DIÁRIO apresenta os destinos mais vantajosos para fazer intercâmbio

Redação do DT

O sonho de muitos brasileiros é estudar em outro país. Ter liberdade para explorar diferentes culturas, viver novas experiências e aprender outro idioma, são maneiras de incentivar os estudantes a serem mais independentes.

Um dos grandes desafios na hora de realizar os preparos da viagem é a escolha do local, principalmente quando o valor das principais moedas estrangeiras está alto. Assim, é preciso avaliar o custo-benefício e as melhores opções de cursos e moradia. O ideal é pesquisar em sites e agências de viagem para encontrar os melhores pacotes de intercâmbio.

Quando se trata de aprender ou lidar melhor com o inglês, os Estados Unidos é o país mais procurado. Porém, existem outros lugares que, além de fazerem com que os viajantes treinem a língua, permitem que eles conheçam lugares incríveis, sem pesar no bolso. Conheça os destinos mais vantajosos!

Nova Zelândia

As vantagens que a Nova Zelândia proporciona para os estudantes que buscam um local para fazer intercâmbio são muitas. Com uma população muito calorosa e receptiva, o país é considerado muito parecido com o Brasil, fazendo com que os intercambistas sintam-se mais confortáveis.

Sua história é muito rica, assim como a cultura local – a maori, herança do povo nativo do país colonizado pelos britânicos -, que pode ser vista nas ruas e em museus. Um dos costumes maoris mais famosos é a Haka, dança de guerra que foi imortalizada pelo time de rugby nacional, os All Blacks, que a executa antes de cada partida.

Além disso, a Nova Zelândia é conhecida pelos esportes radicais e belas paisagens, como montanhas, vulcões e praias. Outro aspecto importante é que o destino não deixa a desejar quando o assunto é qualidade de vida. Tudo isso pode ser encontrado por um baixo custo, por isso o país é referência.

Austrália

A Austrália é o maior país da Oceania e é conhecida mundialmente por sua qualidade de vida, oferecendo uma infraestrutura ímpar para garantir segurança, educação e atendimento médico de alto padrão. Apesar de tudo isso, o custo para viver no local não é grande.

O clima é similar ao brasileiro, promovendo uma adaptação mais rápida do estudante. O país é mais povoado nas regiões da costa, região mais distante do deserto, onde há belas praias e uma vida mais “relaxante”. Além disso, ao viajar pela Austrália, é possível encontrar cidades com características diferentes entre si, agradando diversos tipos de estudantes.

Irlanda

Apesar de ter o euro como moeda oficial, a terceira maior ilha da Europa é um dos locais mais baratos do continente para estudantes viverem. Por conta desta vantagem sobre outros países, a Irlanda se tornou um dos principais destinos escolhidos pelos brasileiros.

O clima não é nada parecido com o do Brasil, mas a sua cultura conquista a todos os estrangeiros devido à origem celta – em algumas cidades ela fica ainda mais evidente, graças à arquitetura medieval. Para quem gosta de badalação, a Irlanda é palco de festivais de música e possui bares e pubs muitos populares.

África do Sul

A África do Sul não é um destino popular para quem quer estudar inglês ou realizar outros cursos, mas é ideal para quem busca economia. O local reúne ótimas escolas e estabelecimentos, que oferecem preço justo e muito barato, já que o valor da moeda local é menor do que o do real.

O clima é bem parecido com o do Brasil, tornando a adaptação mais fácil e a vivência em longo prazo ainda melhor. Além disso, as paisagens são incríveis. Quem gosta de aproveitar a noite pode encontrar uma variedade de bares, restaurantes e casas noturnas. Já os fãs de natureza conseguem se aventurar em safáris e zoológicos, tendo a possibilidade de conhecer animais raros.

Malta

Opção de poucos estudantes, Malta é um local que vale a pena conhecer. Não apenas para treinar o inglês ou fazer um curso de especialização, mas também para aproveitar as vantagens de morar em cidades pequenas e acolhedoras.

Lá você encontra baladas, belas praias, locais históricos e educação de qualidade – referência em outros países. Apesar de sua moeda ser o euro, Malta é um dos países mais baratos para se viver, tendo um custo-benefício que chama a atenção dos estudantes.

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Instituto da Transformação Digital lança programa ITD Partners

No próximo dia 2 de outubro o Instituto da Transformação Digital lança o programa ITD - Partners. DIÁRIO com agências O evento, obviamente digital, acontecerá em...

E-book detalha informações sobre recuperação judicial de empresas

Informações relevantes sobre as medidas necessárias e exigidas por lei em relação à retomada de negócios, principalmente, no atual cenário econômico imposto pela pandemia...

Harvard: máscaras faciais usadas durante toda a viagem oferecem grande proteção contra a COVID-19

As máscaras faciais são parte essencial de uma estratégia em múltiplas frentes para manter os clientes seguros e reduzir a transmissão de COVID-19 durante...

Isolamento social gerou “pandemia de cibercrimes” diz Ministério da Justiça

Alesandro Barreto, do Laboratório de Operações Cibernéticas do Ministério da Justiça   AGÊNCIAS COM EDIÇÃO DO DIÁRIO O isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19 aumentou o...

Mercure Salvador Rio Vermelho alinhado aos protocolos de segurança da Accor

Pode até parecer um filme de ficção científica, mas são apenas cuidados para enfrentar o Covid-19: uma atendente com protetor facial, máscara e luvas...

Morre o amigo, colega e ex-presidente da ABIH Nacional, Eraldo Alves da Cruz

Por Paulo Atzingen Generoso, amigo, e um homem que deixava muito clara sua fé, por meio de gestos, palavras e postagens no facebook. Estou falando...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat