Grupo Iberostar atinge meta e não utiliza mais plásticos de uso único nos resorts

Rede propõe uma ‘Onda de Mudança’ (Wave of Change) para a sustentabilidade

A mexicana Julieta Ruiz é formada em administração de empresas e começou sua carreira no Iberostar Group em Cozumel, no litoral em que o México tem águas cor de esmeralda. Com 11 anos na empresa Julieta é hoje a coordenadora de Sustentabilidade para as Américas.

Por Paulo Atzingen (Da Praia do Forte (BA)*


Julieta analisa e avalia os projetos de sustentabilidade de todo o continente americano onde o Iberostar está presente. Ela chegou em fevereiro deste ano na unidade Iberostar Praia do Forte na Bahia para acompanhar a implantação dos principais projetos ambientais do resort.

Julieta Ruiz coordena os assuntos de sustentabilidade em todas as unidades do Iberostar nas Américas

“O grupo Iberostar é muito comprometido com a causa do turismo responsável”, diz em um bom português. E antes que a reportagem perguntasse sobre os projetos, Julieta se antecipa:

“O ano de 2020 era previsto a eliminação do uso de plásticos de uso único em todos os hotéis da rede. Mesmo com a pandemia essa meta foi alcançada”, adianta.

É sério o que ela fala e verificável. Não se vê mais garrafas plásticas usadas como recipientes para a água em nenhuma parte do hotel. “Foi um passo muito importante para nosso propósito e atende várias frentes a curto, a médio e a longo prazo. A curto porque fornecemos água esterilizada e saudável para os hóspedes, a médio e longo prazo porque não descartamos mais esse tipo de resíduo plástico ao mesmo tempo colaboramos com a ecologia e sustentabilidade a longo prazo”, enumera a executiva.

Outro grande passo foi a eliminação das embalagens de amenities de uso único nos banheiros, todos substituídos por recipientes reutilizáveis (os dispensers).

Segundo dados do grupo, o plástico de uso único foi eliminado de todos os quartos em escala global em 2019, cerca de 523 toneladas de desperdício e de poluição ambiental.

As máquinas de purificação da água são encontradas nos corredores dos blocos

Wave of Change

De acordo com Julieta, essa iniciativa se enquadra no movimento Wave of Change (Onda de Mudança), que além das ações contra o uso do plástico de uso único, se juntam o consumo responsável de peixes (espécies como o Mero, o Cação e o Atum Vermelho já não são servidos e muito menos comprados pelos hotéis Iberostar) e a defesa dos ecossistemas nos litorais onde seus hotéis se erguem. Os objetivos para essas ações são claras: implementar iniciativas inovadoras no setor turístico.

“O peixe Mero está proibido pelo Ibama e já não utilizamos há algum tempo, assim como o Cação e o Atum vermelho. Não compramos essas espécies em hipótese alguma, todos ameaçados de desaparecerem”, diz o chef do resort Juan León. O Cação como se sabe é largamente comercializado como cação, mas na verdade é carne de tubarão, uma das espécies ameaçadas de extinção principalmente na costa brasileira. León completa que o consumo de pescados e frutos do mar no Iberostar será 100% proveniente de fontes responsáveis até 2025.

Chef Juan León: consumo de pescados e frutos do mar no Iberostar será 100% proveniente de fontes responsáveis até 2025

Máquinas de água

Com um nome sugestivo e que diz tudo, a empresa italiana D’água foi a que forneceu as máquinas para o grupo hoteleiro no Brasil. Ao todo, foram adquiridas 100 máquinas que purificam e ionizam a água. Colocadas nas paredes dos blocos dos dois resorts (36 no Praia do Forte, 27 no Iberostar Bahia, e mais 35 para as duas áreas administrativas dos hotéis), essa iniciativa do grupo espanhol pretende mudar hábitos. “Esses equipamentos chegaram no final de agosto, um pouco antes da reabertura. É uma aposta ousada do grupo para a sustentabilidade”, afirma Arnaud Le Lanchon, diretor de operações.

