TAP vai realizar voo humanitário entre Maputo e Lisboa no sábado (27)

A TAP vai realizar um voo humanitário entre Maputo e Lisboa no dia 27 deste mês, anunciou nesta quarta-feira (24) em comunicado a embaixada de Portugal na capital moçambicana.

África 21 com Edição do DT

O voo vai transportar cidadãos portugueses e de outras nacionalidades que pretendem sair definitivamente de Moçambique, que estejam numa situação de urgência médica e viajantes ocasionais que se encontrem retidos no país, refere a nota.

“Os restantes interessados deverão procurar adquirir ou alterar o seu bilhete pelos canais habituais de reservas da TAP, sujeito à disponibilidade de lugares”, diz o comunicado.

Os passageiros que serão transportados pelo voo humanitário tem viagem marcada após contactar os consulados gerais de Portugal em Maputo, no sul, de Moçambique, e na Beira, centro, acrescenta a nota.

Por outro lado, comprovaram “documentalmente que se enquadram nos critérios prioritários de viagem”, prossegue o comunicado.

O texto refere ainda que não há “qualquer indicação quanto a uma eventual retoma dos voos regulares de regresso a Moçambique”.

Moçambique está sem voos comerciais internacionais no âmbito do estado de emergência que vigora no país desde 01 de abril no contexto das medidas de prevenção da pandemia de covid-19.

O país registou, nas últimas 24 horas, mais cinco casos positivos de covid-19, elevando o total de infetados pelo novo coronavírus para 762 e mantendo-se os cinco óbitos, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

“Os novos casos anunciados hoje são todos de nacionalidade moçambicana e resultam do rastreio dos contactos de casos positivos anteriormente anunciados”, declarou a diretora nacional de Saúde Pública, Rosa Marlene, na atualização de dados sobre a pandemia em Maputo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 477 mil mortos e infetou mais de 9,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial