Bayard Do Coutto Boiteux: Paralimpíadas, superação e autodisciplina

POR BAYARD DO COUTTO BOITEUX

A primeira edição dos jogos Paralímpicos aconteceu em 1960, em Roma, na Itália. Foram 400 inscritos de 23 países. Eles nascem do evento Stocke Mandeville, na Inglaterra, onde aconteceram as primeiras competições esportivas, para pessoas portadoras de deficiências físicas, para reabilitar militares feridos na Segunda Guerra Mundial. São 27 modalidades diferentes, sendo que Tóquio vai sediar apenas 22, incluindo o badminton e o taekwondo.

Em plena pandemia, a abertura oficial com o estádio vazio nos emocionou: a cadeirante japonesa Yui Wago representava o avião de uma asa só que não conseguia voar e, com os amigos que encontra em sua jornada, entende as diversas maneiras de se alcançar um objetivo. E o aviãozinho decola…Emoção que mostra a superação que cada um dos atletas leva para a competição.

Sem dúvida alguma, o esporte deu visibilidade ao portador de alguma deficiência física, e o Brasil tem se mostrado uma potência. Desde que em Seul, tanto as Olimpíadas, como as Paralimpíadas passaram a acontecer no mesmo local, o evento teve um impulso grande e hoje mais de 4.000 atletas disputam as medalhas. O Brasil tem estado nos top 10 e mostrou um grande crescimento, que começou em Pequim.

Há pouca divulgação e promoção no Brasil. A TV Brasil é a emissora oficial dos jogos e a Globo resolveu também apoiar a divulgação do evento. Esperamos ver a alegria dos brasileiros nas redes sociais com as medalhas, assim como os jornais e as revistas. A primeira medalha de ouro na Natação passou desapercebida em redes que geralmente vibram com vitórias, como o Facebook e o Instagram. Há um desconhecimento grande de tal segmento do esporte e pouco interesse do público em geral.

- Advertisement -

Minha grande vontade é que com a pandemia tenha nascido mais solidariedade nas pessoas e que possam, até o dia 3 de setembro, mostrar seu apreço por cada um dos 234 atletas, a maior delegação brasileira. E bom lembrar que Tóquio conseguiu superar o Rio de Janeiro e tem a maior Paralimpíada. Embora o evento ainda seja predominantemente masculino (os homens são 57,9% dos competidores), houve um aumento de 10,6% das mulheres em relação a Rio-2016.

Sigamos acompanhando o evento, com emoção e solidariedade. Vamos enaltecer cada superação com nossas vozes e nossos corações e mostrar que estamos torcendo e engrandecendo a autodisciplina que nasce em cada atleta na competição.

Bayard Do Coutto Boiteux é funcionário público, professor universitário, escritor, pesquisador, cidadão do mundo e atua voluntariamente no Instituto Preservale e Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ. (www.bayardboiteux.com.br)

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Exclusivo: Lemontech da Maringá Turismo abre vagas para 14 desenvolvedores de TI

    A Lemontech, empresa responsável pela gestão de viagens corporativas da Maringá Turismo abre vagas para 14 desenvolvedores de TI. REDAÇÃO DO DIÁRIO Essa informação, exclusiva, foi...

    Sim ou Não?: um basta à procrastinação!

    CONSELHO EDITORIAL DO DT O dia a dia de cada um de nós, não importa o ramo em que se atua, pede decisões. O modus...

    Brasileiros irão viajar na primeira oportunidade, mostra pesquisa

    “Mais de 150 milhões de brasileiros já foram imunizados com pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19", lembra o ministro do Turismo...

    Recife abre inscrições para o 9º Ciclo de Atualização dos Guias de Turismo

    A atualização é exclusiva para Guias de Turismo e é necessário comprovação com número de registro no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) Edição...

    Hotel Rio Othon Palace é palco de Festival Português

    Evento acontece até o dia 2 de novembro de 2021 de quinta a domingo, das 19h às 23h Edição DIÁRIO com agências A culinária portuguesa é...

    Canela (RS) realiza Festival de Gastronomia & Vinhos

    O evento faz parte da programação paralela do 34º Sonho de Natal e é uma realização da Blue Show e da Abrasel - Associação...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing