Brotas é opção de passeio para o futuro pós-pandemia

A apenas 250 km da cidade de São Paulo, Brotas, a Capital do turismo de aventura mira perspectivas e define plano de ação entre setores público e privado

 por Eduardo Andreassi (com Agências municipais)*


Se você deseja viver alguns dias de aventura, Brotas é o lugar certo. A capital paulista do ecoturismo oferece inúmeras opções para a prática de esportes de aventura.

Graças ao Rio Jacaré-Pepira, que corta a cidade, Brotas se tornou ponto de encontro daqueles que apreciam esportes de aventura. Em Brotas você vai encontrar trilhas, diversas cachoeiras e corredeiras perfeitas para a prática de trekking, mountain bike, rapel, canyoning, tirolesa, rafting e bóia-cross.

Tudo isso rodeado de muito verde, que fazem de Brotas um paraíso do ecoturismo. A quantidade de cachoeiras da região se deve à presença de diversas nascentes aliada a cuesta, uma formação geológica bastante particular (um gigantesco manto de basalto sobre uma camada de arenito).

Engana-se, porém, quem imagina que Brotas é destino apenas para viciados em adrenalina. Há atividades para todos os tipos de visitantes – dos que curtem apenas uma leve caminhada aos acostumados a praticar arvorismo em circuitos que exigem músculos de aço.

Não é difícil observar, em meio às turmas de esportistas, famílias se divertindo na terra, na água e no ar.

Com barreiras sanitárias instaladas em acessos da cidade e o respeito máximo às orientações de autoridades de saúde sobre a quarentena, Brotas vive a mesma realidade de outros destinos turísticos do país, com o esvaziamento dos atrativos onde meses atrás era comum encontrá-los repletos de turistas. Ainda assim, prevalece a sinergia entre a gestão municipal e empresas, que atuam conjuntamente para reviver os dias de intensa atividade no setor, segunda maior fonte de renda da estância turística considerada a capital nacional do turismo de aventura.

As perspectivas do futuro pós-pandemia são de que Brotas volte ao patamar de destaque no segmento, como em 2018, quando cresceu duas vezes mais que a média mundial e arrecadou mais de R$ 1 milhão em ISS – Imposto Sobre Serviço.

Essa projeção é baseada em uma somatória de fatores, entre os quais o principal é o formato das viagens optado por turistas. “Há uma forte tendência de crescimento do turismo doméstico, com deslocamentos mais curtos, de carro, pelo fato de o visitante sentir-se mais seguro utilizando o transporte particular. Outro comportamento previsto dos turistas que coloca Brotas na linha de frente, é a preferência por atividades ao ar livre”, analisa Fabio Pontes, secretário de Turismo de Brotas.

Força-tarefa

Muito longe de um cenário de apatia, o trabalho entre setor público e privado é intenso com foco na retomada da atividade após a quarentena. Brotas possui o comitê de enfrentamento à Covid-19, formado pelas secretarias de Turismo, Saúde e Desenvolvimento Social. Entre as frentes de trabalho está a formatação de um plano de ação junto aos empresários da cadeia de serviços com foco na reativação da segunda maior fonte econômica do município.

Além do cumprimento estrito às normas sanitárias, que incluem o fechamento temporário de seus estabelecimentos, as empresas colaboram na formatação de um protocolo sanitário a ser estabelecido nas atividades ao ar livre no período pós-quarentena. “Esse modelo vai padronizar as normas de segurança a serem seguidas pelas empresas de atrações radicais com foco na preservação do seu cliente. Entendemos que, mesmo passado o período crítico, serão necessários cuidados como o reforço na higiene, o que inclui rede hoteleira e restaurantes, para evitar a disseminação do vírus”, explica Fabio.

Em paralelo, Brotas desenvolve a campanha “Brotas te Espera”. Trata-se de uma mobilização da administração municipal e que tem adesão maciça de empresas do ramo turístico. O turista é estimulado a aguardar o fim da fase de quarentena para voltar a visitar a cidade. Ainda com foco na transparência, o comitê de enfrentamento promove transmissões via redes sociais regularmente com o objetivo de manter a população e os turistas informados.

O turismo de natureza, desde as atividades radicais à contemplação, são o chamariz de Brotas (Crédito: divulgação)

Ecoturismo

O turismo de natureza, desde as atividades radicais à contemplação, são o chamariz de Brotas que atrai visitantes de uma infinidade de lugares. Além do rafting, considerado um dos melhores do País, realizado no Rio Jacaré-Pepira, oferece boia cross, canionismo, escalada indoor, rapel, arvorismo, tirolesa, caminhada na natureza, cachoeirismo, cicloturismo, cavalgada, quadriciclo, passeios off-road, queda livre, entre outros, e mais recentemente também caiaque duplo. Com o detalhe de que é a localidade com o maior número dessas atrações com o selo do Inmetro em sistema de gestão de segurança.

Além das atrações de turismo de aventura, Brotas é um destino de ecoturismo com atrativos naturais – contemplação da natureza, caminhada, banho de cachoeira ou de rio etc. Abertas à visitação, com infraestrutura para receber o turista, são mais de 20 cachoeiras.

O Rio Jacaré-Pepira, cujas águas no trecho que corta o município tem 89% de pureza, completa o belo cenário e amplia as opções de lazer. Brotas tem estrutura digna de conceituados destinos turísticos, com atrativos para jovens, casais e famílias com crianças. Distribuídos entre a cidade e a zona rural, mais de 40 meios de hospedagem entre hotéis, pousadas, hotéis-fazenda e resorts, mais de 60 estabelecimentos gastronômicos e oito operadoras que cuidam de tudo para que a diversão esteja garantida.


*Eduardo Andreassi é jornalista e fotógrafo. Formado pela UNIP, reside e trabalha no Brasil e Itália, atuando em parceria com a Toscana Promozione Turística.

Possui várias publicações em mídias idôneas, como Catraca Livre, Webventure , IG, G1, Portal Terra, Folha, Estadão entre outras e fotografias selecionadas pela Revista National Geographic e Viaje Aqui, da Editora Abril. É também assessor de imprensa.

 

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Agência online é condenada a reembolsar viagem cancelada por Covid-19

"A impossibilidade de realização da viagem pelo consumidor, na data escolhida, não pode obrigá-lo a concretizá-la em outra data, se esta não é a...

Alemanha experimenta recessão no primeiro trimestre

A queda nos investimentos de capital, no consumo privado e nas exportações levou a economia da Alemanha à recessão no primeiro trimestre, de acordo...

EUA proíbem entrada de viajantes vindos do Brasil

A Casa Branca anunciou neste domingo (24) que está proibindo estrangeiros de viajar para os Estados Unidos se eles estiveram no Brasil nas últimas...

Fórum Online de Hotéis Independentes: inscrições já estão abertas!

Evento gratuito será 100% online e reunirá grandes nomes da hotelaria. DIÁRIO é media partner.  EDIÇÃO DO DIÁRIO A 2ª edição do Fórum Online de Hotéis...

Casas de apostas preparadas para prevenir vício em jogos

Uma das maiores preocupações de familiares e psicanalistas é com a questão das adicções*, conhecidas comumente como vícios. Quando se ouve a palavra "viciado"...

Administração de Noronha libera o uso das praias, para moradores, com restrições

Em nota enviada ao DIÁRIO neste domingo (24) a administração de Fernando de Noronha informa que vai conseguindo, aos poucos, superar as adversidades geradas...

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias