Paris com Criança

* Por Priscilla Kalil

Recentemente passei uma pequena temporada com minha família na Europa. Podemos curtir um tempo de qualidade e apresentar o outro lado do mapa para o Nico. Nossa primeira parada foi Paris, um dos lugares mais românticos do globo. Mas será que a viagem para lá pode ser divertida para uma criança? A resposta é sim!

Antes de irmos, pesquisei bastante sobre a região e criei um roteiro que fosse agradável para meu filho, com várias paradas em parques e espaços para brincar. Quero dividir algumas dicas para a viagem à Paris ser agradável para todos, inclusive para os pequenos, além de algumas sugestões de passeios. Confira:

Dicas:
– A primeira dica é: planejamento! Antes de ir, faça uma busca e procure os pontos turísticos e informações de como chegar. Dependendo da idade do seu filho, isso faz muita diferença. Se o passeio for interessante e divertido, a criança vai brincar e interagir. Caso contrário, vai querer dormir ou ficar no colo;


– Envolva seus filhos no planejamento. Se eles ainda não tiverem idade para opinar, apenas mostre fotos dos lugares e diga que em alguns dias vocês estarão lá. Se a criança já se expressa bem, uma dica bacana é apresentar o destino de forma lúdica. A Viaja Clarinha, por exemplo, é uma série infantil que mostra os principais pontos turísticos do mundo. Veja aqui o episódio sobre Paris: https://www.youtube.com/watch?v=3TWj_-b8K-k 


– O metrô de Paris é terrível para andar com carrinho de bebê. Quase nenhuma das estações tem elevador ou escada rolante. Se possível, leve um sling ou canguru para te ajudar a segurar a criança. Ou então você pode alugar um carrinho quando chegar lá e for fazer um passeio mais tranquilo;


– Embora tenha o ponto negativo acima, vale lembrar que o metrô sempre é um dos melhores meios de transporte;


– Para aproveitar a vista e economizar, vá também de BatoBus, um barco que faz paradas nas principais atrações turísticas, tipo o ônibus Hop On Hop Off, com a diferença que o trajeto é pelo rio Sena. Funciona da mesma forma que o ônibus: você pode descer e depois voltar ao barco;


– Um passeio que vai unir ainda mais a família é um belo piquenique. E o que não falta em Paris é opções de lindos parques para servir de cenário. Aproveite para fazer comprinhas nos mercados da cidade!;


– Paris é uma cidade plana! Então, leve tênis e outros calçados confortáveis, porque dá para unir a caminhada aos passeios;


– Para aproveitar com tranquilidade cada momento, não esqueça de fazer um seguro viagem internacional, item obrigatório do seu checklist para a Europa.

Sugestões de passeios:
– Torre Eiffel
Não tem como ir à Paris e não tirar uma foto lá. Só tem um problema: a concorrência para pegar o melhor ângulo. Para fugir da multidão e ainda conseguir um clique perfeito, vá até a estação de metrô Trocadéro. De lá a vista é linda e perfeita para as fotos com a Torre Eiffel de fundo. Vale a pena a visita à noite também, rende fotos lindíssimas.

– Carrossel
Saindo da estação, desça em direção à Torre. Ao lado direito, você vai encontrar um lindo parquinho com carrossel no final da rampa. Super bem cuidado, com piso emborrachado e todos os brinquedos com indicativos de idade. Mas além desse primeiro carrossel que nos deparamos, Paris abriga muitos desses brinquedos, todos com uma ótima infraestrutura e cuidados adequados.

– Museu do Louvre
Dependendo da lotação do dia e da idade da criança, vale super a pena entrar no museu. Se não for prioridade no seu roteiro, de qualquer forma, vá até lá para os pequenos aproveitarem o pátio, com as pirâmides, água e espaço para correr.

– Jardin Des Tuileries
Vale a pena a visita no jardim mais antigo e histórico de Paris. Bem cuidado e com aparência impecável, com fonte, patinhos, parquinho, carrossel… Tudo o que as crianças adoram! Há informativos e indicativos de idade em todos os brinquedos, além de piso emborrachado. Apaixonante!

– Parc de la Villette
Cheio de atividades, esse é só mais um dos parques sensacionais que tem em Paris, com pula-pula, carrossel e parquinho, tudo gratuito. Vale a pena se programar e passar o dia todo por lá. Dentro do parque também fica o Cité des Science et l’Industrie.

– Cité des Science et l’Industrie
A Cidade da Ciência tem um espaço dedicado exclusivamente aos pequenos, com muitas atividades interativas.

– Disneyland Paris
O complexo é dividido em dois parques em Paris: o Walt Disney e a Disneyland. Se você já foi aos parques de Orlando, a comparação é inevitável. E comigo não foi diferente, e deu para perceber que várias coisas são diferentes em Paris. As filas são gigantescas, há pouca organização, brinquedos fechados e até banheiro sujo. Mas a magia é a mesma de Orlando. O mundo mágico da Disney e seus personagens fez os olhinhos do meu filho brilharem, e nada paga esse momento!

– Museu Nacional de História Natural
Um dos maiores pontos turísticos da França, o museu foi fundado em 1793, durante a Revolução Francesa, e reúne informações do mundo da ciência, zoologia, botânica, geomorfologia, ecologia, mineralogia, evolução e muito mais! Fica dentro do Jardin des Plantes, um jardim super agradável, com parquinho, zoológico e uma grande área livre para os pequenos correrem. Um passeio perfeito para todas as idades.

– Jardin du Luxembourg
Mais um passeio de tirar o fôlego, com canteiros super bem cuidados e belas obras de arte. Também há um parquinho sensacional, com areia e muitos brinquedos para crianças de todas as idades, porém esse parquinho é pago, 1€ por adulto e 3€ por criança – e vale super a pena.

– Torre Montparnasse
De longe, a melhor visão de Paris. Do primeiro edifício de escritórios construído no centro da cidade, com 210 metros de altura, no 56 andar é possível desfrutar de uma vista espetacular de 360º da capital francesa.

Além dessas opções, o leque só aumenta de acordo com a idade da criança. De museus, aquários e até o Museu da Magia. E numa viagem vale tudo, tudo pela diversão! Minhas dicas finais, mas que considero essenciais: planejamento prévio, ajuda a fazer um roteiro que agrade toda a família, incluindo muitas opções que as crianças vão amar. E, claro, não esqueça de registrar todos os momentos, seja com a câmera do celular ou com um book familiar. Invista nesse tipo de passeio, são momentos como esses que ficarão para sempre guardados na memória!

Au Revoir, Paris!

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

As 100 melhores crônicas de João Saldanha são reunidas em livro

As crônicas foram selecionadas pelo historiador Alexandre Mesquita após a leitura de todo o acervo disponível sobre João Saldanha entre 1960 e 1990 EDIÇÃO DO...

Grupo Iberostar inicia reabertura de hotéis e reforça segurança sanitária

De forma escalonada, a reabertura de uma seleção de hotéis do Grupo Iberostar acontece a partir da segunda quinzena de junho garantindo protocolos de...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias