cidade, mas estão abandonadas, revitalizem. Isso vai gerar emprego e renda”, orientou.

O Fórum mostrou que a criatividade é o instrumento mais poderoso para desenvolver os destinos neste momento em que os recursos foram enxugados pela pandemia. Como ensinou Clarissa Almeida, co-fundadora da Rede Nacional de Turismo Criativo (Recria) e autora da obra Turismo Criativo, a criatividade não acaba nunca. Pelo contrário: “Quando mais a usamos, mais teremos”. Identificar as potencialidades locais é o primeiro passo para desenvolver um plano de ação.

Enquanto o período da manhã foi dedicado à teoria, o período da tarde foi reservado para as vivências práticas em um roteiro que contemplou algumas das principais atrações turísticas do Recife. Os secretários e dirigentes de turismo conheceram o museu Paço do Frevo, o museu Cais do Sertão, a oficina Francisco Brennand, o Instituto Ricardo Brennand, a primeira Sinagoga da América Latina, a comunidade Bomba do Hermetério entre outras regiões e experiências potencializadas pelo plano municipal de turismo criativo. Como disse Cacau de Paula na inaugurado do Fórum, “o turismo comunitário é uma das bases do turismo criativo”.

ícone sagrado da cultura do Recife, Paço do Frevo reúne exposições interativas e núcleos de ensino sobre o ritmo que faz o destino ferver, ou melhor, frever (Foto: Zaqueu Rodrigues)

“Foram três dias de muita interação entre os municípios. Durante a manhã trouxemos temas e contextualizamos a temática turismo criativo. A diversificação da oferta de produtos turísticos é um dos pontos enquadrados pelo Ministério do Turismo para o futuro do turismo. Foram manhãs de ricas experiências e ensinos, de fazer com que a gente pensasse enquanto destino quais são os nossos potenciais turísticos, o que diferencia um destino do outro. Cada destino tem a sua potencialidade e, juntos, conseguimos trabalhar melhor as políticas públicas, trabalhar melhor os destinos a nível Brasil e o que a gente quer para o turismo enquanto país”, analisou Cacau de Paula ao fim do Fórum. “No período da tarde foi muito especial ver os secretários vivenciando a cidade. A gente conseguiu mostrar um pouco do Recife como um todo”, comemora a anfitriã.

Para Cacau de Paula, o turismo criativo é um caminho de renovação no modo de pensar e fazer turismo. “A conexão entre as pessoas é o mais incrível do turismo criativo. Se a gente deixar, o turismo fica repetitivo: os mesmos locais. O turismo criativo abre novos locais de visitações na cidade. E os passeios tradicionais estão tentando inovar para trazer isso. A conexão com as comunidades é uma coisa incrível. O visitante quem recebe saem transformados. Há uma troca nessa cocriação. O turismo criativo sentir a transformação na ponta. As histórias das pessoas são transformadas pelo turismo todos os dias”.

O presidente da Anseditur e secretário de Turismo e Cultura de Canela (RS), Ângelo Sanches, anunciou que 3º Fórum Anseditur acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de março de 2022 na cidade de Canela. O anfitrião da próxima edição revelou que a programação da próxima edição será Turismo: Conexões para o Desenvolvimento.

Secretários e dirigentes de turismo participam de vivência no bairro do Hermetério, que foi transformado por meio do turismo criativo (Foto: Dondinho-Seturl-Recife)

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ZAQUEU RODRIGUES
ZAQUEU é jornalista há mais de uma década e escreve sobre Cultura, Hotelaria e Turismo Contato: zaqueufogaca@gmail.com

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Mostra de Cinema de Gostoso tem apoio do governo do RN

    Entre os dias 26 e 30 de novembro, a praia do Maceió se transformará em uma sala de cinema à beira mar com exibição...

    Copa Airlines celebra 15 anos de operações no Rio de Janeiro

    A companhia opera no Rio de Janeiro com dois voos diários conectando a cidade com 65 destinos, em 28 países da América do Sul...

    Abeta Summit 2021 debate o ecoturismo e turismo de aventura no Brasil

    Promovido pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), evento acontece até este sábado Por Redação Sob o tema (Re)Construindo um Turismo...

    Roda-gigante de Faz do Iguaçu (PR) será inaugurada em dezembro

    Foz do Iguaçu foi escolhida por atrair brasileiros e estrangeiros e por ser um destino que alia belezas naturais com uma ótima estrutura de...

    Seridó (RN) pode se tornar segundo geoparque do país reconhecido pela UNESCO

    O Geoparque Seridó compreende seis municípios do Rio Grande do Norte: Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas Edição DIÁRIO...

    Aparecida quer se posicionar como destino de férias

    Para mostrar a cidade além do turismo religioso, cidade investe em press trip com jornalista Por Amadeu Castanho Interessadas em estimular o perfil do turismo local,...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing