Fraudes em processo de reconhecimento da cidadania italiana: veja como escapar

Casos de falsas cidadanias vêm se tornando cada vez mais comuns, mas podem ser evitados se houver atenção na hora de escolher uma consultoria especializada. 

EDIÇÃO DO DIÁRIO


No mês de outubro, interceptações telefônicas da Polícia de Vercelli, na Itália, desmantelaram mais um esquema de fraude em processos de reconhecimento de cidadania italiana: liberações de falsas cidadanias a favor de cidadãos brasileiros. Mais de 70 pessoas foram denunciadas por falsidade ideológica em ato público.

Esquemas de fraude como esse vêm se tornado cada mais corriqueiras em diversas localidades do território italiano. Na maior parte dos casos, as agências prometem em poucos dias a obtenção de cidadania e passaporte. “O tempo necessário para o processo de reconhecimento da cidadania italiana presencial é de pelo menos três meses”, explica Renata Bueno, ex-deputada do Parlamento da República Italiana e Presidente do Instituto Cidadania Italiana.

Devido à falta de informação sobre como funciona a solicitação do processo ou, até mesmo, falta de tempo para permanecer no exterior por muitos meses, diversos brasileiros são ludibriados com a falsa ideia de um processo rápido e/ou sem a necessidade de viagem até a Itália. Para te ajudar a não cair em golpes de assessorias não idôneas, Renata Bueno e Alessandro Nulli, Presidente da Associação dos Profissionais da Cidadania na Itália (A.PRO.CI), prepararam 5 dicas para a hora de escolher uma consultoria de cidadania italiana. Confira:

  1. Verifique se a empresa é registrada.

O primeiro ponto a ser verificado é se a empresa está devidamente registrada no Brasil e se possui vínculo com alguma instituição italiana, como por exemplo a Câmara de Comércio Italiana (Italocam). Empresas que possuem CNPJ são reconhecidas pelos órgãos e tendem a ser mais sérias e confiáveis.

  1. Atente-se à forma de comunicação da empresa.

A empresa fez reuniões presenciais com você? Atende ligações? Ou se comunica apenas por mensagens e e-mail? Conhecer o assessor pessoalmente passa mais segurança e credibilidade.

  1. Analise as promessas feitas pela consultoria.

Aqui no Brasil, as pessoas estão acostumadas em dar “um jeitinho” para escapar da burocracia. Mas na Itália isso é diferente. Se a assessoria promete uma permanência de apenas 10 ou 15 dias em solo italiano, isso significa que não estão fazendo o serviço de forma legal. O certo é que o requerente permaneça na Itália até o final do processo.

  1. Assegure-se de que terá acesso a todos os documentos.

Muitas pessoas buscam assessorias apenas para realizar a busca de documentos que viabilizem o reconhecimento da cidadania italiana, preferindo finalizar o processo por conta própria. Se a empresa em questão se recusa a disponibilizar a pasta de documentos sem que seja fechado um novo contrato para o processo de cidadania, é melhor fugir.

  1. Questione sobre o contrato de permanência na Itália.

Consultorias idôneas costumam ter apartamentos próprios para hospedagem ou, então, fazem contratos de aluguel no nome do cliente. Se o apartamento que a pessoa vai ficar hospedado é “de um amigo” do assessor, é bom desconfiar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    Novos Embaixadores do Turismo do Rio de Janeiro são anunciados

    Foram anunciados na tarde desta sexta-feira (22) o nome dos 26 novos Embaixadores do Turismo do Rio de Janeiro. O evento vem ano a...

    Operadoras não vendem 50% do que venderam no mesmo mês de dezembro, em 2019

    Um balanço apresentado na tarde desta sexta-feira (22) pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo - Braztoa - aponta que o faturamento referente às...

    Turismo Sustentável começam a ser gerados na Grande Reserva Mata Atlântica

    Negócios de turismo sustentável e produção de natureza localizados nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo serão impactados pelo primeiro Centro de...

    Pierfrancesco Vago nomeado Presidente Executivo Global da Cruise Lines International Association (CLIA)

    Uma nota da MSC Cruzeiros acaba de informar que seu presidente honorário Pierfrancesco Vago foi nomeado Presidente Executivo Global da Cruise Lines International Association...

    GOL e LATAM fazem juntas voos da colaboração e da solidariedade

    A GOL e a LATAM demonstram espírito de cooperação e solidariedade no momento da distribuição das vacinas contra a Covid-19. A GOL levou 500...

    Japão nega que as Olimpíadas sejam canceladas

    TÓQUIO (Reuters) - O Japão se manteve firme na sexta-feira em seu compromisso de sediar as Olimpíadas de Tóquio este ano e negou um...

    Relacionadas

    Open chat