Brasil ganha escritório comercial em Jerusalém

O governo brasileiro inaugurou neste domingo um escritório comercial em Jerusalém, em Israel. A cerimônia contou com a presença o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e de Eduardo Bolsonaro.
O escritório será administrado pelo Ministério das Relações Exteriores por meio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Por enquanto, o local contará com três funcionários, sob comando da analista de comércio internacional Camila Torres Meyer.
No início do seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro prometeu que mudaria sua embaixada israelense de Tel Aviv para Jerusalém, o que não foi bem aceito pelos representantes árabes e palestinos. A cidade é tradicionalmente alvo de disputa entre os povos seguidores do judaísmo, cristianismo e islamismo. Por isso, não é reconhecida internacionalmente como capital israelense.

Custos do Escritório

O escritório está localizado no edifício Jerusalem Gati Business Center. O aluguel será de US$ 1.600 por mês, sem contar com os valores pagos pela mão de obra.
Como o funcionamento será em sistema de “coworking”, a recepção, sala de reuniões e estrutura será compartilhada com vários outras empresas. (FolhaPress)
 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial