Grupo chinês entrará na RIOgaleão no lugar da Odebrecht

Segundo ministro, grupo HNA vai entrar na concessionária que administra o aeroporto do Galeão. O grupo tornou-se mais conhecido no Brasil após investir US$ 450 milhões na companhia aérea Azul no ano passado

Reuters e G1 com edição do DIÁRIO

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, confirmou na segunda-feira, 24 de abril, que o grupo chinês HNA vai entrar na concessionária que administra o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, a RIOgaleão. Infelizmente, as coisas se deram de maneira positiva. Os chineses compraram a parte da Odebrecht e, com isso, vamos ter a Changi e o grupo chinês, que é forte”, disse Franco, em entrevista para comentar o resultado do leilão de linhas de transmissão de energia, realizado nesta segunda-feira em São Paulo.

O grupo tornou-se mais conhecido no Brasil após investir US$ 450 milhões na companhia aérea Azul no ano passado. Segundo o ministro, a outorga ao governo federal que era devida pela concessionária do Galeão, relativa a 2016, de R$ 919 milhões, foi paga na semana passada, quando a RIOgaleão afirmou que desembolsará outros R$ 4,5 bilhões para pagar as parcelas da outorga deste ano, de 2018, de 2019 e parte da de 2020.

A entrada de um novo sócio era aguardada dentro do governo para que a concessionária pagasse as outorgas em atraso. Por conta do envolvimento da Odebrecht na operação Lava Jato, o grupo teve dificuldades para obter financiamento, o que estava complicando a situação do consórcio.

Fontes próximas da negociação para o reescalonamento da dívida da concessionária junto ao governo federal vinham afirmando à Reuters que a entrada de um novo sócio na RIOgaleão era uma exigência do governo para resolver as pendências financeiras do grupo que administra o aeroporto.

O consórcio formado pela Odebrecht TransPort, Changi e Infraero arrematou o aeroporto do Galeão em 2013 por R$ 19 bilhões, o que representou um ágio de 294% sobre o preço mínimo fixado pelo governo, e se comprometeu a fazer investimentos de R$ 5,7 bilhões ao longo dos 25 anos da concessão. O HNA Group é um conglomerado que opera nos setores de aviação, indústria, turismo, logística e financeiro, com atuação expressiva no financiamento de aeronaves. O grupo se se tornou acionista da Azul através de investimento de R$ 1,7 bilhão em participação de 23,7% na companhia aérea.

(MJT)

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Gol retorna voos para Carajás (PA), Noronha (PE) e Cruzeiro do Sul (AC)

A GOL retoma no mês de outubro três de suas bases brasileiras: Carajás (CKS), no Pará, Fernando de Noronha (FEN), em Pernambuco, e Cruzeiro...

Guias de Turismo de Petrópolis anunciam projeto “Ver e Viver Petrópolis”

A Associação de Guias de Turismo de Petrópolis (AGP) criou um projeto para estimular petropolitanos e turistas a conhecerem  melhor a cidade, através de...

Emirates mantém ajuda a Beirute e conta com a generosidade de seus clientes

DIÁRIO com agências Em nota, a empresa aérea informa que as contribuições chegam de clientes da Emirates do mundo todo, em dinheiro ou milhas Skywards,...

IATA altera para baixo sua previsão de tráfego aéreo para 2020

Genebra - A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) alterou para baixo sua previsão de tráfego para 2020, refletindo uma recuperação mais fraca do...

Em 1982 fiz a minha primeira viagem para a Itália

Em 1982 fiz a minha primeira viagem para a Itália para participar da Convenção Anual da AEB SPA, empresa de produtos enológicos, na época...

Instituto da Transformação Digital lança programa ITD Partners

No próximo dia 2 de outubro o Instituto da Transformação Digital lança o programa ITD - Partners. DIÁRIO com agências O evento, obviamente digital, acontecerá em...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat