RIOgaleão prepara operação especial para despedida dos atletas paralímpicos

Cerca de 850 pessoas em cadeiras de rodas devem passar pelo Aeroporto Internacional Tom Jobim. Passageiros de voos internacionais poderão conferir diversas atrações

Edição do DIÁRIO com agências

O RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim deverá receber até 62 mil passageiros, sendo mais de 4.500 integrantes da Família Paralímpica, nesta segunda-feira (19), um dia depois do encerramento da Paralimpíada do Rio de Janeiro. O movimento previsto é 50% maior do que em dias normais e se assemelha a uma sexta-feira, véspera de carnaval. Estão previstos 350 voos, sendo oito deles charters (não regulares no aeroporto). A complexidade da operação se dá, principalmente, em função do grande número de atletas e passageiros em cadeiras de rodas. A previsão é que cerca de 850 pessoas em cadeiras de rodas embarquem no aeroporto, onde em um dia normal passam cerca de 85, ou seja, um volume dez vezes maior que o usual.

A concessionária Riogaleão e as companhias aéreas criaram uma operação especial para este dia. Os balcões de check-in serão abertos cinco horas antes dos voos para que o embarque seja tranquilo e diluído ao longo do dia.

A Vila dos Atletas receberá novamente um mini aeroporto, que fará o check-in antecipado dos atletas entre os dias 18 e 20 de setembro, como ocorreu nas Olimpíadas. A expectativa é de adesão de mais de 70% dos viajantes hospedados no local. Com o check-in remoto, o atleta consegue emitir o cartão de embarque e despachar sua bagagem, que será transportada em caminhões lacrados até o pátio do RIOgaleão, quando serão inspecionadas e seguirão para a aeronave. Com isso, os atletas chegarão ao aeroporto e irão direto para o raio-x. Assim como na Olimpíada, para verificar essas bagagens no aeroporto, foram alugados três equipamentos de raio-x, totalizando oito deles que ficarão totalmente dedicados a este processo realizado pelas companhias aéreas.

Acesso exclusivo

Além dessas ações especiais para o check-in dos passageiros, 12 balcões da Polícia Federal serão disponibilizados no nível superior do embarque, para que os atletas em cadeiras de rodas possam seguir sem necessidade de uso de deslocamento vertical por um acesso exclusivo e expresso.

 

 

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

ABIH-MG registra fechamento e paralisação de hotéis em Minas Gerais. Em BH 11 suspendem atividades

Até o momento, em Belo Horizonte, 11 hotéis suspenderam suas atividades e dois paralisam nos próximos 15 dias; 30% dos funcionários do setor já...

Proposta de regime transitório da Lei de Recuperação Judicial e Falências (PL 6.229/05) é perigosa

Gabriel de Orleans e Bragança é sócio-gestor, e Luis Fernando Hiar é advogado associado, da Área de Insolvência e Solução de Conflitos do Escritório...

6 filmes para quem ama viajar

6 filmes sobre viagem para acalmar os ânimos e já sonhar com o próximo roteiro, assim que o período de crise passar REDAÇÃO DO DTPara...

A ilha emergirá reino

A faixa de areia neste lado da ilha terá uns quinhentos e vinte e seis metros de comprimento. A largura será impossível precisar porque...

Accor apoia autoridades, hospitais e governo na luta contra o COVID-19

A operadora francesa de hotéis Accor vai disponibilizar uma tarifa solidária em suas unidades para parcerias com hospitais e órgãos do governo. No Brasil,...

ANAC divulga malha aérea básica até abril

Companhias fazem esforço conjunto para atender todos os estados EDIÇÃO DO DIÁRIO com agênciasA Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou nesta sexta-feira (27) a...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias