Saiba como imigrar para os Estados Unidos

(Edição do DIÁRIO com agências)

Todos os anos imigrantes brasileiros vão para os EUA tentar construir um futuro, seja por um curto período ou para tentar residir no país. Com o época de eleição presidencial e as alegações polêmicas do candidato Donald Trump, a impressão passada é que os imigrantes prejudicam o país, o que pode afastar muitos brasileiros deste sonho. Mas uma pesquisa realizada durante 20 anos pela Academia Nacional de Ciências, Engenharia e Medicina americana, afirma exatamente o contrário. De acordo com o levantamento, os imigrantes não causam efeitos negativos para os nativos e alavancam o crescimento do país.

A mesma opinião é compartilhada pela advogada especialista em assuntos de imigração, Ingrid Baracchini, representante do Rahbaran & Associates no Brasil, escritório de advocacia internacional que cuida da imigração de empresários e investidores para o país. Segundo a advogada, a ida de imigrantes para os EUA pode, inclusive, gerar mais empregos no país. “O imigrante brasileiro que obtém o EB-5, tem que gerar no mínimo 10 empregos para conseguir o visto permanente. Então, esse investimento faz a economia crescer e gerar postos de trabalho”, diz Ingrid.

Para quem deseja imigrar para a terra do Tio Sam, o preparo é parte essencial do processo. Existem diversos vistos temporários com os quase as pessoas podem obter a entrada, mas a permanência requer outros atributos.

A especialista lista algumas dicas para não passar nenhum sufoco ao decidir imigrar:

Prepare-se financeiramente: para quem vai imigrar é importante saber se você vai alugar uma casa, se vai ficar com amigos e parentes, quanto de reserva vai precisar. Se você vai como investidor, é bom ter um respaldo financeiro;

Conheça as leis do país: Antes de imigrar, conheça bem as leis e a cultura do país. “Por mais que cultura seja semelhante, nem tudo é igual, estude essas características e as respeite para não ter problemas”, instrui Ingrid.

Saiba onde vai trabalhar: Antes de ir para o país, procure oportunidades de empregos, a localidade dessas vagas e a demanda. Esse processo será importante para você se adequar ao país e não correr o risco de chegar e ficar sem emprego;

Escolas para os filhos: Se você tem filhos, é importante que você ache uma escola para ele antes de se deslocar para o país.

Aprenda inglês: Antes de decidir ir para os Estudos Unidos, você precisa se adaptar a língua.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

IATA afirma que aéreas enfrentam queda rápida de reservas de caixa

Segundo a mais recente análise publicada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association), as companhias aéreas podem gastar US$...

Bourbon Atibaia Resort doa produtos e alimentos à associações e entidades sociais

Com objetivos bem claros de contribuir com a sociedade diante da pandemia global que alcançou nosso país, o Bourbon Atibaia Resort sensível à situação...

Principais pontos do novo programa de manutenção do emprego e da renda

Por Priscila Lago* e Marcelo Vianna**Em edição extra do Diário Oficial desta quarta-feira (1), o Governo Federal editou a Medida Provisória n. 936 criando...

Médicos Sem Fronteiras adapta resposta à ameaça do novo coronavírus na Síria

O campo de Deir Hassan, na província de Idlib, na Síria, é apenas um dos diversos acampamentos onde vivem centenas de milhares de famílias...

Air Canada atualiza isenta multas por alteração e remarcação de voos

A Air Canada divulgou nesta quinta-feira (2) a atualização do processo de remarcação (dispensando multas) para reservas novas e já existentes feitas por clientes...

Delta Airlines ajuda a manter cadeia de suprimentos médicos entre EUA e China

À medida que a demanda por suprimentos médicos continua a crescer nos Estados Unidos, as linhas de suprimentos vitais estão recebendo um novo impulso...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias