Aeroporto de Congonhas comemora 82 anos

Infraero promove constantemente uma série de obras e reformas no terminal 

EDIÇÃO DO DT com agências

 

O Aeroporto de Congonhas (SP) comemora 82 anos de operações nesta quinta-feira (12). Apesar da idade, o aeroporto se consolidou como o terminal mais movimentado da rede Infraero e o segundo mais frequentado do país. Em dezembro do ano passado, pela primeira vez, o número de passageiros em um único mês ultrapassou a marca dos dois milhões.

 O superintendente do aeroporto, Aparecido Iberê de Oliveira, explica a importância do terminal para a história e o desenvolvimento da capital paulista. “O Aeroporto de Congonhas com 82 anos, apesar dessa idade, ele ainda é uma criança dentro desse contexto da cidade de São Paulo. Lembrando que o Aeroporto de Congonhas foi a porta de entrada dos maiores investidores, dos maiores empresários que atuam na cidade de São Paulo. Hoje, é a máquina mais importante que liga às capitais de grandes negócios”.

 Números

O terminal também registrou movimentação de 21,8 milhões de pessoas em 2017, um crescimento de 5% em relação ao ano anterior. A média diária de passageiros foi de 59,8 mil, e a média por mês chegou a 1,8 milhão de viajantes, que chegam e partem para 35 destinos nacionais.

Sanitários adaptados –

Para proporcionar sempre o melhor serviço aos usuários, a Infraero promove constantemente uma série de obras e reformas no terminal. A mais recente foi a construção de um novo conjunto de sanitários adaptados para pessoas ostomizadas, cadeirantes, com deficiência ou mobilidade reduzida, instalado na sala de embarque, próximo aos portões 6 e 7.

Nos últimos anos, foram realizadas também a substituição dos balcões de atendimento (nas áreas de check-in, check-out, salas e portões de embarque, desembarque e conexão do terminal); a climatização da sala de embarque remoto e do saguão central; e a revitalização do forro e da iluminação da área de check-in, entre outras reformas. 

O terminal tem um mix comercial bastante variado: há cafeterias, lanchonetes, restaurantes, sorveterias, livrarias, floriculturas, salões de beleza, lojas de roupas, além de serviços, como bancos, agência dos Correios, lotéricas, casas de câmbio, e engraxataria.

 

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Prefeito de São Sebastião oficializa Área de Proteção Ambiental Baleia Sahy

Nesta sexta-feira (5), o prefeito do município de São Sebastião, Felipe Augusto, assinou o decreto que regulamenta o Plano de Manejo da Área de...

União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho

A União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho e começará a suspender as restrições a viagens fora do bloco...

Accor amplia programa Plant for the Planet agora para a Colômbia

Para reforçar seu objetivo com a preservação ambiental e preocupação com os insumos que utiliza em seus hotéis, a Accor anuncia no Dia Internacional...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias