CI Intercâmbio e Viagem apresenta dicas de vistos para estudo e trabalho

Das agências com edição do DT

Empresa explica as diferenças de aplicação do documento para quatro destinos 

Estudar e trabalhar no exterior é o objetivo de muitos brasileiros. Países como Canadá e Irlanda são receptivos a estrangeiros.

De acordo com o Statistics Canada, no país, só no primeiro trimestre de 2018, o número de vagas de emprego aumentou de 19,3%. Na Irlanda, o censo de 2016 apresentou crescimento de 60% de brasileiros nos últimos cinco anos.

A emissão do visto pode trazer muitas dúvidas. A CI Intercâmbio e Viagem explica de forma prática como funciona o processo em alguns países.

Visto de estudante Canadense

Se você pensa em ir para o Canadá, a primeira coisa a fazer é preparar toda a documentação exigida pelo país e se programar com antecedência.

O processo de visto é feito no Brasil, e poderá ser realizado de forma online ou diretamente no Centro de Aplicação de Vistos Canadenses. Em determinado momento será necessário apresentar o passaporte no consulado. Essa ação serve para que seja afixada a etiqueta com o visto adequado.

É fundamental ter em mãos a carta de aceitação, que comprova que o estudante foi aceito em uma instituição de ensino Canadense. Caso a intenção seja conciliar com trabalho, precisará ainda de uma carta que comprove que o serviço é permitido para o curso escolhido. Somente  graduação e pós graduação permitem exercer as duas funções.

Visto de estudante Australiano

O primeiro passo é reunir toda a documentação. O visto é feito de forma online, ainda no Brasil, em uma plataforma disponibilizada pela imigração australiana.

Não é necessário apresentar o passaporte original para afixar a etiqueta, a autorização de visto é recebida por e-mail. Basta imprimir e levar junto com o passaporte, porque as autoridades australianas já saberão que o aluno tem o visto aprovado em seus sistemas.

Com o visto adequado, o aluno que estiver matriculado em uma escola por mais de três meses pode trabalhar até 20 horas semanais.

Visto de estudante Neozelandes

Na Nova Zelândia para solicitar o visto de estudante é preciso estar matriculado em um curso de mais de três meses. Também é necessário, ainda no Brasil, fazer a aplicação do documento de forma online.

Alguns cuidados extras são exigidos para conseguir o visto de estudante neozelandês. Como ter o passaporte com data de validade de, no mínimo, de três meses depois do retorno.

Visto de estudante Irlandes

O pedido de visto é feito no próprio país. O primeiro contato do estudante com a imigração será no aeroporto de Dublin. Neste momento, o estudante apresentará toda a documentação necessária para solicitar o visto. É importante que o aluno saia do Brasil com toda a documentação necessária.

Para conseguir a permissão de trabalho na Irlanda, o estudante precisa estar matriculado em um curso de inglês acima de 25 semanas. E terá que se registrar no escritório geral de imigração, que pode conceder um visto para 8 meses.

Uma dica importante é agendar o quanto antes a entrevista no escritório da imigração. Se o indivíduo tiver com toda a documentação certa, pode marcar pelo Brasil.

Dicas finais

Em todos os casos o documento principal é a carta de aceitação da escola. Esse documento oferece base para o visto de estudante. É importante demonstrar que possui investimentos financeiros para se manter no destino. E que tem interesse em retornar ao país de origem ao término do curso, ao comprovar vínculos com o país de origem.

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

União Européia avança nas regras para o uso de blockshain e criptoativos

A União Europeia deve apresentar em até quatro anos novas regras para tornar os pagamentos internacionais mais rápidos e baratos por meio do uso...

Moela Bar: os croquetes e bolinhos mais saborosos de Sampa

Romulo Morente é churrasqueiro profissional e abriu em fevereiro deste ano o seu Moela Bar. O endereço que teve estrondoso sucesso na badalada rua...

Confirmado 5º Festival da Lagosta em Santa Cruz Cabrália, Bahia

Com as mudanças no planeta em tempos de pandemia, o Festival da Lagosta da Costa do Descobrimento, em sua 5ª. Edição, se alinha às novas...

Parque Thermas dos Laranjais prepara reabertura para 1º de outubro

O Thermas dos Laranjais, a principal atração turística de Olímpia, planeja sua reabertura ao público no dia 1º de outubro de 2020, seguindo as...

Travel Shaming, a nova tendência no turismo em 2020

O que é e como o travel shaming se relaciona com a gestão de riscos e crises no setor. por Otávio Novo* Foto da praia de...

Ministro do Turismo e outras autoridades testam positivo para o coronavírus

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, testou positivo para coronavírus nesta sexta-feira (18), informa a assessoria do Ministério. Em nota, adiantam que o ministro encontra-se assintomático...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat