China realiza evento nos Estados Unidos para atrair turistas americanos

Mais de 230 pessoas participaram do evento, incluindo delegados da CNTA, líderes do Consulado Geral da China em Nova York

por Rodrigo Luis*
A Administração Nacional de Turismo da China (CNTA) realizou o evento “China Bonita – Viagem ao Longo do Patrimônio Mundial” em Manhattan, Nova York, na última semana, com o intuito de atrair turistas americanos para o país asiático.
Turismo Chinês 1Mais de 230 pessoas participaram do evento, incluindo delegados da CNTA, líderes do Consulado Geral da China em Nova York, representantes da indústria de viagens e principais associações de viagens dos Estados Unidos, representantes de viagens agências, meios de comunicação, escritores de viagens, fotógrafos e especialistas em viagens online, além do presidente e CEO da Associação de Operações de Turismo dos Estados Unidos (USTOA), Terry Dale, da presidente da Associação Nacional de Turismo dos Estados Unidos (NTA), Pam Inman, e da presidente da Associação de Viagens da Ásia (PATA), Elizabeth Chin.
“Com um enorme mercado turístico, a China e os EUA desfrutam de uma grande complementaridade em recursos turísticos, uma base sólida para a cooperação e excelentes perspectivas de desenvolvimento futuro. Com a hospedagem bem sucedida do Ano de Turismo China-EUA de 2016, o intercâmbio de turismo entre China e EUA manteve um impulso sólido”, exaltou Wang Xiaofeng, vice-presidente da Administração Nacional de Turismo da China (CNTA).
“O fluxo de visitantes de dois sentidos entre a China e os EUA ultrapassou 5 milhões no ano passado. Cerca de 2 milhões de americanos viajam para a China a cada ano, e os EUA são o maior mercado de fontes turísticas da China nas Américas. As trocas de turismo cada vez mais estreitas entre a China e os EUA aumentaram os vínculos entre pessoas, criaram nossa amizade e trouxeram benefícios tangíveis”, completou ele, que lembrou que a China é um dos países que tem o maior número de heranças culturais do mundo.

O presidente Trump fará uma visita de estado à China este ano, que deverá injetar nova vitalidade no desenvolvimento das relações entre a China e os Estados Unidos. 

Zhang Qiyue, cônsul-geral da China em Nova York, disse em seu discurso que “2017 marca o 45º aniversário da normalização dos laços diplomáticos entre a China e os Estados Unidos, que manteve um impulso de desenvolvimento positivo”. Ela mencionou que a primeira rodada de quatro diálogos de alto nível entre a China e os Estados Unidos foram concluídos, a cooperação pragmática entre os dois países foi ampliada e foram realizados mais intercâmbios culturais e cooperação local entre os dois países.
O presidente Trump fará uma visita de estado à China este ano, que deverá injetar nova vitalidade no desenvolvimento das relações entre a China e os Estados Unidos.

Campo cooperativo

“O turismo é um campo cooperativo entre a China e os Estados Unidos e tem um profundo potencial de desenvolvimento, e as indústrias de viagens dos dois países devem dar prioridade máxima ao estabelecimento de uma parceria. Os profissionais do turismo dos dois países têm uma oportunidade e a obrigação de expor os cidadãos dos EUA à China e aos cidadãos chineses para a América porque isso sozinho pode mudar o tecido deste mundo e fazer a paz. A China é o maior país de destino turístico da longa viagem dos Estados Unidos. Enquanto isso, estamos tentando incentivar mais turistas americanos a viajar para a China. A cooperação entre os dois países nos proporcionará mais oportunidades de trabalho. Esse evento de promoção é muito útil, pode não só ajudar os turistas americanos a entender a China através da iluminação e educação, mas também trazer benefícios para as indústrias turísticas da China e dos Estados Unidos”, destacou Terry Dale, presidente e CEO da Associação de Operações de Turismo dos Estados Unidos (USTOA).
Viajo por toda a China e encontro frequentemente turistas e empresários americanos que viajam ao país a negócios. Agora, após este evento e com a viagem de Trump para a China, a tendência é o turismo entre ambos os países aumentar cada vez mais.
*Rodrigo Luis é sócio-diretor da Winpoint Technology e mora em Shenzhen, na China, desde 2009

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Ronaldo Albertino, da Hotel Care, faz prognósticos do setor: “a regra vai ser fechar as contas no zero a zero”

Quando iremos retomar a normalidade da atividade econômica, em especial as atividades hoteleiras? por Paulo Atzingen*Uma recente enquete do Bradesco BBI (Banco de Investimento da...

Decidido: ABIH-SC transfere 33ª edição do Encatho & Exprotel para agosto de 2021

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina ABIH-SC, informou na tarde desta terça-feira sua decisão de transferir a 33ª edição do...

Jornalista: um escritor que navega pelas correntezas do verossímil

Por Paulo Stucchi*Recordo-me de um professor – daqueles que marcam a vida da gente numa época em que queremos abraçar o mundo, mas não...

Vila Galé apoia MP 936/2020 que preserva empregos e renda de colaboradores

Em comunicado emitido na manhã desta terça-feira (7), o grupo português Vila Galé congratula-se com as primeiras medidas aprovadas pelo Governo Federal brasileiro de...

Cabe negociação coletiva se houver suspensão contratual durante pandemia

As empresas deverão notificar os sindicatos da intenção de suspender temporariamente contratos e de realizar corte salarial. É o que determina o ministro Ricardo Lewandowski, do...

Obras no Largo do Boticário do JO&JOE são iniciadas

As obras de revitalização e transformação das cinco casas que constituem o histórico Largo do Boticário, no Cosme Velho, zona Sul do Rio de...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias