As pedras encantadas da Serra do Sincorá – por Reginaldo Marinho*

“Ver bem não é ver tudo, é ver o que os outros não vêem.”  José Américo de Almeida, escritor


Ao subir o Serrano, recanto bucólico do Parque Municipal da Muritiba, a quinze minutos de caminhada, a partir de Lençóis, no interior da Bahia, o turista tem sob os seus pés incontáveis diamantes guardados, ao longo de muitos milhões de anos, pelos conglomerados polimíticos da Serra do Sincorá. Por sorte, não há meio de detectá-los e eles permanecerão lá por outros milhões de anos.

Quem sobe a serra vai caminhando sobre verdadeiras obras de arte esculpidas pela natureza, na rocha formada por minerais ejetados do fundo da Terra. Junto com esse material vieram os diamantes, essas pedras fascinantes que mexem com o imaginário feminino do mundo inteiro. O caminho nos conduz a um mergulho num mundo desconhecido de formas e cores espetaculares.

imagens intrigantes que representam figuras antropomorfas, gnomos, duendes, animais e seres que habitam o mundo lírico da fantasia lapidadas pela água

Partículas de diamantes

O leito do rio revestido por seixos multicoloridos e de formas diversificadas, que unidos pelo amálgama sedimentar, vão compondo essas figuras mágicas trabalhadas pelo atrito causado pela água e surpreendentemente polidas. Em determinadas áreas do leito, a superfície da pedra é tão polida que se pode admitir que a água era enriquecida de partículas de diamantes.

- Advertisement -

Essas rochas são datadas por método radiométrico com idade próxima a 1,4 bilhão de anos.

Inconsciente coletivo

As fotos colhidas no leito rochoso do Rio Lençóis, exibe imagens intrigantes que representam figuras antropomorfas, gnomos, duendes, animais e seres que habitam o mundo lírico da fantasia lapidadas pela água, em milhões de anos, sobre os conglomerados polimíticos que predominam as rochas da formação Tombador, característica da Chapada Diamantina. São imagens surreais que expressam na pedra uma transcrição clara da linguagem dos sonhos, personagens que habitam o inconsciente coletivo.

São imagens surreais que expressam na pedra uma transcrição clara da linguagem dos sonhos, personagens que habitam o inconsciente coletivo

A coleção oferece uma leitura artística de um fenômeno geológico e tem a intenção de apresentar para o público, de modo simples e direto, essa riqueza da geologia tão visível e frequente da paisagem diamantina, particularmente no Serrano, em Lençóis. É um convite para decifrar os signos gravados na pedra, para conhecer esse universo mágico nascido junto com os diamantes que dominam a Serra do Sincorá. As imagens são impactantes e revelam formas em harmonia com as obras de Salvador Dali, Antoni Gaudí, Gustav Klimt, Di Cavalcanti e outros gênios da pintura universal, que vou descobrindo aos poucos.

As imagens são impactantes e revelam formas em harmonia com as obras de grandes pintores

Atrativo científico e lúdico

A exuberância da paisagem da Chapada Diamantina é tão fantástica que oculta a visão dos turistas para esse fenômeno e pretendemos tirar esse véu que encobre os olhares dos visitantes e revelar esse novo atrativo científico e lúdico.


Serviço:
Quem quiser apreciar o delicioso passeio, deverá subir para o Serrano, ponto mais alto do rio Lençóis no perímetro urbano, passando pelo terminal de Lençóis e caminhar 800 metros. Na caminhada você verá o leito rochoso do rio Lençóis que guarda essas imagens há milhões de anos.

*Reginaldo Marinho é jornalista e colaborador do DIÁRIO no Estado da Bahia

Compartilhe com um amigo:

2 COMENTÁRIOS

  1. Excelente!!
    Mais uma aula desse correto jornalista, conhecido mundialmente. Que para nossa alegria e orgulho, adotou Lençóis como parte de sua vida.
    Obrigado Marinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Governo anuncia quarentena de cinco dias para viajantes não vacinados

    O governo federal anunciou nesta terça-feira (7) que vai exigir quarentena de cinco dias para viajantes não vacinados contra a covid-19 que desembarcarem no...

    Rio Soul Connection – 7 de dezembro

    RIO SOUL CONNECTION (diariodoturismo.com.br) by Maurício Werner

    EUA adverte que uso de aparelhos 5G pode afetar segurança aérea

    A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) alertou nesta terça-feira (07) que a interferência do uso de tecnologia 5G representava um risco...

    Aniversário da Avenida Paulista terá Nando Reis, Rincon Sapiência e piano voador

    No dia 08 de dezembro, a Avenida Paulista celebra 130 anos de fundação. Uma das vias mais tradicionais do país, ela ganha uma maratona de comemorações...

    Um observatório de mundo – por Thomas Bruno Oliveira*

    Na mercearia de meu pai, onde passei os decisivos e marcantes anos de minha infância, sempre fui um observador das coisas e das pessoas,...

    Luciana Leite, do Parque das Aves: “temos a missão de acolher a fauna vitimada”!

    Dois lugares que são considerados visitas obrigatórias para os visitantes de Foz do Iguaçu: as Cataratas e o Parque das Aves. As Cataratas são...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing