Mato Grosso do Sul adota selo nacional “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul acaba de informar que está incentivando as empresas de turismo do estado a utilizarem o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”. A iniciativa é uma parceria com o Ministério do Turismo.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


“A adoção do selo e dos protocolos de biossegurança e higienização, hoje são condições fundamentais para que o empreendimento opere. Nesse novo normal é necessário que todo mundo esteja preparado e se adeque às novas condições para a oferta de suas atividades”, afirma Bruno Wendling, diretor-presidente da Fundação de Turismo.

“O selo Turismo Responsável congrega uma série de protocolos trabalhados por várias entidades e unifica a comunicação com o mercado. Mesmo que Mato Grosso do Sul já tenha saído na frente com iniciativas, principalmente, de Bonito, com o apoio do Sebrae e Sesi que desenvolveram protocolos individuais, é importante a adoção do selo do MTur como forma de comunicar isso aos turistas nacionais e depois internacionais”, completa.

A Fundação de Turismo trabalha para que o setor turístico sul-mato-grossense esteja preparado para receber os turistas, assim que os protocolos permitirem em cada destino do estado. Para Geancarlo Merighi, diretor de Desenvolvimento do Turismo e Mercado da Fundtur-MS, o Selo é uma iniciativa muito importante nesse momento em que os turistas precisam ter segurança e confiança para decidir a respeito de suas viagens e de quais equipamentos utilizar.

“O Ministério do Turismo lançou um painel de informações do Turismo Responsável, onde disponibilizou a todos os Estados o acesso às informações. Sabemos, em tempo real, como está a adesão dos empresários e prestadores de serviços turísticos ao Selo Turismo Responsável. Por isso, a Fundtur/MS tem a possibilidade de fazer a gestão, no sentido de sensibilizar e mobilizar o trade turístico sul-mato-grossense para aderirem a essa ferramenta e aos protocolos a serem seguidos e que foram elaborados com bastante seriedade, para que o setor tenha uma retomada gradual e eficaz”.

Até a divulgação do boletim do MTur, sobre os prestadores de serviços turísticos que já solicitaram a emissão do selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”, Mato Grosso do Sul contava com 132 cadastros. Com a implementação do Selo os destinos se qualificam melhor, pois terão prestadores e empreendedores registrados seguindo protocolos de segurança sanitária, os empreendimentos e prestadores de serviços saem da ilegalidade, pois só podem adquirir o selo quem está com o Cadastur em dia, e todo o turismo brasileiro ganha com uma política pública integrada. Em todo o Brasil, já são mais de 11,4 mil pedidos de emissão.

Como solicitar o Selo

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site www.turismo.gov.br/seloresponsavel, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.

Estão disponíveis protocolos para: Meios de Hospedagem; Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares; Parques Temáticos Aquáticos; Locadoras de veículos para turistas e Guias de Turismo, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais recentes

    Governo do Guarujá refuta erro em notícia que anuncia restrição hoteleira após reclassificação do Plano SP

    Conforme anunciado pelo Governo de São Paulo e veiculado pelo DIÁRIO, no último dia 30 de novembro, o poder público estadual fez uma reclassificação...

    Com protocolos minuciosos, Feira de Turismo e Negócios do Festival das Cataratas é aberta aos participantes

    Para o idealizador do Festival das Cataratas, Paulo Angeli, cuidado com a saúde e expansão da tecnologia são conquistas das feiras neste período POR ZAQUEU...

    Azul apresenta sua aeronave Ararinha Azul, em Viracopos (Veja Vídeo)

    A aeronave Ararinha Azul da Azul Linhas Aéreas foi apresentada nesta quinta-feira (3) em Viracopos no centro de manutenção da companhia, ao lado do...

    Em solenidade de abertura, 15º Festival das Cataratas destaca a retomada do turismo no Brasil

    “Estamos no momento da retomada, da esperança”, afirmou o idealizador e organizador do Festival das Cataratas, Paulo Angeli POR ZAQUEU RODRIGUES O Festival de Turismo das...

    Ministério do Turismo informa que Caixa Econômica inicia operações com recursos do Fungetur

    O Ministério do Turismo acaba de informar em nota que o Fundo Geral do Turismo (Fungetur) ganhou um importante reforço agora com a Caixa...

    Arquitetos e historiadores apoiam abaixo-assinado contra privatização do Ginásio do Ibirapuera

    Um abaixo-assinado contra o Projeto de Concessão do Governo do Estado para os equipamentos do Ginásio do Ibirapuera e do Conjunto Desportivo "Constâncio Vaz...

    Relacionadas

    Open chat