Operação Carnaval reforça funcionamento de cinco aeroportos

Cerca de 3 milhões de passageiros irão circular pelos aeroportos de Salvador, Congonhas, Guarulhos, Galeão e Santos Dumont

Agências com edição do DIÁRIO

Operação Carnaval 2017, coordenada pela Secretaria de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, começou na quinta-feira, 23 de fevereiro, em cinco aeroportos do Brasil. A estimativa do governo federal é que aproximadamente 3 milhões de passageiros circulem pelos terminais de Salvador (BA), Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e Santos Dumont (RJ) até o dia 6 de março. Juntos, esses aeroportos terão cerca de 950 decolagens por dia e um total de 6.533 servidores na prestação de serviços aeroportuários do período.

Os picos de demanda da operação especial estão previstos para os dias 24 de fevereiro (sexta-feira, data de saída dos foliões para os principais destinos da festa popular no País e 1º de março (quarta-feira, dia mais movimentado de volta pra casa).

“As companhias aéreas cumprem recomendações da Secretaria de Aviação Civil, os operadores dos aeroportos preparam planos de contingência especiais para o período e as empresas envolvidas em toda a operação aeroportuária traçam estratégias para dar fluidez à alta demanda”, explica o Marcus Pires, coordenador do Subcomitê de Operações Especiais do Comitê Técnico de Facilitação da Aviação, vinculado à Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero). As ações visam reforçar serviços e atendimento nos terminais.

Dentre os compromissos assumidos, está a disponibilização de vagas específicas para ônibus e vans de turismo para garantir tranquilidade do trânsito na frente do terminal de Salvador. O aeroporto receberá reforços que vão do sistema de pista e pátio (balizamento, gerenciamento da área de movimento, transporte de superfície, pavimento das pistas) ao terminal de passageiros (climatização, limpeza de sanitários, elevadores e escadas rolantes, pontes de embarque, ações de meio-fio e esteira de bagagem).

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai monitorar e informar atrasos e cancelamentos nas operações dos principais aeroportos, além de mobilizar 27 especialistas em uma grande ação de fiscalização. Por meio do Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea, subordinado ao Departamento de Controle de Tráfego Aéreo, os aeroportos também acompanharão em tempo real a evolução do quadro meteorológico do País e possíveis impactos nas operações aeroportuárias.

Pires destaca, ainda, que a Conaero trabalha com a meta de manter os índices de atraso de decolagens abaixo dos 15%, atendendo a padrões internacionais da aviação civil.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Principais pontos do novo programa de manutenção do emprego e da renda

Por Priscila Lago* e Marcelo Vianna**Em edição extra do Diário Oficial desta quarta-feira (1), o Governo Federal editou a Medida Provisória n. 936 criando...

Médicos Sem Fronteiras adapta resposta à ameaça do novo coronavírus na Síria

O campo de Deir Hassan, na província de Idlib, na Síria, é apenas um dos diversos acampamentos onde vivem centenas de milhares de famílias...

Air Canada atualiza isenta multas por alteração e remarcação de voos

A Air Canada divulgou nesta quinta-feira (2) a atualização do processo de remarcação (dispensando multas) para reservas novas e já existentes feitas por clientes...

Bourbon Atibaia Resort doa produtos e alimentos à associações e entidades sociais

Com objetivos bem claros de contribuir com a sociedade diante da pandemia global que alcançou nosso país, o Bourbon Atibaia Resort sensível à situação...

Delta Airlines ajuda a manter cadeia de suprimentos médicos entre EUA e China

À medida que a demanda por suprimentos médicos continua a crescer nos Estados Unidos, as linhas de suprimentos vitais estão recebendo um novo impulso...

Como bares e restaurantes podem sobreviver à crise do coronavírus

A chegada do coronavírus (COVID-19) ao Brasil lançou um desafio extra para as empresas nacionais. Um dos setores que sentiu mais rapidamente os problemas...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias