Aeroporto de Buenos Aires (Ezeiza) terá sinalização em Português

Por turista brasileiro, terminal aéreo de Ezeiza mudará placas, aceitará Real e servirá comidas típicas

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

A partir de dezembro deste ano, o Aeroporto de Ezeiza (Aeropuerto Internacional Ministro Pistarini), em Buenos Aires, será o primeiro aeroporto fora do Brasil a conter placas de sinalização e atendentes em português. O terminal portenho também oferecerá aos seus quase 1 milhão de passageiros brasileiros que por lá circulam anualmente a iguaria tipicamente mineira como o pão de queijo com a possibilidade de pagamento em Real. A moeda brasileira será aceita em todo o Terminal. A novidade foi apresentada na Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT-AL).

Fluxo alto

A movimentação anual de passageiros em Ezeiza, principal porta de entrada aos turistas que visitam a Argentina, foi de aproximadamente 10 milhões de pessoas em 2016. Os brasileiros representam mais de 10% desse fluxo, seguidos pelos norte-americanos (7%) e chilenos (4%). O Aeroporto será o responsável por todos os voos internacionais da capital em 2019.

Para o ministro do Turismo brasileiro Marx Beltrão, a iniciativa é importante porque fortalece as relações entre os dois países e contribui para o aumento do intercâmbio de turistas de lá e cá. “A Argentina é um dos destinos prediletos de nós brasileiro e sabemos de muito tempo que nossos ‘hermanos’ também gostam de vir ao nosso país. A iniciativa de Ezeiza é uma honra que fará das relações bilaterais ainda mais fortes e fluidas”.

Os brasileiros representam 17% do fluxo total de turistas que visitam a Argentina e lideram a lista das nacionalidades em termos de consumo no país vizinho. Diante dessa realidade, o ministro do Turismo argentino, Gustavo Santos, enxerga a iniciativa como uma estratégia importante para fortalecer e ampliar essa dinâmica. “Essa iniciativa aumenta a confiança entre os povos das duas nações, que representam também as duas maiores economias regionais. Entendemos a confiança como base fundamental para aprofundarmos a integração regional”, declarou o ministro.

Durante a divulgação do programa na FIT-AL também esteve presente o embaixador do Brasil na Argentina, Sergio França Danese, e o presidente da Embratur Vinícius Lummetz.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial