Airbnb eleva taxa de cobrança de 3% para 15% aos hosts

O Airbnb está exigindo que anfitriões profissionais de fora da América do Norte incluam todas as taxas de serviço no valor mostrado aos hóspedes, uma medida que reflete como as plataformas rivais operam.

Reuters


O Airbnb exigirá que os anfitriões que usam software de terceiros gerenciem suas reservas para eliminar a “taxa de serviço” paga pelos hóspedes que é tradicionalmente incluída no preço listado. Em vez disso, os hosts pagarão uma taxa padrão de 15%, em vez dos 3% que pagam agora.

Os anfitriões entrevistados pela Reuters disseram que esperam que a maioria aumente seus preços para compensar a taxa maior, sem alterar o valor total para a maioria dos hóspedes e para o Airbnb.

A nova estrutura de taxas surge no momento em que a plataforma de aluguel de residências com sede em San Francisco, nos EUA, se prepara para sua oferta pública inicial nesta semana. O Airbnb disse que os primeiros testes mostram que o preço simplificado ajudou a gerar 17% a mais de reservas.

“Seguindo o feedback dos anfitriões, recentemente introduzimos uma estrutura de taxas simplificada apenas para anfitriões profissionais que se conectam à nossa API em determinados países”, disse o porta-voz do Airbnb, Christopher Nulty. “Nossa estrutura de taxas para anfitriões individuais permanece inalterada.”

O Airbnb se recusou a fazer comentários sobre algumas críticas dos anfitriões sobre a mudança, citando um período de silêncio antes de seu IPO.

O presidente-executivo da plataforma de software de gerenciamento de anúncios, Vincent Breslin, disse que hotéis e administradores profissionais de propriedades pediram a mudança para facilitar a listagem em diferentes plataformas com um mesmo preço.

Mas alguns administradores menores estão preocupados que a mudança possa prejudicá-los se não puderem elevar os preços o suficiente para cobrir o aumento da taxa.

Johnny Buckingham, que administra nove anúncios do Airbnb nos Estados Unidos, disse que não gostaria de aumentar o preço do anúncio para cobrir o aumento da taxa de hospedagem e acredita que o Airbnb está desencorajando os anfitriões de usar um software para anunciar suas propriedades em outras plataformas.

“Eles deixaram sua mensagem clara. Fique exclusivamente conosco ou pague-nos 5x mais”, disse ele.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Projeto de Lei sobre alíquota do querosene de aviação é tema de audiência pública

    Foi realizada na manhã desta terça-feira (20) uma audiência pública da Comissão de Tributação, Controle da Arrecadação Estadual e de Fiscalização dos Tributos Estaduais...

    Nomadismo Digital e Trabalho Remoto: setor hoteleiro se prepara para o futuro

    Com as restrições internacionais em vigor por conta da pandemia, as tendências do turismo apontam para um aumento nas viagens locais ou regionais para destinos...

    CNC: volume de receitas do turismo brasileiro encolheu 36,6% em 2020

    Entretanto, segundo a CNC,, a expectativa da vacinação traz a projeção de um avanço de 18,8% Com as medidas restritivas impostas nos estados brasileiros, em...

    Porto de Galinhas lança campanha de incentivo para agentes de viagens

    Nesta quinta-feira (22), Porto de Galinhas lançará uma campanha de incentivo voltada para os agentes de viagens com intuito de ajudar os profissionais do...

    Viação Executiva é alternativa para viagens privadas

    Em momentos de pandemia, poder contar com aeronaves privadas é um privilégio, especialmente se essa possibilidade vem acompanhada de uma oferta de serviço que...

    Hotéis de Floripa personalizam roteiros com foco no turismo de natureza

    Com as mudanças de hábitos e comportamento dos turistas por causa da Covid 19, os destinos turísticos precisaram se adaptar às novas tendências e...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing
    Olá.
    Esse é um canal exclusivo para Pautas e Marketing.