“A água tem sabor puro, fresco e limpo, unindo qualidade com responsabilidade ambiental”, completa Arnaud. O hóspede recebe no quarto duas garrafas de vidro e pode abastecê-las nas máquinas instaladas próximas ao seu apartamento ou nos bares e restaurantes.

Arnaud: “uma aposta ousada do grupo para a sustentabilidade”

Números da estratosfera

Para Julieta Ruiz, o trabalho de eliminação dos resíduos plásticos teve um grande planejamento e já vem sendo executado há vários anos. “Nosso primeiro passo foi avaliar todos os produtos que tínhamos nos hotéis e identificar qual deles continha algum tipo de plástico de uso único. Isso nos levou a atingir nosso objetivo de eliminar plásticos descartáveis ​​em todos os quartos dos hotéis da empresa durante 2019, e atingir nosso objetivo ao longo de 2020!”, comemora a executiva. Julieta fala de números estratosféricos: o Iberostar está presente em 19 países, possui 120 hotéis e ao todo são 38 mil apartamentos administrados pelo grupo.

Julieta reconhece que essas conquistas não seriam possíveis sem o grande trabalho dos funcionários, a equipe de compras e da qualidade dos fornecedores.

Altemir Santos, barman reabastecendo com água tratada.

Resíduos

Para que o ciclo da Economia Circular se complete é necessário a colaboração de toda a cadeia econômica que envolve – neste caso específico – a hotelaria. Julieta lembra que à medida que a economia de uma cidade cresce, surgem novas empresas em um processo de crescimento qualitativo. “Temos o cuidado, também, de avaliar as empresas que farão a reciclagem e a forma como reciclarão ou reutilizarão os resíduos”, adianta.


O antes e o agora (Artegráfica: DT)

Economia Circular

Os diretores, coordenadores, chefs e executivos do Iberostar Group apostam na economia circular, que em outras palavras significa uma economia que retorna ao seu ponto de partida, sem agressão ao meio ambiente e à sociedade e com o equilíbrio necessário para o desenvolvimento do negócio da hotelaria. A pandemia ao invés de afastar o grupo de seus objetivos sustentáveis, ao contrário, fortaleceu-o ainda mais, pois ganhou como aliado pessoas mais sensíveis, mais tolerantes, hóspedes mais aptos para as mudanças que o mundo impõe.


PodCast do Editor:

*Paulo Atzingen é jornalista 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais recentes

    Mais de 1 milhão de pessoas viajarão pelo país durante feriado de Finados

    O final de semana prolongado, em decorrência do Dia de Finados, na próxima segunda-feira (02 de novembro), deve movimentar mais de um milhão de...

    Canela (RS) ganha um Novotel em 2023

    A Accor acaba de anunciar que assinou mais um contrato, desta vez, com a CommandInvest - Incorporadora e Construtora, para a abertura de uma...

    Líderes hoteleiros debatem futuro do segmento e processo incerto da retomada

    Os dois dias da Edição Especial do Conotel que aconteceu de maneira híbrida, direto dos estúdios da Hoffmann, em São Paulo, reuniram cerca de...

    Turistas são presos em Noronha por falsificarem exames da Covid-19

    Na noite de quinta-feira (29), quatro turistas de Araguaína, no Tocantins, foram presos pela Polícia Civil em Fernando de Noronha por falsificarem exames da...

    Justiça Federal concede liminar que proíbe interrupção de viagens da Buser em SP e Rio

    A juíza Rosana Ferri, da 2ª Vara Cível Federal de São Paulo, acatou nesta quarta-feira (28) mandado de segurança protocolado pela empresa de fretamento...

    Aeroporto de Berlin-Brandenburg será inaugurado neste sábado (31)

    O aeroporto Berlin Brandenburg “Willy Brandt“ (IATA-Code BER) será inaugurado neste sábado (31). Como o hub de aviação mais moderno da Europa, o aeroporto...

    Relacionadas

    Open chat