Pedra fundamental do Royal Campinas Conventions Business & Hotel é lançada

Por Paulo Atzingen*

Campinas (SP) – “Precisamos acreditar em nossos empreendimentos e o momento é justamente este. Não existe – como diz o ditado – nenhum pessimista bem sucedido”, foi esta resposta de Antonio Dias, diretor geral do grupo Royal Palm Hotels & Resorts quando foi perguntado pelo DIÁRIO sobre o que leva um empreendedor a investir e acreditar em um momento que o Brasil atravessa forte retração econômica, e, mesmo assim, seu grupo aposta alto e lança um dos maiores complexos de convenções, exposições e hotelaria do país.

Em parceria com a construtora Odebrecht, o grupo Royal Palm Hotels & Resorts lançou nesta segunda-feira (11) a pedra fundamental do Royal Hall, dando início à construção do empreendimento Royal Campinas – Convention Business & Hotels. “Trata-se de um dos maiores complexos empresariais do Brasil, com centro de convenções, dois hotéis, três edifícios comerciais, com cerca de 107mil metros quadrados de área construída, é um grande passo”, disse Antonio ao DT.

Por sua importância econômica o evento contou com  a presença do prefeito de Campinas,  Jonas Donizette, boa parte de seu secretariado, além do representante da Odebrecht, Cláudio Zaffiro. “A obra é um marco no turismo de eventos não só de Campinas, mas do Brasil. Trata-se de um empreendimento único, vamos deixar um marco para a cidade, para o Estado e para o País, disse o diretor da construtora.

Jonas Donizette, prefeito de Campinas: "a cidade merecia"
Jonas Donizette, prefeito de Campinas: “a cidade merecia” (Fotos: Nicolas Aly – DT)

“Campinas merece e agradecemos ao grupo Royal”

Jonas Donizette não mediu palavras para elogiar a iniciativa e lembrar que a parceria com o poder público foi fundamental para o início da primeira etapa. “O empreendimento está localizado ao lado da Rodovia Anhanguera e da Rodovia Santos Dumont. Para o fluxo de tanta gente seria necessário a construção de um viaduto sobre a Rodovia Anhanguera, que interligará a avenida Royal Palm Plaza ao bairro Nova Europa.”, disse. “O futuro viaduto – que terá 200 metros – trará benefícios para toda a cidade”, completou o prefeito.

“É um empreendimento que está à altura do nome da cidade. Campinas se sente contemplada, pois é uma injeção de ânimo nos munícipes, nos empreendedores e na própria administração pública. Agradecemos isso ao grupo Royal”, disse Jonas Donizette.

Cláudio Zafiro (diretor regional da Odebrecht) e Antonio Dias (diretor do Royal Palm) - (fotos: Nicolas Aly - DT)
Cláudio Zafiro (diretor regional da Odebrecht) e Antonio Dias (diretor do Royal Palm) diante da maquete do empreendimento – (fotos: Nicolas Aly – DT)

Estrutura

O Royal Campinas terá dois hotéis, um econômico chamado Contemporâneo, com 310 apartamentos e um midiscale, o Royal Palm Tower, com 226 unidades. Anexo a isso será construído o Royal Palm Hall – o maior salão de eventos do país – batizado de Salão Monumental, que ocupará uma área de 4.500 metros quadrados. Além disso, o Royal Campinas possuirá três edifícios comerciais, sendo dois corporativos e um com salas tipo office.  O Valor Geral de Vendas (VGV) estimado é de R$ 500 milhões e com previsão de início das operações em 2018.

Segundo César Nunes, diretor comercial do grupo Royal Palm, a primeira etapa de vendas foi um sucesso: “comercializamos 100% das unidades do Hotel Royal Palm Tower em apenas 10 dias”, afirmou ao DT. Segundo ele, a partir do dia 16 (sábado), iniciam-se as vendas do empreendimento econômico, o Hotel Contemporâneo.

O Valor Geral de Vendas (VGV) do Royal Campinas é estimado em R$ 500 milhões e com previsão de início da operação em 2018
O Valor Geral de Vendas (VGV) do Royal Campinas é estimado em R$ 500 milhões e com previsão de início da operação em 2018

Contexto da RMC

A Região Metropolitana de Campinas recebe mais de 6 mil eventos por ano, atraindo aproximadamente 1,5 milhão de pessoas. Tem mais de R$1 bilhão em movimentação em turismo de negócios e responde por 3,12% do PIB do Estado de São Paulo e 50 das 500 maiores multinacionais estão aqui. Esses números do IBGE sintetizam a força econômica da  Região Metropolitana de Campinas e é um ótimo indicativo para os novos empreendimentos da região, no caso, o Royal Campinas Conventions & hotel, lançado nesta segunda-feira (11), em Campinas.

Veja mais fotos do evento:

Momento da apresentação do projeto aos jornalistas e convidados
Momento da apresentação do projeto aos jornalistas e convidados
Armindo Dias, fundador do Royal Palm, Ricardo Julião, arquiteto do projeto e Antonio Dias, diretor do grupo Royal Palm
Armindo Dias (fundador do Royal Palm), Ricardo Julião (arquiteto do projeto) e Antonio Dias (diretor do grupo Royal Palm)
Alexandra Caprioli, secretária de  Turismo de Campinas presente no evento
Alexandra Caprioli, secretária de Turismo de Campinas, presente no evento
Armindo Dias, Jonas Donizette e Cláudio Zafiro
Armindo Dias, Jonas Donizette e Cláudio Zafiro
Roberto Julião, arquiteto do projeto pedra fundamental : "Arquitetura é atemporal"
Roberto Julião, arquiteto do projeto pedra fundamental : “Arquitetura é atemporal”
Antonio Dias, diretor do Royal Palm, Armindo Dias, fundador do Royal Palm, Jonas Donizette, prefeito de Campinas e Cláudio Zafiro, diretor regional da Odebrecht, no "chão da obra"
Antonio Dias, (diretor do Royal Palm), Armindo Dias (fundador do Royal Palm), Jonas Donizette (prefeito de Campinas) e Cláudio Zafiro (diretor regional da Odebrecht), no “chão da obra”

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial